quinta-feira, 31 de maio de 2012

Idoso X Velho

Idosa é uma pessoa que tem muita idade.
Velha é a pessoa que perdeu a jovialidade.

A idade causa degenerescência das células.
A velhice causa a degenerescência do espírito.
Por isso nem todo idoso é velho e há
velho que ainda nem chegou a ser idoso.

Você é idoso quando sonha.
É velho quando apenas dorme.

Você é idoso quando ainda aprende.
É velho quando já nem ensina.

Você é idoso quando pratica esportes,
ou de alguma outra forma se exercita.
É velho quando apenas descansa.

Você é idoso quando o dia de hoje
é o primeiro do resto de sua vida.
É velho quando todos os dias
parecem o último da longa jornada.

Você é idoso quando seu calendário tem amanhãs.
É velho quando seu calendário só tem ontens.

O idoso é aquela pessoa que tem tido a felicidade
de viver uma longa vida produtiva,
de ter adquirido uma grande experiência.
Ele é uma ponte entre o passado e o presente, como o jovem é uma ponte entre o presente e o futuro.
E é no presente que os dois se encontram.

Velho é aquele que tem carregado o peso dos anos, que em vez de transmitir experiência às gerações vindouras, transmite pessimismo e desilusão.
Para ele, não existe ponte entre o passado e o presente, existe um fosso que o separa do presente pelo apego ao passado.

O idoso se renova a cada dia que começa.
O velho se acaba a cada noite que termina.

O idoso tem planos.
O velho tem saudades.

O idoso curte o que resta da vida.
O velho sofre o que o aproxima da morte.

O idoso se moderniza, dialoga com a juventude, procura compreender os novos tempos.
O velho se emperra no seu tempo, se fecha em sua ostra e recusa a modernidade.

O idoso leva uma vida ativa, plena de projetos e de esperanças. Para ele o tempo passa rápido,
mas a velhice nunca chega.
O velho cochila no vazio de sua vida e suas horas se arrastam destituídas de sentido.

As rugas do idoso são bonitas porque foram
marcadas pelo sorriso.
As rugas do velho são feias porque foram
vincadas pela amargura.

Em resumo, idoso e velho, são duas pessoas que até podem ter a mesma idade no cartório,
mas têm idade bem diferente no coração.

A vida, com suas fases de infância, juventude, madureza, é uma experiência constante.
Cada fase tem seu encanto, sua doçura,
suas descobertas.
Sábio é aquele que desfruta de cada uma das fases em plenitude, extraindo dela o melhor.
Somente assim, na soma das experiências e
oportunidades, ao final dos seus anos guardará a jovialidade de um homem sábio.

Se você é idoso,
guarde a esperança de nunca ficar velho.
(Jorge R. do Nascimento.)
Meus amigos(as) a todos uma otima  tarde  de muita Paz
Força Sempre
Abraços
Claudio Pacheco

Aprende com o silêncio

Aprende com o silêncio
a ouvir os sons interiores da sua alma,
a calar-se nas discussões
e assim evitar tragédias e desafetos.

Aprende com o silêncio
a respeitar a opinião dos outros,
por mais contrária que seja da sua.

Aprende com o silêncio
que a solidão não é o pior castigo,
existem companhias bem piores...

Aprende com o silêncio
que a vida é boa,
que nós só precisamos olhar para o lado certo,
ouvir a música certa, ler o livro certo,
que pode ser qualquer livro,
desde que você o leia até o fim.

Aprende com o silêncio
que tudo tem um ciclo,
como as marés que insistem em ir e voltar,
os pássaros que migram e voltam ao mesmo lugar,
como a Terra que faz a volta completa
sobre o seu próprio eixo...

Aprende com o silêncio
a respeitar a sua vida, valorizar o seu dia,
enxergar em você as qualidades que  possui,
equilibrar os defeitos que você tem
e sabe que precisa corrigir
e enxergar aqueles
que você ainda não descobriu.

Aprende com o silêncio a relaxar,
mesmo no pior trânsito,
na maior das cobranças,
na briga mais acalorada,
na discussão entre familiares.

Aprende com o silêncio a respeitar o seu "eu",
a valorizar o ser humano que você é,
a respeitar o Templo que é o seu corpo
e o santuário que é a sua vida.

Aprende hoje com o silêncio,
que gritar não traz respeito,
que ouvir ainda é melhor que muito falar.
E em respeito a você, eu me calo, me silencio,
para que você possa ouvir
o seu interior que quer lhe falar,
desejar-lhe um dia vitorioso
e confirmar que VOCÊ É ESPECIAL.

(Autoria: Paulo Roberto Gaefke)
Meus amigos(as) a todos um otimo Dia de muita Paz
Força Sempre
Abraços
Claudio Pacheco

terça-feira, 29 de maio de 2012

Um pedaço de você já ficou no tempo

Um pedaço de você já ficou no tempo,
quando você deixou de ler um bom livro,
quando não acreditou naquele amigo...

Quando não aproveitou aquele instante
para falar de amor,
quando não abraçou seu pai
e nem beijou a mãe.

Um pedaço de você se perdeu na curva,
quando abandonou o seu sonho sem tentar,
quando aceitou trabalhar onde não gostava,
quando fazia o que não suportava...

Quando disse sim,
quando queria dizer não,
quando deixou o amor morrer
antes de nascer, por medo de sofrer…

Um pedaço de você ficou parado,
quando você não quis fazer um novo percurso,
quando se conformou com o velho,
quando ficou parado vendo o povo correr...

Quando votou em branco, se podia escolher,
quando não apareceu quando era esperado.

A vida pede atitude em cada instante,
e passa por cima de quem se cala,
de quem aceita, de quem acredita que tudo
está irremediavelmente perdido.

A vida desacata quem não se aceita,
humilha quem não se valoriza,
ensina com amor os que amam sem medidas,
ensina com dor, os que fogem das lições.

Um pedaço de você quer tudo,
outro quer se esconder.

Assim, cabe a você, só a você,
dosar ansiedade e apatia,
ter um tempo para criar
e outro para executar...

Falar e ouvir, ensinar e aprender,
caminhar e correr...

Amar e ser amado,
falar baixo e gritar.
ter um tempo para refletir…

Só não vale cruzar os braços!
Só não vale não ser você!
Só não vale esquecer:
Que nada é mais importante que você.
(Paulo Roberto Gaefke)
Meus amigos(as) a todos uma otima  tarde  de muita Paz
Força Sempre
Abraços
Claudio Pacheco

A Liberdade Não Tem Preço

Quando cortas uma flor para ti,
começas a perdê-la...
Porque murchará em tuas mãos e não se fará semente para outras primaveras.

Quando aprisionas um passarinho para ti,
começas a perdê-lo...
Porque não mais cantará no bosque para ti e nem criará outros passarinhos em seu ninho.

Quando não arriscas tua liberdade para tê-la,
começas a perdê-la...
Porque a liberdade que tens se comprova
quando te atiras optando e decidindo.

Quando não deixas partir o teu filho para a vida,
começas a perdê-lo...
Porque nunca o verás voltar para ti livre e maduro.

Lembre-se sempre: Não existe preço
para a Liberdade, mas uma belíssima
recompensa para quem a utiliza com
desprendimento de alma ...

Ter para sempre, junto a si a Fidelidade daqueles que livres dos grilhões, se comprazem em serem seus eternos admiradores!

Quem Ama ... Liberta com a certeza
da volta espontânea ao aconchego!

Aprende no caminho da vida
A paradoxal lição da experiência:
Sempre ganhas o que deixas
E perdes o que reténs...
Meus amigos(as) a todos um otimo Dia de muita Paz
Força Sempre
Abraços
Claudio Pacheco

segunda-feira, 28 de maio de 2012

Como vivemos hoje

Hoje temos edifícios mais altos, mas pavios mais curtos...

Temos auto-estradas mais largas, mas pontos de vista mais estreitos...

Gastamos mais, mas temos menos...

Compramos mais, mas desfrutamos menos...

Temos casas maiores e famílias menores...

Temos mais conhecimento e menos poder de julgamento...

Temos mais medicina e menos saúde...

Hoje bebemos demais, fumamos demais, gastamos de forma excessiva, rimos de menos, dirigimos rápido demais, nos irritamos facilmente...

Ficamos acordados até tarde, acordamos cansados demais...

Multiplicamos nossas posses, mas reduzimos nossos valores...

Falamos demais, amamos raramente e odiamos com freqüência...

Aprendemos a ganhar a vida, mas não vivemos essa vida...

Fazemos coisas maiores, mas não coisas melhores...

Limpamos o ar, mas poluímos a alma...

Escrevemos mais, mas aprendemos menos...

Planejamos mais, mas realizamos menos...

Aprendemos a correr contra o tempo, mas não a esperar com paciência...

Temos maiores rendimentos, mas menos padrão moral...

Temos avanços na quantidade, mas não na qualidade...

Esses são tempos de refeições rápidas e digestão lenta..

De homens altos e caráter baixo..

De lucros expressivos mas relacionamentos rasos...

Mais lazer, mas menos diversão..

Maior variedade de tipos de comida, mas menos nutrição...

São dias de viagens rápidas, fraldas descartáveis, moralidade também descartável e pílulas que fazem tudo: alegrar, aquietar, matar...
Meus amigos(as) a todos uma otima Noite de muita Paz
Força Sempre
Abraços
Claudio Pacheco

Pense Nisso!

A vitória sobre as dificuldades é a grande descoberta do homem a respeito de si mesmo.
A felicidade não foi prometida ao homem como dádiva. Ela é, essencialmente, uma conquista.
Mas para chegar a ela é necessário lutar, transpor obstáculos, ser obstinado, ter paciência, esperar.
A felicidade é como uma obra de artesanato: fio por fio, fibra por fibra.
Ela não nasce feita, ela se faz, minuto a minuto na prática do bem e na paz da consciência.
Mas, quando ela chega, é para ficar, é sua, definitivamente sua!
Meus amigos(as) a todos uma otima  tarde  de muita Paz
Força Sempre
Abraços
Claudio Pacheco

Os "ses" Da Vida

A maioria de nós tem o hábito de ficar remoendo os acontecimentos do passado, desperdiçando tempo tentando imaginar como teria sido nossa vida caso os fatos tivessem ocorrido de outra forma. Fantasiamos com uma grande quantidade de "ses": se eu tivesse feito isto ou não tivesse feito aquilo, se determinada pessoa tivesse agido de outra maneira etc. Tudo isso, é evidente, não muda em nada nossa vida presente e, além disso, costuma nos encher de tristeza. Quando mergulhamos neste estado de espírito e nos voltamos para examinar, rememorar e lamentar o passado, o melhor a fazer é lembrar que o passado não muda, sendo portanto inútil sofrer outra vez pelo que já aconteceu e que portanto devemos seguir. Devemos parar de pensar em coisas que só nos trazem sofrimento e nos deixam em uma situação de impotência.

Como sucede com a maioria dos conselhos, este é fácil de ser dado e difícil de ser posto em prática, pois exige forte domínio sobre nossa imaginação e sobre o fluxo de nossas idéias. Quando entendemos que não vale a pena cultivar determinados pensamentos e lembranças, temos que aprender a afastá-los quando estes sugem em nossa mente. É da natureza humana a tendência de ficar remoendo velhas feridas que voltam a sangrar e nos ajudam a nos sentirmos vítimas. Precisamos nos disciplinar para, aos poucos, fazer valer nossa vontade e apagar essas idéias, decorrentes da tentação sempre presente de permanecer no confotável papel de vítima impotente. Quando conseguimos, abrimos um novo portal para o caminho da felicidade.

Luiz Alberto Py
Meus amigos(as) a todos um otimo Dia de muita Paz
Força Sempre
Abraços
Claudio Pacheco

domingo, 27 de maio de 2012

O Medo De Errar


Todos nós, algum dia, já tivemos medo de errar, de tomar alguma decisão e mais tarde chegar à conclusão de que ela não foi a decisão mais acertada!

Mas existem pessoas que têm verdadeiro pavor de errar até nas mínimas coisas. Estão sempre preocupadas, agitadas, nervosas, aflitas, fazendo de tudo para acertar, policiando-se o tempo todo! E, mesmo que não queiram, sempre procuram fazer de tudo para não errar (tudo mesmo).

E o pensamento fixo em não errar leva-as a procurar prever todas as possibilidades possíveis do evento para nunca errar.

Quer um exemplo de como pensam estas pessoas? Vamos nos colocar no lugar delas e imaginar uma situação......

Você vai sair hoje à noite: é o primeiro encontro!

Comece pensando nas condições climáticas: será que vai chover? Seria bom levar um guarda-chuva. E se esfriar? É melhor levar também uma blusa.

Mas também é preciso pensar que a temperatura pode estar amena.

Que roupa usar? Qual delas será a melhor? Sua roupa deve estar impecável, sua aparência idem, tudo tem que estar perfeito, nos mínimos detalhes!

Antes de sair, você vai passar horas na frente do espelho fazendo caras e bocas, vai imaginar todas as situações possíveis de acontecer (se a pessoa disser isto ,eu vou dizer tal coisa...,vou passar a mão no cabelo três vezes, vou cruzar apenas a perna direita, não vou colocar o cotovelo na mesa, etc...) e planejar a melhor forma de se comportar para causar a melhor e mais perfeita impressão possível (porque você não pode errar, tudo tem que sair perfeito!).

Para essas pessoas é necessário, imprescindível, que tudo dê certo nos seus mínimos detalhes!

E esta situação se repete, praticamente, em todos os momentos da vida destas pessoas que não aceitam errar!

É claro que todos nós desejamos que tudo sempre dê certo, mas, na maioria das vezes, feliz ou infelizmente, as coisas nunca acontecem conforme planejamos. Para aquele que tem medo de errar isto é um caos . Ele sempre pensa: "Onde foi que eu errei? A culpa é toda minha porque eu não pensei que isto poderia ocorrer!"

A culpa é sempre dele, porque ele não foi capaz de prever aquela situação, nunca de outra pessoa ou mesmo do acaso! O que fazer para evitar se sentir culpado? Prever e planejar cada vez mais cada detalhe para tudo dar certo (porque a sensação de culpa provoca uma dor insuportável e é preciso evitá-la a qualquer custo!).

Quanto tempo perdido! Que sofrimento, não é?

E é por isso que essas pessoas vivem agitadas, nervosas, tensas... Sempre pensando, tentando prever o que fazer para não errar e, na maioria das vezes, errando e sofrendo....Perdem um tempo enorme de suas vidas, muitas vezes deixam de viver momentos preciosos por estarem ocupadas com seus pensamentos e planos...E elas jamais se conscientizam de que a vida é imprevisível, e que quase sempre tudo dá errado!( exatamente o contrário do que elas esperam...)

Lembre-se: ninguém é perfeito, errar é humano. É preciso aceitar os erros, aprender com eles (em vez de ficar se culpando) e, quem sabe, tentar não errar na próxima vez!!

Fonte: site da Psicóloga, Escritora e Palestrante Olga Tessari:
Meus amigos(as) a todos uma otima  tarde  de muita Paz
Força Sempre
Abraços
Claudio Pacheco

sábado, 26 de maio de 2012

O MEDO

Vai uma dose de medo aí? Tem gente aceitando! Afinal de contas, um terrorzinho aqui outro ali não faz mal a ninguém. Pelo contrário. Dá o maior barato. Seja assistindo a filmes de terror, andando em montanhas-russas, entrando em corridas de carro ou praticando esportes radicais. O que não falta é gente correndo atrás do medo, para depois encontrar... o prazer!
Existe uma resposta fisiológica para isso, mas, além das explicações científicas, um outro segredo rege os adeptos do terror: a satisfação em superar os limites. Mas será que esse tipo de prazer é saudável? Será que vicia? E quando a brincadeira excede os limites, como fazer?

Nos parques de diversão, as maiores filas costumam ser a dos brinquedos mais aterrorizantes. "Eu não gasto o meu tempo com roda-gigante ou com bate-bate. Prefiro repetir milhões de vezes a montanha-russa ou aqueles que simulam queda-livre", diz a jornalista Camila Pereira, de 23 anos. “Dá muito medo! Mas é um medo seguro. Por isso que montanha-russa faz tanto sucesso: é uma oferta da sensação de medo com segurança total”, acredita Camila.

Se a questão é a segurança, não devia haver tanta repulsa aos filmes de terror. Todo mundo sabe que o Fred Kruger não vai pular do telão e se materializar na sua frente - sem chance! Mas não tem jeito. É por isso que, quando se trata desse gênero, é oito ou oitenta: amam ou odeiam. A estudante Fernanda Zenteno, de 21 anos, diz que só se envolve quando o conteúdo do que se passa na tela é de arregalar os olhos: “Os filmes de terror me transportam para a tela, eu vivo o que está acontecendo. Com romances e comédias eu até me emociono, claro, mas não fico tão ligada, excitada, conectada com o que rola nas cenas, e é isso que eu adoro!”, conta ela.

Do Medo ao Prazer

Afinal, por que será que o terror encanta tanto? De onde vem o prazer se, na verdade, o medo nos causa nervosismo, inquietação e mal-estar – e por que não xixi na calça, dor de barriga, vômitos? Por mais estranho que pareça, isso tem uma explicação. “Quando o nosso cérebro reconhece uma situação de perigo, o sistema nervoso simpático é ativado e libera substâncias chamadas adrenérgicas, que preparam o nosso corpo para reagir. É por isso o coração bate mais forte, bombeando mais sangue, as pupilas dilatam, ficamos mais alerta e os vasos se contraem”, explica o médico Thiago Vargas. “Isso gera uma sensação ruim, que é imprescindível para a sobrevivência, mas não dá prazer”, complementa ele. É no final desse processo que o “barato” começa: “Quando a sensação de tensão passa, substancias diferentes são liberadas, as opiódes, que trazem a sensação de bem-estar, relaxamento e calma”, explica o doutor.

O medo é uma forma de o ser humano se proteger contra os perigos iminentes. “Nós fomos moldados, através da seleção natural, a nos adaptar a uma situação de risco. Quem não tinha o estímulo para correr rápido quando se deparava com um leão, por exemplo, morria”, esclarece Thiago. Segundo a psicóloga Olga Inês Tessari, ultrapassar os próprios limites, mais que uma vontade, é uma necessidade do ser humano. “Apesar de o medo funcionar como um sistema de segurança, o homem também sente a necessidade de ir além. É por isso que a humanidade está sempre se superando, fazendo invenções, criando tecnologia”, explica ela.

Loucura com Segurança

Para algumas pessoas não basta somente um esporte radical, não. Tem gente que pratica rapel, rafting, surf, bangee jump, escalada e mais a aventura que vier pela frente. É o caso da atleta e apresentadora de TV Dani Monteiro, que aliás, como se não bastasse, é tri-campeã de windsurf. Ela explica porque o perigo a fascina. “A sensação de autoconfiança que a superação de limites te traz acaba influenciando os outros âmbitos da sua vida. Você fica mais segura para agir, seja qual for a situação”, diz ela. Você deve estar pensando “quem me dera ter essa coragem!”, mas saiba que o melhor amigo da bravura é justamente o medo. “Todo dia passa pela minha cabeça que algo pode dar errado. E isso não só é normal como é a regra número um! Quem se sente o super-homem e elimina qualquer chance de acidente acaba se dando mal. E aí aprende rápido a lição”, diz Dani.

Parece contraditório, mas praticantes de esportes radicais, aprendem a respeitar os seus limites. “Minhas aventuras me mostraram onde estão minhas limitações, tanto físicas quanto psicológicas. Eu não sabia que tinha medo de altura, por exemplo. Até que um dia subi numa ponte pra saltar de bangee jump”, conta Dani. Se ela saltou? Sim. E não parou mais. Perigoso. Parece loucura. No entanto, a psicóloga Olga Inês afirma que, se for pela própria vontade, o risco pode ser até mesmo saudável. Afinal, o ser humano foi feito para buscar o prazer.

Fonte: site da Psicóloga, Escritora e Palestrante Olga Tessari:
Meus amigos(as) a todos uma otima  tarde  de muita Paz
Força Sempre
Abraços
Claudio Pacheco

Você se conhece?

A auto-estima oscila de acordo com as situações e principalmente em como nos sentimos em relação a cada um delas. Mas o que faz com que algumas pessoas sejam mais seguras de si, mais estáveis emocionalmente enquanto outras se perdem, se desesperam quando algo acontece? O diferencial que faz com que cada um consiga ter controle sob suas emoções é o autoconhecimento.

O quanto você se conhece? Muito? Pouco? A maior parte das pessoas acredita que se conhece, mas na verdade se conhece muito pouco. Você ama alguém, confia em alguém que pouco conhece? Geralmente amamos e confiamos apenas em quem conhecemos muito! E se você não se conhece como quer acreditar mais em sua própria capacidade? Como quer ir em busca de seus sonhos se não acredita ser capaz? E por que não acredita ser capaz? Porque não sabe quem você é.
Por isso, o autoconhecimento é fundamental para desenvolver o amor por si mesmo(a) e fortalecer a auto-estima. É muito difícil alguém se conhecer interiormente quando a busca está sempre no externo. Buscam cuidar da pele, mudar o corte do cabelo, comprar roupas, carros, eliminar alguns quilinhos, mas quase sempre esquecem que o caminho deve ser o contrário, de dentro para fora.

Quando uma pessoa está bem com ele(a) mesmo(a) você percebe isso não pela roupa que está usando, ou o carro que está dirigindo, mas pelo brilho em seu olhar, o sorriso em seu rosto, a paz em seu espírito. Como alguém que dorme mal toda noite pode sentir paz? Como alguém que está constantemente se criticando, se culpando, se achando errada, pode se amar? Amar-se é condição básica para elevar a auto-estima. É importante identificar os fatores que estão te impedindo de elevar sua auto-estima.

O autoconhecimento é fundamental para desenvolver o amor por si mesmo(a) e fortalecer a auto-estima.
Podemos perceber que a auto-estima está baixa quando desenvolvemos algumas características como: insegurança, inadequação, perfeccionismo, dúvidas constantes, incerteza do que se é, sentimento vago de não ser capaz, de não conseguir realizar nada, não se permitindo errar e com muita necessidade de agradar, ser aprovada, reconhecida pelo que faz e nem sempre pelo que é.

Se você identificou algumas dessas características, pode ser que esteja precisando aumentar seu autoconhecimento para assim elevar sua auto-estima.

Se quiser, poderá fazer o seguinte exercício:

- Escreva dez coisas que você gosta em si mesmo(a).
- Depois escreva dez coisas que você não gosta em si mesmo(a) ou que gostaria de mudar.
- Qual lista foi mais fácil de completar?

A maioria das pessoas sente mais facilidade em identificar as coisas negativas. Aprendemos que dizer aquilo que gostamos em nós mesmas poderá ser rotulado de presunção, esnobismo, egocentrismo. Nada disso! Para aumentar o autoconhecimento é preciso ter consciência de quem se é de verdade, avaliando os pontos positivos tanto quanto os negativos, pois só assim será capaz de mudar aquilo que te incomoda ou te faz sofrer e valorizar o que tem de bom e que geralmente mergulhada em tantas críticas e cobranças, acaba por esquecer.


Continue o exercício:

- Observe as listas. Coloque um “i” nas características internas, ou seja, que dependam apenas de você reconhecê-las. E um “e” nas características externas, que dependam da opinião de outras pessoas.
- Ao fazer o sinal (i ou e), o que você percebe? Há um equilíbrio entre eles ou você tende mais para um lado?

Se você tem mais características externas ficará mais vulnerável à opinião dos outros e assim, mais facilmente manipulável. Dependerá cada vez mais de aprovação, mas infelizmente nunca da sua própria. Isso quer dizer que toda vez que algo que dependa no mundo externo ou de outras pessoas não correspondam a sua expectativa, você se sentirá frustrado(a) e sua auto-estima tenderá a baixar.

Seu valor estará sempre na dependência do que dirão sobre você, não importando muito sua própria opinião. Por exemplo, quando você perde o emprego, quando recebe uma crítica, quando alguém se distancia de você. Tudo isso pode baixar sua auto-estima e se sentirá incapaz de continuar e desistirá no meio do caminho. Abandona assim seus sonhos, seus objetivos.

Para aumentar o autoconhecimento é preciso ter consciência de quem se é de verdade, avaliando os pontos positivos tanto quanto os negativos.
Isso acontece quando a principal fonte de auto-estima está naquilo que faz pelo externo, sempre querendo fazer algo para as pessoas em busca de aprovação e reconhecimento. E esse é o caminho mais curto para se machucar. Coloca assim todo seu valor nas opiniões ou respostas no mundo externo e, como quase sempre nada disso corresponde ao que espera, e nem ao que você é realmente, se permite depender cada vez mais de como te avaliam, gerando um círculo vicioso.

O importante é desenvolver a capacidade e ter a consciência de saber que o que faz é o reflexo de quem você é. Ao reconhecer seus pontos negativos, poderá mudar um por um. E reconhecendo seus pontos positivos se sentirá mais confiante em sua capacidade de conseguir o que quer que deseje, independente das críticas ou opiniões que terão sobre você, pois acredita ser capaz de conseguir tudo o que deseja! E ainda que ninguém te aprove, você terá autoconhecimento suficiente para você mesmo(a) se aprovar e principalmente se amar!
Meus amigos(as) a todos um otimo Dia de muita Paz
Força Sempre
Abraços
Claudio Pacheco

sexta-feira, 25 de maio de 2012

Você se importa com a opinião que os outros têm a seu respeito?

Você se importa com a opinião que os outros têm a seu respeito?

Se a sua resposta for não, então você é uma pessoa que sabe de si mesma. Que se conhece. É auto-suficiente.

No entanto, se a opinião dos outros sobre você é decisiva, vamos pensar um pouco sobre o quanto isso pode lhe ser prejudicial.
O primeiro sintoma de alguém que está sob o jugo da opinião alheia, é a dependência de elogios.
Se ninguém disser que o seu cabelo, a sua roupa, ou outro detalhe qualquer está bem, a pessoa não se sente segura.
Se alguém lhe diz que está com aparência de doente, a pessoa se sente amolentada e logo procura um médico.
Se ouve alguém dizer que está gorda, desesperadamente tenta diminuir peso.
Mas se disserem que é bonita, inteligente, esperta, ela também acredita.
Se lhe dizem que é feia, a pessoa se desespera. Principalmente se não tem condições de reparar a suposta feiúra com cirurgia plástica.
Existem pessoas que ficam o tempo todo à procura de alguém que lhes diga algo que as faça se sentir seguras, mesmo que esse alguém não as conheça bem.
Há pessoas que dependem da opinião alheia e se infelicitam na tentativa de agradar sempre.
São mulheres que aumentam ou diminuem seios, lábios, bochechas, nariz, para agradar seu pretendido. Como se isso fosse garantir o seu amor.
São homens que fazem implante de cabelo, modificam dentes, queixo, nariz, malham até à exaustão, para impressionar a sua eleita.
E, quando essas pessoas, inseguras e dependentes, não encontram ninguém que as elogie, que lhes diga o que desejam ouvir, se infelicitam e, não raro, caem em depressão.
Não se dão conta de que a opinião dos outros é superficial e leviana, pois geralmente não conhecem as pessoas das quais falam.
Para que você seja realmente feliz, aprenda a se conhecer e a se aceitar como você é.
Não acredite em tudo o que falam a seu respeito. Não se deixe impressionar com falsos elogios, nem com críticas infundadas.
Seja você. Descubra o que tem de bom em sua intimidade e valorize-se.
Ninguém melhor do que você para saber o que se passa na sua alma.
Procure estar bem com a sua consciência, sem neurose de querer agradar os outros, pois os outros nem sempre dão valor aos seus esforços.
A meditação é excelente ferramenta de auto-ajuda. Mergulhar nas profundezas da própria alma em busca de si mesmo é arte que merece atenção e dedicação.
Quando a pessoa se conhece, podem emitir dela as opiniões mais contraditórias que ela não se deixa impressionar, nem iludir, pois sabe da sua realidade.
Nesses dias em que as mídias tentam criar protótipos de beleza física, e enaltecer a juventude do corpo como único bem que merece investimento, não se deixe iludir.
Você vale pelo que é, e não pelo que tem ou aparenta ser. A verdadeira beleza é a da alma. A eterna juventude é atributo do espírito imortal.
O importante mesmo, é que você se goste. Que você se respeite. Que se cuide e se sinta bem.
A opinião de alguém só deve fazer sentido e ter peso, se esse alguém estiver realmente interessado na sua felicidade e no seu bem-estar.

Nenhuma opinião que emitam sobre você, deve provocar tristeza ou alegria em demasia.
Os elogios levianos não acrescentam nada além do que você é, e as críticas negativas não tornarão você pior.
Busque o autoconhecimento e aprenda a desenvolver a auto-estima.
Mas lembre-se: seja exigente para consigo, e indulgente para com os outros.
Eis uma fórmula segura para que você encontre a autoconfiança e a segurança necessárias ao seu bem-estar efetivo.
E jamais esqueça que a verdadeira elegância é a do caráter, que procede da alma justa e nobre.
Pense nisso, e liberte-se do jugo da opinião dos outros.
Meus amigos(as) a todos uma otima  tarde  de muita Paz
Força Sempre
Abraços
Claudio Pacheco

quinta-feira, 24 de maio de 2012

O poder da mentalização positiva

Pensamentos geram sentimentos, que geram palavras e, conseqüentemente, atitudes.
Embora você não seja somente os seus pensamentos, eles têm uma influência sobre sua vida muito maior do que você possa imaginar. Você pode mudar o seu dia mudando a qualidade de seus pensamentos.

Quanto aos pensamentos negativos, não dá para eliminá-los completamente, mas você poderá diminuir o impacto devastador que eles trazem à sua vida. Para tanto, é necessário que você cultive os positivos e elevados. Enquanto presta atenção no que está pensando, já tem maior autocontrole sobre a energia mental e, conseqüentemente, sobre o seu dia.

Imagine-se com um rádio que, toda manhã, ao acordar, você liga e escolhe em que estação você quer se sintonizar. Pode escolher captar as mesmas ondas daqueles que estão depressivos, tristes e pessimistas, como você pode escolher captar as mesmas ondas das pessoas bem-sucedidas, felizes e realizadas.

Pois é exatamente assim que acontece: todos nós, moradores do planeta Terra, estamos constantemente emitindo e captando as energias que ficam no “ar”, que movimentam o universo.

Desta forma, é nossa responsabilidade contribuir para a emissão da maior quantidade possível de energias e fluidos positivos. Assim como também devemos estar preparados para nos sintonizar, todos os dias, com as captações positivas.

Baseado nessas verdades, você pode harmonizar o seu dia iniciando-o com uma mentalização positiva. Antes de começar as suas tarefas diárias, sejam elas em casa ou na rua, no escritório ou no seu local de trabalho, construa uma imagem desse dia com acontecimentos agradáveis, com situações satisfatórias e sensações de realização.

Mentalize tudo o que você gostaria que lhe acontecesse de bom. Imagine-se encontrando as pessoas e cumprimentando-as com alegria. Imagine-se sendo bem recebido por todos onde passar e que as conversas fluem harmoniosamente. Imagine-se resolvendo as pendências sem nenhum obstáculo, obtendo o melhor de cada um que cruzar o seu caminho e levando de si também o melhor para cada um que precisar de você hoje.

Neste dia, você consegue o que precisa das pessoas e também colabora com elas. Sua comunicação é clara e o Universo conspira a seu favor. E lembre-se: essa mentalização é criada em função de seus benefícios, mas nunca com a intenção de desfavorecer ou prejudicar alguém. A mentalização é positiva, visando o bem de todos e, especialmente, a harmonização do seu dia.

O poder da mentalização positiva pode ser tão grande que, a partir do momento em que você começar a praticar essa visualização, muitas das situações mentalizadas poderão começar a se realizar mais rapidamente.

Talvez, no início, você esteja mais atento aos resultados; com o tempo, as conseqüências desse exercício serão dias mais construtivos e mais satisfatórios e acontecerão tão naturalmente que, talvez, você nem esteja consciente de que contribuiu muito com suas mentalizações.

O que ficará em você é a sensação de que a sua vida está cada vez mais de acordo com aquilo que você deseja. O grande segredo é lembrar que os dias são ciclos preciosos de nossa existência. Cada um deles que vivemos em harmonia é mais um passo em direção a uma vida integrada e feliz.

(Adaptado do livro “10 passos para um Dia Feliz”)
Por Rosana Braga
Meus amigos(as) a todos um otimo Dia de muita Paz
Força Sempre
Abraços
Claudio Pacheco

Um passo à frente


Evolução é sempre um passo à frente...
E, quando damos um passo para trás, o preço é alto e o coração sofre.
Porém, sempre é tempo de recomeçar e se renovar, olhando para frente e caminhando, para devolver ao coração o que foi perdido.
E, às vezes, é preciso amadurecer para se perceber isso.
E isso pode ser pela dor (que pode ser física, moral ou espiritual), ou pelo discernimento. Mas, o mais importante é refletir e ver por onde se perdeu... E dar a volta por cima, vencendo a si mesmo.

A Luz é um presente. E é a coisa mais preciosa de todas.
Mas, para aguentá-la, é preciso ser forte. E assim é também com o amor, que só é grande se o coração for forte.
A mesma coisa vale para os relacionamentos. Não basta só gostar, é preciso lutar e valorizar o presente de alguém de Luz junto de nossa jornada... E bem poucos compreendem isso.
É preciso dar um passo à frente...
E, para quem antes deu um passo para trás, agora é necessário correr, para recuperar o tempo perdido (tendo que dar dois passos para frente).
Por isso, é preciso mais força e empenho na direção do que é justo e claro.
O que importa é que todo dia é chance de recomeço.
Esse é um mundo lindo, mas com uma humanidade bem estranha. É só olhar e ver como as pessoas estão loucas e vazias, escorando-se só no dinheiro e nas posses físicas, ou mesmo no porte e idade do corpo físico, ou ainda, em prazeres e emoções pesadas demais.
Feliz daquele que consegue vencer essa pasmaceira geral, verdadeira hipnose consciencial, e vai além da mesmice... Honrando seu coração e sua luz.
Tudo de bom para você.

Paz e Luz.

Wagner Borges
Meus amigos(as) a todos uma otima Noite de muita Paz
Força Sempre
Abraços
Claudio Pacheco

A luta pela sobrevivência.

A luta pela sobrevivência está brutalizando o ser humano. As pessoas vivem extremamente pressionadas. A competição tem servido como justificativa para todos os tipos de absurdos. Milhões de anos depois do homem das cavernas, a vida continua sendo um campo de batalha. As pessoas destroem a si mesmas e aos outros para atingir suas metas. A maneira como constroem seu sucesso é agressiva, e a vitória é saboreada solitariamente, devido ao medo dos adversários.

O preço disso tudo tem sido muito alto. É impressionante o aumento do número de famílias desagregadas, do consumo de drogas e da violência insana que nos cerca. Há empresas cujos gerentes, com mais de dez anos de casa, sofreram infarto. Em muitas delas, as pessoas são consumidas como laranjas: espreme-se o suco e joga-se fora o que delas sobrou, o bagaço. Perdeu-se a dimensão do ser humano. Os Tempos Modernos de Chaplin estão cada dia mais atuais.

A sociedade transformou-se em um liquidificador de sonhos, triturando a nobreza da maioria das pessoas. Os sonhos vão sendo substituídos por destruição.

Na adolescência, queremos viver um grande amor, mas depois dominamos a pessoa amada.
Na juventude, sonhamos criar um planeta melhor, mas depois de algum tempo só pensamos em juntar o máximo possível de dinheiro.

Queremos ser amigos de nossos filhos, mas exigimos deles obediência incondicional.
No começo da vida profissional, toda pessoa quer um trabalho que a realize. Algum tempo depois, essa realização significa conseguir dinheiro suficiente para comprar tudo aquilo que se deseja ou para pagar as contas no final do mês.

Chamam a isso processo de maturidade. As pessoas substituem a ingenuidade pelo realismo. Na verdade, o que ocorre é um empobrecimento da vida. Os sonhos vão se atrofiando, diminuindo de tamanho, até se reduzir a prêmios de consolação.

Como uma loteria, a sociedade cria prêmios. Todos apostam suas vidas, mas poucos efetivamente conseguem sua realização pessoal. É triste ver tanta gente correndo atrás de ilusões.

Basta! Está na hora de colocarmos um ponto final nessa mentalidade pobre em que, para alguém ganhar, outro tem de perder. Mentalidade miserável como essa só pode criar um mundo miserável. A exploração começa na empresa, passa por marido ou esposa, chega aos filhos e, no final, você descobre que o maior prejudicado foi você mesmo. A lei da selva precisa acabar, e, para que isso aconteça, deve primeiro desaparecer dentro de nós.

É perfeitamente possível ganhar muito dinheiro e construir uma família feliz. Ter uma empresa lucrativa, na qual todos se sintam felizes de trabalhar. Ter um casamento feliz e criar uma vida profissional gratificante. Tudo isso é possível quando se tem fé na existência.
( Roberto Shinyashiki)
Meus amigos(as) a todos uma otima  tarde  de muita Paz
Força Sempre
Abraços
Claudio Pacheco

Livre- se do PASSADO


Algumas pessoas têm pena de si mesmas. Elas contam, com riqueza de detalhes, episódios tristes e dolorosos de suas vidas, guardados como se fossem recordações dignas de um álbum. Lamentáveis não são as situações sofridas, porque sofrimentos todos nós vivemos, mas as dificuldades que essas pessoas apresentam em superar os traumas sofridos e deixá-los no passado. É triste que algumas pessoas se disponham a viver colecionando dores, e, principalmente, rancores e amarguras. Tais lembranças só servem para aumentar o peso da existência. Seria muito melhor que fizessem um esforço para virar a página e deixar o passado se desfazer na poeira do tempo.

O maior perigo destas atitudes reside no fato de que toda a vida da pessoa fica contaminada pelos acontecimentos antigos e tudo que acontece é avaliado como repetição do passado. As pessoas que foram traídas passam a esperar de cada pessoa que delas se aproxima uma nova traição. Aqueles que foram agredidos vêem uma agressão a cada nova situação, e assim por diante. Além disso, quando cultivamos a pena de nós mesmos, estamos nos colocando voluntariamente em uma situação de fragilidade e inferioridade.

É preferível tentarmos esquecer o passado e nos esforçarmos para conseguirmos nos libertar dos sentimentos negativos. Devemos aprender quais são os nossos ideais e lutar para conquistá-los. Mais ainda, precisamos estabelecer projetos de vida que sejam passíveis de realização e nos ligarmos neles e em sua execução. Isto é muito mais positivo do que ficarmos vitimados por infortúnios passados, negando a possibilidade de conquistar a felicidade.

Dr. Luiz Alberto Py
Meus amigos(as) a todos um otimo Dia de muita Paz
Força Sempre
Abraços
Claudio Pacheco

quarta-feira, 23 de maio de 2012

Eu me liberto de todo medo

- Eu me liberto de todo medo e hesitação e a vida se torna simples e fácil para mim.

- Crio para mim um mundo sem estresse.

- Relaxo todos os músculos do pescoço e libero a tensão dos meus ombros.

- Inspiro e expiro lentamente, ficando mais relaxado cada vez que respiro.

- Sou uma pessoa capaz e posso lidar com qualquer situação que surja.

- Sou equilibrado e centrado. Sinto-me mais seguro a cada dia.

- Tenho um temperamento calmo e sou emocionalmente equilibrado.

- Sinto-me bem comigo mesmo e com as outras pessoas.

- Estou seguro ao expressar meus sentimentos. Posso manter a serenidade em qualquer situação.

- Tenho um relacionamento fabuloso com os amigos, com os membros da família e colegas de trabalho. Eles todos gostam de mim.

- Estou bem com minhas finanças. Sempre posso pagar minhas contas no prazo.

- A segurança financeira me deixa tranqüilo em relação ao futuro.

- Vivo sempre em uma atmosfera de amor em casa ou no trabalho.

- Confio em mim para lidar com quaisquer problemas que surjam durante o dia.

- Sei que o estresse é apenas medo. Liberto-me agora de todos os medos.

- Liberto-me dos meus medos infantis. Sou uma pessoa segura e capaz.

- Quando sinto qualquer tensão, lembro-me de relaxar todos os músculos e órgãos do corpo.

- Eu me liberto de toda a negatividade que existe em meu corpo e em minha mente.

- Estou realizando mudanças positivas em todas as áreas da minha vida.

- Tenho força para manter a calma diante das mudanças.

- Quero aprender com as dificuldades. Quanto mais aprendo, mais cresço.

- Não importa a idade que eu tenha, posso sempre aprender mais, e faço isso com confiança.

- Medito regularmente e colho os benefícios desta prática.

- Fecho os olhos, tenho pensamentos positivos, inspiro e expiro a bondade.

- Tenho força para manter a calma diante das mudanças.
(Louise Hay)
Meus amigos(as) a todos uma otima  tarde  de muita Paz
Força Sempre
Abraços
Claudio Pacheco

Ninguém pertence à ninguém

Este também é um sentimento difícil de lidar, como a solidão. É um sentimento egoísta, de posse, que pode enlouquecer uma pessoa ou levá-la a cometer um crime.

Quando se trata de ciúme, muitas pessoas dizem: "Ah, uma dose de ciúme tempera um relacionamento...". E o que faria uma dose exagerada de ciúme?

O sal, em pouca dose, tempera uma comida. Ela fica agradável de ser ingerida. Mesmo sabendo que o sal é uma substância que faz mal à saúde. Como o ciúme também faz mal... em qualquer dose.Se salgamos demais a comida, ela fica impossível de ser apreciada. O ciúme também.

Muitos relacionamentos terminam por causa deste sentimento egoísta.

Devemos lembrar que TODOS somos seres individuais e LIVRES. Ninguém pertence à ninguém, portanto não podemos exigir que esta ou aquela pessoa fique 24 horas à nossa disposição. Não temos donos e não somos donos de ninguém.

Qualquer pessoa que se sinta presa, oprimida ou "engaiolada" sentirá a imensa vontade de ver-se livre de sua prisão e fará de tudo para isto. Portanto, nós, que ainda somos seres imperfeitos e sentimos ciúme, devemos testar nosso auto-controle e respeito ao ser amado, deixando-o à vontade para fazer as escolhas e tomar decisões sobre a sua vida (vida DELE(A) e não a sua).

Se você perdeu o seu amor porque é muito ciumenta(o), trabalhe a mudança interior. Mostre que você pode ser uma pessoa melhor. Diga-lhe o que lhe incomoda. O porquê de você sentir tanto ciúme. Fale (e MOSTRE) que você mudou , que você pode mudar. Se você sente ciúme é porque a pessoa amada lhe deixa insegura(o) . Mas não exija demais dele(a). Ninguém pode ser aquilo que não é. Ninguém vai além do que é capaz de fazer ou ser. Ao invés de querer mudar o outro , mude-se a si mesma(o). Comece a renovação interior por você e seja o exemplo para o outro. Se você acha que o seu amado tem defeitos, antes de apontá-los , olhe-se no espelho. Talvez os mesmo defeitos que você encontre nele(a) também encontre em você. Que tal experimentar?
Meus amigos(as) a todos um otimo Dia de muita Paz
Força Sempre
Abraços
Claudio Pacheco

terça-feira, 22 de maio de 2012

Romances Virtuais

Romances iniciados e vivenciados na Internet são um fato que ninguém mais pode negar. Alguns dão certo, outros não. Uns acontecem por acaso, entre pessoas que se cruzam casualmente na Via Láctea eletrônica, outros são fruto de uma busca intencional e persistente de parceiros adequados que estejam nas salas de chat, abertos para um envolvimento.

O que está levando homens e mulheres de todas as idades a procurarem cada vez mais por este tipo de relacionamento? Até que ponto se pode obter satisfação emocional numa relação virtual? E o que acontece quando a emoção sai da telinha e tem que se confrontar com a realidade da vida? Quem afinal procura uma relação com alguém que nunca viu?

A psicanalista Alice Bittencourt, membro da Sociedade Brasileira de Psicanálise do Rio de Janeiro, viu tantos e tão interessantes casos de relacionamentos através da Internet que resolveu escrever um livro sobre o assunto. Sua conclusão é a de que, de fato, este tipo de relacionamento pode ser uma solução positiva para muita gente que tem dificuldades de se aproximar de seres de carne e osso.

Quando a coisa dá certo - segundo ela, numa proporção de mais ou menos 50% dos casos - bloqueios graves podem ser resolvidos, e ela já viu muitos ganharem uma confiança que não tinham antes e conseguirem se estabilizar afetivamente.

Quando o tiro sai pela culatra, porém, e o engano se confirma, a decepção acontece e o sofrimento nada a deixa a desejar a qualquer relacionamento do mundo real que termine em desilusão. As depressões acontecem da mesma forma quando existe perda e frustração.

Portanto, é preciso ter cuidado e estar atento para todos os detalhes que compõem esta atraente faca de dois gumes que é a relação via Internet. Por um lado, quem entra nessa pode ganhar o prêmio de um encontro mais direto com os sentimentos verdadeiros de um possível parceiro. Mas, por outro lado, se arrisca a se apaixonar por um personagem que nunca existiu. Vale a pena tentar?

Segundo Alice Bittencourt, “vale, desde que se saiba dosar. A Internet é como o álcool. É uma maravilha, mas só até o ponto em que começa a tirar você da realidade. É preciso saber a hora de parar. Até porque, se a pessoa perde a noção do limite, acaba caindo numa frustração. Nada substitui o toque, o cheiro, o olhar”.

Para quem está decidido a explorar as possibilidades eletrônicas de encontrar um amor virtual, vale um mergulho nas águas que atraem navegantes de todas as espécies.

Por Virgínia Cavalcanti
Meus amigos(as) a todos uma otima Noite de muita Paz
Força Sempre
Abraços
Claudio Pacheco

O Sentimento De Culpa


"A verdade sai do erro. Por isso nunca tive medo de errar, nem dele me arrependi seriamente"

Essa frase do psiquiatra suíço C. G. Jung (1875-1961) nos faz refletir sobre muitas coisas... Quase sempre chegamos na verdade ao errarmos. É isso mesmo! Mas, quantos erros cometemos até chegarmos na verdade? Isso não importa, o que deve importar mesmo é a experiência adquirida e o crescimento obtido. Mas nem sempre temos essa consciência e, na maior parte do tempo, os erros cometidos são transformados em culpas. Alguns passam a vida errando e se culpando; outros sendo vítimas dos erros dos outros, e culpando-os; outros não fazem nada ou em tudo que fazem, são culpados; e outros, ainda para justificarem seus próprios erros, nos culpam. Que loucura, não?

Culpa é o sentimento de ser indigno, mau, ruim, carrega remorso e censura. A culpa é o resultado de muita raiva guardada que se volta contra nós mesmos. Poderíamos resumir assim:

Raiva + mágoas reprimidas = culpa = autopunição

Esse sentimento que corrói nossa alma e que muitas vezes nos impede de sermos nós mesmos, tem muitas variáveis difíceis de se esgotar. Mas podemos refletir sobre alguns aspectos geradores de culpa.

Características de quem sente culpa

- Preocupação excessiva com a opinião dos outros;
- Sente-se mal quando recebe algo, pois na verdade não se considera digno de aceitar o que os outros dão;
- Fala repetidamente sobre o que motivou a sentir culpa;
- Raiva reprimida;
- Dificuldade em assumir responsabilidade pelos próprios atos;
- Sente-se rejeitado;
- Responsabiliza o outro pelo próprio sofrimento;
- Sente-se vítima em algumas ou muitas situações;
- Geralmente se pune ficando doente, ou sendo vítima freqüente de acidentes, ou seja, autopunições constantes;
- Dificuldade em expressar os reais sentimentos;
- Não consegue falar 'não';
- Necessidade em agradar;
- Sempre fazendo algo pelos outros e raramente para si mesmo;
- Dificuldade em fazer algo só para si;
- Não consegue administrar o tempo, pois está sempre sobrecarregado;
- Baixa auto-estima;
- Falta de amor-próprio.

Você pode se identificar com essas características ou ter outras, o importante é reconhecer que a culpa traz muitas conseqüências em nosso modo de ser e agir. Perceba como se sente, elevando assim seu autoconhecimento para mudar o que te faz sofrer.

A culpa pode ser gerada pela(o):

- Religião;
- Morte;
- Manipulação;
- Crítica;
- Regras;
- Acusações;
- Repressão;
- Rigidez;
- Inflexibilidade;
- Julgamento;
- Controle;
- Dependência;
- Superproteção;
- Raiva;
- Medo;
- Rejeição;
- Abandono;
- Abusos;
- Mentira;
- Prazer;
- Felicidade;
- Dinheiro;
- Sucesso;
- Expectativa;
- Comparações;
- Necessidade de agradar;
- Comodismo/ falta de atitude;
- Sentimentos de impotência;
- Preconceito;
- Segredos, principalmente entre os familiares.

Aqui estão algumas causas do sentimento de culpa. A origem de sua culpa pode ser outra, ou serem várias. Procure ter a consciência exata da origem do seu sentimento de culpa. Explore um pouco mais sobre o que gerou em você a culpa. Comece perguntando-se: O que me faz sentir culpa? De não ter sido amado? Ter sido rejeitado, abandonado? Ter acreditado que recebia amor, quando na verdade recebia apenas o que acreditava ser amor? Ter sido vítima de maus tratos e abuso sexual ainda criança? Terem me ocultado a verdade, o que me obrigou a acreditar e conviver com a mentira? De não ter sido amado?

Faça uma lista de todas as culpas que você sente, por maior que possa ser a lista, faça! Isso o ajudará a compreender melhor seus sentimentos e conflitos gerados pela culpa. Analise as situações em que aconteceram os fatos e se você efetivamente tinha condições de agir diferente de como agiu. Depois continue sua análise. Onde, quando e por que começou cada uma delas? Quais são as situações que me sinto culpado pelo que fiz ou deixei de fazer? Quais eram meus valores em relação ao assunto quando agi daquela forma? Se fosse hoje minha atitude seria diferente? Como? Quem fazia ou faz com que eu me culpe? Busque a relação da culpa atual com seu histórico de vida. O objetivo desse exercício não é buscar mais culpados, mas explorar os motivos pelos quais ainda se culpa, se responsabilizando pelos seus atos, e mudar o que pode ainda ser mudado, libertando-se desse sentimento que aprisiona e impede o crescimento.

Conseqüências da culpa

- Autopunição;
- Medo;
- Sofrimento;
- Remorso;
- Estagnação;
- Doença - segundo alguns estudos, a culpa está presente em praticamente a maioria das pessoas portadoras de câncer;
- Tristeza/depressão;
- Submissão;
- Prisão emocional;
- Solidão;
- Dificuldade em impor limites, dizer não;
- Fuga através do álcool, drogas;
- Compulsão alimentar;
- Conflitos internos e nas relações ;
- Dificuldade em sentir prazer;
- Destruição da auto-estima e amor-próprio.

As conseqüências da culpa são muitas, isso ocorre porque com a culpa está sempre presente a necessidade, ainda que inconsciente, de autopunição. É certo que a culpa pode ser um sinal de alerta sobre falta de limite e respeito pelo outro; ou a indicação que é preciso mudar algum padrão de comportamento. Caso contrário, poderá continuar machucando aqueles que lhes são mais caros.

O mais indicado sempre é responsabilizar-se e não se culpar, pois a culpa faz com que permaneçamos no papel de vítima e esse traz apenas estagnação e repetição de padrão, não proporciona crescimento. A responsabilidade faz com que acreditemos na capacidade de mudar. E todos nós temos essa capacidade!

Por Rosemeire Zago
Meus amigos(as) a todos um otimo Tarde de muita Paz
Força Sempre
Abraços
Claudio Pacheco

Simplesmente seja você mesmo

"Simplesmente seja você mesmo
e isso é o bastante.
Você é aceito pelo sol,
você é aceito pelas estrelas,
você é aceito por todo este universo.
Você é aceito pelo oceano,
você é aceito pela terra,
você é aceito pelas árvores.
Simplesmente deleite-se neles.
Aceite humildemente sua imperfeição,
suas fraquezas,
seus fracassos.
Não há necessidade de fingir o contrário.
Seja simplesmente você mesmo.
"É assim que eu sou",
o que há de errado nisso?
Você é simplesmente humano.
Quando você se aceita,
você é capaz de aceitar os outros.
Aceitando-os,
você irá ajudá-los a aceitar a si mesmos.
Podemos provocar esta mudança:
você se aceita e aceita os outros.
E porque alguém os aceita,
eles aprendem quanta paz se sente,
e começam a aceitar os outros.
Se a humanidade toda chegar a esse ponto
em que cada um seja aceito,
boa parte da infelicidade
irá simplesmente desaparecer,
os corações se abrirão
e o amor estará fluindo."

(Osho)

Meus amigos(as) a todos um otimo Dia de muita Paz
Força Sempre
Abraços
Claudio Pacheco

segunda-feira, 21 de maio de 2012

Ame a si mesmo

Somente uma pessoa amorosa, aquela que realmente é amorosa; pode encontrar o parceiro certo.

Essa é minha observação: se você está infeliz você irá encontrar alguém também infeliz. Pessoas infelizes são atraídas pelas pessoas infelizes. E isso é bom, é natural. É bom que as pessoas infelizes não sejam atraídas pelas pessoas felizes; senão elas destruiriam a felicidade delas. Está perfeitamente bem.

Somente pessoas felizes são atraídas pelas pessoas felizes. O semelhante atrai o semelhante. Pessoas inteligentes são atraídas pelas pessoas inteligentes; pessoas estúpidas são atraídas pelas pessoas estúpidas.

Você encontra as pessoas do mesmo plano. Então a primeira coisa a lembrar é: um relacionamento está fadado a ser amargo se este surgiu da infelicidade.

Primeiro seja feliz, seja alegre, seja festivo e então você encontrará alguma outra alma festiva e haverá um encontro de duas almas dançantes e uma grande dança irá surgir disso.

Não peça por um relacionamento a partir da solitude, não. Assim você estará indo na direção errada. Então o outro será usado como um meio e o outro lhe usará como um meio. E ninguém quer ser usado como um meio! Cada indivíduo único é um fim em si mesmo. É imoral usar alguém como um meio.Primeiro aprenda como ser só. A meditação é um caminho para ficar sozinho.

Se você puder ser feliz quando você está só, você aprendeu o segredo de ser feliz. Agora você pode ser feliz acompanhado. Se você é feliz, então você tem alguma coisa para compartilhar, para dar. E quando você dá, você obtém; não é de outra maneira. Assim surge uma necessidade de amar alguém.

Geralmente a necessidade é de ser amado por alguém. É a necessidade errada. É uma necessidade infantil; você não está amadurecido. É uma atitude infantil.

Uma criança nasce. Naturalmente, a criança não pode amar a mãe; ela não sabe o que é amar e ela não sabe quem é a mãe e quem é o pai. Ela está totalmente desamparada. Seu ser ainda está para ser integrado; ela ainda não está reunida.

Ela é somente uma possibilidade. A mãe precisa amar, o pai precisa amar, a família precisa banhar a criança de amor. Agora ela aprende uma coisa: que todos têm que amá-la. Ela nunca aprende que ela precisa amar. Agora a criança irá crescer e se ela permanecer presa nessa atitude que todo mundo tem que amá-la, ela irá sofrer por toda sua vida. Seu corpo cresceu, mas sua mente permaneceu imatura.

Uma pessoa amadurecida é aquela que chega a conhecer a necessidade do outro: que agora tenho que amar alguém.

A necessidade de ser amado é infantil, imatura. A necessidade de amar é maturidade.

E quando você está preparado para amar alguém, um belo relacionamento irá surgir; de outra maneira não.

"É possível que duas pessoas num relacionamento sejam más uma para com a outra"?

Sim, isso é o que está acontecendo por todo o mundo. Ser bom é muito difícil. Você não é bom nem para si mesmo.

Como você pode ser bom para outra pessoa?

Você nem mesmo ama a si próprio! Como você pode amar outra pessoa? Ame a si mesmo, seja bom para si mesmo.

Os seus assim chamados santos têm lhe ensinado a nunca amar a si mesmo, para nunca ser bom para si mesmo.

Seja duro consigo mesmo! Eles têm lhe ensinado a ser delicado para com os outros e duro para consigo mesmo. Isso é um absurdo.

Eu lhe ensino que a primeira e mais importante coisa é ser amoroso para consigo mesmo. Não seja duro; seja delicado.

Cuide de si mesmo. Aprenda como se perdoar, cada vez mais e novamente; sete vezes, setenta e sete vezes, setecentos e setenta e sete vezes. Aprenda como perdoar a si próprio. Não seja duro; não seja antagônico consigo mesmo.

Assim você irá florescer.

Nesse florescimento você atrairá alguma outra flor. Isso é natural. Pedras atraem pedras; flores atraem flores. Assim há um relacionamento que possui graça, que possui beleza, que possui uma bênção nele.

Se você puder achar um relacionamento assim, seu relacionamento crescerá para uma oração; seu amor se tornará um êxtase e através do amor você conhecerá o que é o divino.

(Osho)
Meus amigos(as) a todos uma otima  tarde  de muita Paz
Força Sempre
Abraços
Claudio Pacheco

O ciúme

Um tema muito polêmico e que está presente hoje na sociedade como um todo. Ninguém sabe como começa ou onde surge, mas o ciúme acontece e isso prejudica as pessoas em suas relações. Para alguns, parece até ser um bom sinal, o parceiro está se importando com o que está acontecendo de alguma maneira, mas com o tempo esse bom sinal se transforma em uma doença que dificilmente terá algum remédio. É a partir desse momento que as relações entre o casal começa a se desgastar. Você já parou para pensar ou refletir realmente o que é o ciúme? O dicionário diz que é o medo de perder o objeto amado, mas será somente isso? Para alguns, pode ser a falta de confiança no parceiro o que faz com que essa doença comece a nascer e estrague uma relação. Mas na verdade, não é bem assim, pois o ciúme é a falta de confiança sim, mas não no parceiro e sim em si próprio. Pensando não ser capaz de atingir ou realizar algo, você acaba pensando que a pessoa que está com você a trocará por outra e esse medo faz com que você tenha as reações denominadas de “ciúme”. Se essa doença tem cura? Como qualquer doença ela te uma solução sim, mas para você se curar dela, só há um antídoto: Você querer mudar e tomar a iniciativa para isso. Pensado que você é capaz, acreditando e agindo com essa idéia, o ciúme não virá a aparecer e assim não irá estragar a relação que você tem com o seu companheiro. Evite também falar de assuntos que tragam lembranças ruins, de momentos em que essa epidemia esteve presente, afinal, para que ficar relembrando um passado amargo? Se for necessário para você, procure algum tipo de auxílio, onde você poderá tratar de problemas como a auto-estima e a autoconfiança. Após tudo isso, você mesmo se sentirá muito melhor e o seu romance estará cada vez mais forte com o seu verdadeiro amor. O ciúme não constrói nada de positivo, muito pelo contrário, destrói aquilo que há de mais bonito, como duas pessoas que se amam e que estão juntas. Pense nisso. A solução está apenas em suas mãos.
Meus amigos(as) a todos um otimo Dia de muita Paz
Força Sempre
Abraços
Claudio Pacheco

domingo, 20 de maio de 2012

Deletando VIRUS do cerebro

As pessoas andam muito preocupadas com os vírus em seus programas de computador, mas se esquecem que há certos tipos de pensamentos automáticos que provocam verdadeiras panes em suas próprias mentes.

Passe agora um ANTIVÍRUS em seu cérebro! Se detectar algum desses vírus, delete-o imediatamente:

Vírus 1: Vírus do sempre/nunca:
Esse vírus ocorre quando você pensa que alguma coisa que aconteceu vai SEMPRE se repetir, ou que você NUNCA vai conseguir o que quer.

Variantes do vírus
Ele SEMPRE me diminui, ninguém vai telefonar pra mim, eu NUNCA vou conseguir um aumento, todo mundo SEMPRE se aproveita de mim, meus filhos NUNCA me ouvem. Quando você perceber este vírus, delete-o usando os programas da sua consciência.

Vírus 2: Vírus do negativismo:
Ocorre quando seus pensamentos refletem apenas o lado ruim de uma situação e ignoram qualquer parte boa. Delete-o com o programa otimismo.exe.

Vírus 3: Vírus de catástrofe:
Esse terrível vírus ocorre quando você prevê o pior resultado possível de uma situação. Ele provoca um colapso em suas iniciativas, fazendo-o desistir antes de tentar. O antivírus para este é cair na real.

Vírus 4: Vírus de leitura das mentes:
Este vírus está agindo sempre que você acha que sabe o que as pessoas estão pensando, mesmo que elas não lhe tenham dito nada. O antivírus é lembrar que já é meio difícil ler a própria mente, quanto mais a dos outros.

Vírus 5: Vírus pensar com sensações:
Estes vírus em geral te infectaram em alguma situação desagradável no passado. Agora, situações semelhantes vão provocar pensamentos negativos: "Eu tenho a sensação que isso não vai dar certo"... Simplesmente DELETE O BICHO!

Vírus 6: Vírus da culpa:
Substitua palavras como: eu deveria, eu preciso, eu poderia, eu tenho que... Por: Eu quero, eu vou, eu posso fazer assim... Não fique centrado no passado. Use o "antivírus momento presente".

Vírus 7: Vírus rotulação:
Sempre que esse vírus coloca um rótulo em você mesmo ou em outra pessoa, ele detém a sua capacidade de ter uma visão clara da situação; Variantes - Tonto, frígida, arrogante, irresponsável e mais de um milhão de rótulos auto-instaláveis. O rótulo generaliza, transformando a realidade das pessoas em imagens virtuais de sua imaginação infectada. O melhor anti vírus pra ele é o "ampliação da consciência.exe ".

Vírus 8: Vírus da personalização:
Esse faz você levar tudo pro lado pessoal. Exemplo: Quando alguém passa por você de cara amarrada e não te cumprimenta, o vírus faz CRER que a pessoa certamente está com raiva de você. A "expansão da consciência.exe"deleta muito bem este tipo de vírus.

Vírus 9: Vírus culpar os outros:
É um dos piores vírus! Ao culpar automaticamente os outros pelos problemas da Sua vida, este vírus o torna impotente para responsabilizar-se pelo próprio destino. Incapaz de mudar qualquer coisa. Use o "antivírus da auto-estima.exe " e pare de projetar nos outros as suas próprias culpas.

Vírus 10: Vírus do medo:
É o pior de todos os vírus do pensamento! Comprime completamente sua vida. Bloqueia todo o sistema de sua realização e de relacionamento. Delete os "reflexos da intimidação exteriores a VC" e instale o programa "auto-confiança"!

MANTENHA OS SEUS ANTIVÍRUS DE PENSAMENTO SEMPRE ATIVADOS, POIS NUNCA SE SABE QUANDO ESSAS PRAGAS VOLTAM A ATACAR!
Meus amigos(as) a todos uma otima Noite de muita Paz
Força Sempre
Abraços
Claudio Pacheco

Todo dia é menos um dia;

Todo dia é menos um dia;
menos um dia para ser feliz;
é menos um dia para dar e receber;
é menos um dia para amar e ser amado;
é menos um dia para ouvir e, principalmente, calar!

Sim, porque calando nem sempre quer dizer
que concordamos com o que ouvimos ou lemos,
mas estamos dando a outrem a chance de pensar,
refletir, saber o que falou ou escreveu.

Saber ouvir é um raro dom, reconheçamos.
Mas saber calar, mais raro ainda.
E como humanos estamos sujeitos a errar.
E nosso erro mais primário, é não saber
Ouvir e calar!

Todo dia é menos um dia para dar um sorriso,
Muitas vezes alguém precisa, apenas de um sorriso
para sentir um pouco de felicidade!

Todo dia é menos um dia para dizer:
- Desculpe, eu errei!
Para dizer:
- Perdoe-me por favor, fui injusto!

Todo dia é menos um dia;
Para voltarmos sobre os nossos passos.
De repente descobrimos que estamos muito longe
E já não há mais como encontrar
onde pisamos quando íamos.
Já não conseguiremos distinguir nossos passos
de tantos outros que vieram depois dos nossos.

E se esse dia chega, por mais que voltemos;
estaremos seguindo um caminho, que jamais
nos trará ao ponto de partida.

Por isso use cada dia com sabedoria.
Ouça e cale se não se sentir bem;
Leia e deixe de lado, outra hora você vai conseguir
interpretar melhor e saber o que quis ser dito.

(Carlos Drumonnd de Andrade)
Meus amigos(as) a todos uma otima  tarde  de muita Paz
Força Sempre
Abraços
Claudio Pacheco

O Futuro esta em suas ações hoje


Na vida não precisamos acertar sempre,

Mas a cada dia errar menos.

E é necessário que a cada erro,

Aprendamos o máximo possível.

Para que esses erros tornem-se experiências aproveitáveis,

Das quais precisaremos no futuro, para não cometer os mesmo erros.

Mesmo sabendo que muitas dessas experiências machucam,

Nos trazem lembranças que fazem sofrer,

E que preferimos esquecer.

Ainda assim, temos que ter consciência que devemos aproveitá-las

Para a cada dia errarmos menos e acertramos mais.

Porque a vida é assim, cheia de surpresa

E precisamos aprender a conviver com ela.

Caso contrário, não conseguiremos ser alguém,

E certamente não estamos aqui por acaso,

Sem razão, á toa, sem um objetivo à conquistar.

Estamos em busca de um espaço,

Para deixarmos de ser mais um neste mundo.

Por isso temos obrigação de aprender

A viver e conviver com a realidade.

Tendo consciência de que em nossas mãos

Está o nosso futuro.

Dependendo principalmente do que somos no presente,

O que seremos neste futuro bem próximo.

Precisamos ter em mente algo muito importante:

Que devemos ser sempre nós mesmos,

Respeitando ao nosso próximo como a si próprio.

Quando vermos que isto está acontecendo,

Então sentiremos que nossos erros tornaram-se experiências.

E que isso, é como um sinal de nosso amadurecimento.

Ou seja, que deixamos de ser crianças

E passamos a ser adultos,

Não no físico e sim no mental.
Meus amigos(as) a todos um otimo Dia de muita Paz
Força Sempre
Abraços
Claudio Pacheco

sábado, 19 de maio de 2012

Amar ou Ser Amado?


Se pudéssemos escolher apenas uma alternativa...
O que seria mais importante?
Amar ou Ser Amado?
Por mais que pensemos...
Fica realmente difícil encontrar uma resposta...
Mas podemos tentar...
Vamos presumir que a alternativa escolhida fosse Amar...
Como é bom Amar...
Sentir o coração bater mais forte...
As mãos frias e trêmulas...as pernas fracas...
O sorriso nos lábios...
Sim, porque o sorriso faz parte do amor e como faz!
Quando amamos, temos o privilégio de sorrir mais...
Sorrimos até quando estamos parados, com o pensamento longe...
Sorrimos das próprias lembranças que esse amor nos traz...
e muitas vezes, quando nos damos conta...
Estamos lá, não importa aonde...
Mas estamos com o sorriso nos lábios...
Até mesmo parados no farol a caminho de casa...
No meio de um trabalho...
Quem estiver prestando atenção na gente... provavelmente não vai
entender nada...
Mas, se essa pessoa também já amou
alguma vez na sua vida...
Ah, com certeza vai entender porque estamos assim... e vai sorrir
também só em lembrar como ela
já ficou um dia por causa do amor...
Quando pensamos na pessoa amada,
uma enorme sensação de leveza
vai tomando conta do nosso corpo...
Da nossa mente...da nossa alma...assim, sem pedir licença...
Mas é uma sensação tão maravilhosa que não importa, ela é tão boa
que não precisa mesmo pedir licença...
pode ir entrando e tomando
conta do nosso ser...
Sensação de plenitude...
E, agora, vamos pensar na outra escolha...
Ser amado...
Como é maravilhoso também saber que existe alguém que nos ama...
Que se importa conosco...
Que se preocupa com tudo o que nos possa acontecer...
Que teme que nos aconteça algo de errado...
A pessoa que nos ama está sempre vigilante...
Tentando nos proteger de situações
que poderiam nos machucar, e
consequentemente machucar a esta pessoa também, sim, porque não
podemos nos esquecer de tudo que foi dito anteriormente sobre
amar...
Quando somos amados, se algo de
errado nos acontece, o ser que nos
ama sofre muito com isso,
talvez sofra mais do que nós mesmos
poderíamos sofrer...
O ideal seria escolher as duas alternativas
Amar e Ser Amado
Pois os dois sentimentos se completam
Mas, nem sempre é assim...
O ideal seria:
Saber Amar e Ser Amado
Mas isto é privilégio de poucos...
talvez privilégio de quem já aprendeu
muito com o amor, já cresceu
muito com ele, e por isso talvez até
consiga entendê-lo melhor...
O ideal seria:
Amar sem sufocar... Amar sem aprisionar...
Amar sem cobrar... Amar sem exigir...
Amar sem reprimir, simplesmente Amar...
E
Ser Amado sem se sentir sufocado...
Sem se sentir aprisionado...
Sem se sentir cobrado...
Sem se sentir exigido...
Sem se sentir reprimido
Simplesmente Ser Amado!
Pois do que nos adiantaria Amar sem Ser Amado
e Ser Amado sem Amar?

(Gisilaine Andrade)
Meus amigos(as) a todos uma otima  tarde  de muita Paz
Força Sempre
Abraços
Claudio Pacheco

sexta-feira, 18 de maio de 2012

Tenha determinação

A vida melhora imensamente quando você pára de deixar as coisas acontecerem e passa a fazer as coisas acontecerem.

Ao invés de ser uma vítima, seja alguém que faz.

Ao invés de procurar alguém para culpar, procure pelo que você pode fazer. Ao invés de perguntar:
"Por que isso aconteceu comigo?", pergunte "O que posso fazer?"

Estabeleça suas prioridades e concentre-se em seus
objetivos.

Nenhuma situação pode lhe derrotar quando você vive com determinação. As coisas que lhe acontecem têm uma importância menor ao lado do que você pode fazer com elas.

Seu senso de direção, seu foco, seu comprometimento e ação eficaz guiarão você em qualquer situação, não importa o que aconteça.

Seja responsável – nos seus pensamentos, suas palavras, suas crenças, suas ações – pelas coisas que acontecem, e elas serão muito mais ao seu gosto. Faça a vida acontecer e ela acontecerá para você também.
Meus amigos(as) a todos um otimo Dia de muita Paz
Força Sempre
Abraços
Claudio Pacheco

Qual é a importância de ter um ideal na vida?

Todos têm um ideal na vida, mas são tão poucos os que realmente chegam lá.

A maioria das pessoas acaba envolvendo-se de tal modo com a luta pela sobrevivência que quase esquece o seu grande sonho.


Qual é a importância de ter um ideal na vida? Se não tiver um, nem um guindaste tira você da cama de manhã – Sem contar o tipo de pessoa rude e chata em que vai se transformar.

Achar também que a felicidade só chegará quando o ideal for alcançado é o que acontece com 90% das pessoas.

Tem gente que diz "ah, eu só serei feliz quando tiver um apartamento de cobertura ou quando tiver um carro importado e por aí afora..."

Vincular uma coisa à outra acaba levando ao fracasso.

A felicidade tem que estar no caminho da conquista.

Enquanto você estiver trilhando o caminho para o ideal, estará feliz. Esse é o segredo.

É importante você descobrir a sua melhor aptidão.

Muitas pessoas pensam assim: eu preciso ganhar dinheiro. Mas quem puder exercer sua aptidão vai ganhar muito mais dinheiro com ela, porque saberá fazer o trabalho bem feito.

A receita é a combinação de dois fatores: aptidão e competência. Aptidão você tem, competência você desenvolve, você aprende.

Pessoas que venceram na vida transformaram o treinamento em hábito.

Existem pessoas que até chegam ao sucesso por acaso, mas caso não se preparem para sustentá-lo, perdem tudo.

É comum ver artistas e esportistas fazerem sucesso da noite para o dia.

As pessoas se deixam levar muito por esses modelos de sucesso, mas quando almejam uma coisa que não tem a ver com a sua aptidão, pagam um preço muito caro.

É preciso saber lidar com o fracasso. É preciso fazer dele uma bússola.

Quando a gente fracassa, descobre o caminho por onde não é bom ir.

Também não é bom projetar expectativas nos outros.

Se em vez de assumir sua incapacidade a pessoa simplesmente joga a culpa no outro, não cresce e não realiza sua vida.

Enquanto você não assumir a responsabilidade pelo que acontece, vai achar que tudo o que faz está bom.

No dia em que assumir, você cresce.

Existe também um preço a pagar pela realização do ideal.

Fazer um curso no sábado ou ficar 15 dias mergulhado num trabalho, preencher um relatório que tem de ser preparado...

Sempre haverá um preço a pagar, mas muita gente não está disposta a isso.

O que é preciso fazer? Primeiro, descobrir sua aptidão, depois, desenvolver a sua competência e aí então, estabelecer um foco, evitar “negativos” de plantão que só falam sobre notícias ruins e assumir a responsabilidade por sua vida.

Eis aí uma receita de sucesso com ideal de vida, mostrando que a viagem pode ser tão boa quanto o destino, mas entendendo que a felicidade não é o destino, e sim, a viagem.

Pense nisso.
Meus amigos(as) a todos uma otima Noite de muita Paz
Força Sempre
Abraços
Claudio Pacheco

O PRESENTE

O PRESENTE ESCUTAR...
Mas você deve realmente escutar. Sem interrupção, sem distração, sem planejar sua resposta. Apenas escutar.

O PRESENTE AFEIÇÃO...
Seja generoso com abraços, beijos, tapinhas nas costas e aperto de mãos. Deixe estas pequenas ações demonstrarem o amor que você tem por família e amigos.


O PRESENTE SORRISO....
Junte alguns desenhos. Compartilhe artigos e histórias engraçadas. Seu presente será dizer, "Eu adoro rir com você."

O PRESENTE BILHETINHO...
Pode ser um simples bilhete de "Muito obrigado por sua ajuda" ou um soneto completo. Um breve bilhete escrito à mão pode ser lembrado pelo resto da vida, e pode mesmo mudar uma vida.

O PRESENTE ELOGIO...
Um simples e sincero, "Você ficou muito bem de vermelho", "Você fez um super trabalho" ou "Que comida maravilhosa" faz o dia de alguém.

O PRESENTE FAVOR...
Todo dia, faça algo amável.

O PRESENTE SOLIDÃO...
Tem momentos em que nós não queremos nada mais do que ficar sozinhos. Seja sensível à esses momentos e dê o presente da solidão ao outro.

O PRESENTE DISPOSIÇÃO...
A maneira mais fácil de sentir-se bem é colocar-se à disposição de alguém, e isso não é difícil de ser feito.
Meus amigos(as) a todos uma otima  tarde  de muita Paz
Força Sempre
Abraços
Claudio Pacheco

O mundo inteiro está cheio de pessoas

O mundo inteiro está cheio de pessoas.

Há pessoas caladas
que precisam de alguém para conversar.

Há pessoas tristes
que precisam de alguém que as conforte.



Há pessoas tímidas
que precisam de alguém que as ajude vencer a timidez.

Há pessoas sozinhas
que precisam de alguém para brincar.

Há pessoas com medo
que precisam de alguém para lhes dar a mão.

Há pessoas fortes
que precisam de alguém que as faça pensar
na melhor maneira de usarem a sua força.

Há pessoas habilidosas
que precisam de alguém para ajudar a descobrir
a melhor maneira de usarem a sua habilidade.

Há pessoas que julgam
que não sabem fazer nada e precisam de alguém
que as ajude a descobrir o quanto sabem fazer.

Há pessoas apressadas
que precisam de alguém para lhes mostrar
tudo o que não tem tempo para ver.

Há pessoas impulsivas
que precisam de alguém que as ajude a não magoar os outros.

Há pessoas que se sentem de fora
e precisam de alguém que lhes mostre o caminho de entrada.

Há pessoas que dizem
que não servem para nada e precisam de alguém
que as ajude a descobrir como são importantes.

Precisam de alguém
Talvez de ti ...
Meus amigos(as) a todos uma otima  tarde  de muita Paz
Força Sempre
Abraços
Claudio Pacheco

O que e ter Paz?

A paz que trago hoje em meu peito
é diferente da paz que eu sonhei um dia...
Quando se é jovem ou imaturo,
imagina-se que ter paz é poder fazer o que se quer,
repousar, ficar em silêncio e jamais enfrentar
uma contradição ou uma decepção.

Todavia, o tempo vai nos mostrando que a paz
é resultado do entendimento de algumas lições importantes
que a vida nos oferece.
A paz está no dinamismo da vida, no trabalho,
na esperança, na confiança, na fé...

Ter paz é ter a consciência tranqüila,
é ter certeza de que se fez o melhor ou,
pelo menos, tentou...
Ter paz é assumir responsabilidades e cumpri-las,
é ter serenidade nos momentos mais difíceis da vida.
Ter paz é ter ouvidos que ouvem,
olhos que vêem e boca que diz palavras que constroem.

Ter paz é ter um coração que ama...
Ter paz é brincar com as crianças,
voar com os passarinhos,
ouvir o riacho que desliza sobre as pedras
e embala os ramos verdes que em suas água se espreguiçam...
Ter paz é não querer que os outros se modifiquem
para nos agradar, é respeitar as opiniões contrárias,
é esquecer as ofensas.

Ter paz é aprender com os próprios erros,
é dizer não quando é não que se quer dizer...
Ter paz é ter coragem de chorar ou de sorrir
quando se tem vontade...
É ter forças para voltar atrás, pedir perdão,
refazer o caminho, agradecer...

Ter paz é admitir a própria imperfeição
e reconhecer os medos, as fraquezas, as carências...
A paz que hoje trago em meu peito é a tranqüilidade
de aceitar os outros como são,
e a disposição para mudar
as próprias imperfeições.

É a humildade para reconhecer que não sei tudo
e aprender até com os insetos...
É a vontade de dividir o pouco que tenho
e não me aprisionar ao que não possuo.
É melhorar o que está ao meu alcance,
aceitar o que não pode ser mudado e ter lucidez
para distinguir uma coisa da outra.

É admitir que nem sempre tenho razão e,
mesmo que tenha, não brigar por causa disso.
A paz que hoje trago em meu peito é a confiança
naquele que criou e governa o mundo...
A certeza da convicção de que receberei,
das leis soberanas da vida,
o que a elas tiver oferecido.
Meus amigos(as) a todos um otimo Dia de muita Paz
Força Sempre
Abraços
Claudio Pacheco

quinta-feira, 17 de maio de 2012

Difícil querer definir amigo.


Difícil querer definir amigo. Amigo é quem te dá um pedacinho do chão, quando é de terra firme que você precisa, ou um pedacinho do céu, se é o sonho que te faz falta. Amigo é mais que ombro amigo, é mão estendida, mente aberta, coração pulsante, costas largas.
É quem tentou e fez, e não tem o egoísmo de não querer compartilhar o que aprendeu. É aquele que cede e não espera retorno, porque sabe que o ato de compartilhar um instante qualquer contigo já o realimenta, satisfaz.
É quem já sentiu ou um dia vai sentir o mesmo que você.
É a compreensão para o seu cansaço e a insatisfação para a sua reticência.
É aquele que entende seu desejo de voar, de sumir devagar, a angústia pela compreensao dos acontecimentos, a sede pelo por vir.
É ao mesmo tempo espelho que te reflete, e óleo derramado sobre suas águas agitadas.
É quem fica enfurecido por enxergar seu erro, querer tanto o seu bem e saber que a perfeiçao é utopia.
É o sol que seca suas lágrimas, é a polpa que adocica ainda mais seu sorriso.
Amigo é aquele que toca na sua ferida numa mesa de chopp, acompanha suas vitórias, faz piada amenizando problemas.
É quem tem medo, dor, náusea, cólica, gozo, igualzinho a você.
É quem sabe que viver é ter história pra contar.
É quem sorri pra você sem motivo aparente, é quem
sofre com seu sofrimento, é o padrinho filosófico dos seus filhos.
É o achar daquilo que você nem sabia que buscava.
Amigo é aquele que te lê em cartas esperadas ou não, pequenos bilhetes em sala de aula, mensagens eletrônicas emocionadas.
É aquele que te ouve ao telefone mesmo quando a ligaçao é caótica, com o mesmo prazer e atenção que teria se tivesse olhando em seus olhos.
Amigo é multimídia.
Olhos... amigo é quem fala e ouve com o olhar, o seu e o dele em sintonia elepática.
É aquele que percebe em seus olhos seus desejos, seus disfarces, alegria, medo.
É aquele que aguarda pacientemente e se entusiasma quando vê surgir aquele tão esperado brilho no seu olhar, e é quem tem uma palavra sob medida quando estes mesmos olhos estão amplificando tristeza interior.
É lua nova, é a estrela mais brilhante, é luz que se renova a cada instante, com múltiplas e inesperadas cores que cabem todas na sua íris.
Amigo é aquele que te diz eu te amo sem qualquer medo de má interpretação : amigo é quem te ama e pronto.
É verdade e razão, sonho e sentimento.
Meus amigos(as) a todos um otimo fim  tarde  de muita Paz
Força Sempre
Abraços
Claudio Pacheco

quarta-feira, 16 de maio de 2012

Amigos são como músicas

Amigos são como músicas você já percebeu?
Eles entram na vida da gente e deixam sinais.
Como a sonoridade do vento ao final da tarde.
Como os ataques de guitarras e metais presentes em
cada clarão da manhã.
Amigo é a pessoa que está ao seu lado e você vai
descobrir, olhando no disco do olhar.

Procure escutar:
Amigos foram compostos para serem ouvidos,
sentidos, compreendidos, interpretados.
Para tocarem nossas vidas com a mesma força do
instante em que foram criadas, para tocarem suas
próprias vidas com toda essa magia de serem músicas.

E de poderem alçar todos os vôos, de poderem
cumprir todas as notas, de poderem cumprir, afinal, o
sentido que a eles foi dado pelo compositor.
Amigos são pessoas como VOCÊ.
Amigo têm que fazer sucesso...
Mesmo que não estejam nas paradas;
Mesmo que não toquem no rádio.
Meus amigos(as) a todos uma otima Noite de muita Paz
Força Sempre
Abraços
Claudio Pacheco