quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

SIMPLIFIQUE, MAS FAÇA O NECESSÁRIO

Algumas pessoas levam a vida reclamando de tudo, onde nada lhes agrada, nada do que são ou possuem é bom.
O jardim do vizinho sempre tem a grama mais verde.
Vivem sempre cheias de problemas de toda natureza.

Complicam até o mais simples dos gestos.
Saem de casa com um problema e voltam com dois.

Por isso quero falar algumas coisas importantes para que você aplique em sua vida hoje.

Não são ensinamentos novos.
Apenas passagens que você conhece e já sabe.
Eu vou recordar e relembrar, para que volte a colocar em prática no seu dia a dia.

Lembre-se que o momento mais importante da sua vida é AGORA.

Saiba que:
o jardim mais bonito é o jardim que você rega e cultiva com boa terra, tira as ervas daninha
e aduba com fertilizantes de qualidade.

Então, faça isso em seu jardim.
Cuide dele da melhor forma possível.
Trabalhe de tal maneira que os outros tenham inveja do seu jardim, nunca você do jardim dos outros.

Seja uma Pessoa Feliz, mas por conta própria, buscando a fonte da felicidade dentro de si mesmo.

Se você olhar à sua volta, vai perceber logo, que a humanidade persegue algumas formas infalíveis como:
A fonte da motivação inesgotável.
A fonte da felicidade.
A fonte da juventude.
A fonte da riqueza infinita.
A fonte da beleza eterna, etc e etc.

Que tal simplificar um pouco mais as coisas, e não se preocupar com tantas picuinhas?

Certa vez, conheci um senhor que completara 92 anos e se encontrava cheio de energia,
vitalidade e entusiasmo pela vida.

Então lhe perguntei:
qual o segredo da sua longevidade, de ter chegado aos 92 anos com toda essa energia?
- Ele respondeu:

- Muito simples! Não morrer antes do tempo.
É isso que estou fazendo.

Aí eu entendi que para chegar a esta altura da vida, você e necessário deixar de imediato de se preocupar
com as picuinhas e parar com a mania de perfeição.
Dando prioridade o que realmente faz diferença na vida.

Para isso, dou como exemplo o que fez o presidente duma empresa do interior do país onde
trabalhava um vendedor conhecido como “Seo Nirso”.

Tá curioso para saber?

Olha só como Seo Nirso é um homem simples e que dá muito bom resultado para a empresa!
Ele é dedicado e não se preocupa com certas coisas que só complicam a vida.
Certo dia, o gerente de vendas da empresa recebeu um fax desse vendedor, que estava
viajando em visita em clientes.
O Fax tinha o seguinte teor.
“Seo Gomis o criente de Belzonte pidiu mais cuatrucenta pessa.
Faz favor toma as providenssa, Abrasso, Nirso.”

Aproximadamente uma hora depois, recebeu outro:
“Seo Gomis, os relatório de venda vai xega atrazado proqueto fexando umas venda.
Temo que mandá treis miu pessa.
Amanhã tô xegando. Abrasso, Nirso.”

No dia seguinte outro fax:
“Seo Gomis, num xeguei purcausa de que vendi maiz deis miu em Beraba.
To indo pra Brazilha. Abrasso, Nirso.”

No outro dia, mais um fax:
“Seo Gomis, Brazilha fexo vinti miu.
Vo pra Froianoplis visita um criente novo que o criente de Brazilha indico e delá pra Sum Paulo
no avinhão das cete hora. Abrasso, Nirso”.

E assim foi o mês inteiro.
O gerente, muito preocupado com a imagem da empresa, levou ao presidente as mensagens
que recebeu do vendedor.
O presidente escutou atentamente o gerente e disse:
“Deixa comigo, que eu tomarei as providências necessárias”.
E tomou!
Redigiu de próprio punho um aviso e fixou no mural da empresa, juntamente com as
mensagens de fax do vendedor:
“A parti de oje nois tudo vamo fazê quinem Seo Nirso.
Si priocupá menos em iscrevê serto e côavida dusostro, modi vendê maiz.”
Acinado,
O Prizidenti.

E então, vamos se preocupar em fazer o que é preciso ser feito, ou com detalhes que
não melhoram em nada nossa vida e das pessoas que queremos bem?

Ah, isso não quer dizer que você agora tenha que começar a escrever ou falar errado.
Não é isso.

Pense Bem Nisso...

Sigmar Sabin
Meus amigos(as) desejo a todos um ótimo Dia.
Muita Paz para todos.
Força Sempre
Claudio Pacheco

Quando você encontrar a outra metade da sua alma

Quando você encontrar a outra metade da sua alma, você vai entender porque todos os outros amores deixaram você ir.
Quando você encontrar a pessoa que REALMENTE merece o seu coração, você vai entender porque as coisas não funcionaram com todos os outros...
O que as pessoas mais desejam é alguém que as escute de maneira calma e tranquila.

Em silêncio.
Sem dar conselhos.
Sem que digam: “Se eu fosse você”.
A gente ama não é a pessoa que fala bonito.
É a pessoa que escuta bonito.
A fala só é bonita quando ela nasce de uma longa e silenciosa escuta.
É na escuta que o amor começa.
E é na não-escuta que ele termina.
Não aprendi isso nos livros.
Aprendi prestando atenção.

Rubem Alves
Meus amigos(as) desejo a todos um ótimo Dia.
Muita Paz para todos.
Força Sempre
Claudio Pacheco

terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Cremando as tolices no fogo do discernimento

Não se preocupe tanto com a eventual cremação do seu corpo.
Preocupe-se mais com a cremação do seu orgulho e de sua ignorância.
Queime suas tolices na fogueira do discernimento. E, depois, disperse as cinzas de suas ilusões no mar da vida...
Não será o tipo de morte - ou a transformação dos seus despojos densos -, que determinará a qualidade de seu viver, na Terra ou em qualquer outro plano de manifestação. Isso é determinado pelo que você pensa, sente e faz.
Fogo ou sete palmos abaixo do chão, nada disso tem a ver com a sua consciência imortal.
Não se prenda a nada disso!
Enterre apenas os seus medos e queime suas culpas.
Que fogo poderá queimar o eterno?
Que terra poderá cobrir o princípio imperecível?
Só o seu corpo poderá ser incinerado ou enterrado. Você, não!
Então, como estudante espiritual, por que você está tão preocupado com isso?
Seus estudos são só teóricos e não lhe dão certeza alguma?
Será que você nunca sentiu a pulsação do Eterno em seu coração?
Nunca sentiu o amor iluminando os seus dias?
Talvez você nunca tenha escutado o seu coração, só sua mente.
Por isso, sua luz ficou fraca e a dúvida capturou o seu raciocínio.
Eu não sei se você deve mandar cremar ou enterrar o seu corpo depois da morte. Aliás, o corpo é seu - e a dúvida também. Então, por que outro deve lhe dizer o que fazer?
O que sei é que se deve prestar atenção à vida e ao momento presente.
Cremar ou enterrar? Sei lá. O que isso tem a ver com sua consciência?
Você não é o corpo. Desde o momento em que você cair fora dele definitivamente, o planeta o absorverá de volta, de uma maneira ou de outra.
Seja "in natura", ou "flambado", os seus elementos físicos serão transformados pela alquimia planetária. Na natureza, nada se perde, tudo se transforma!
Enquanto vive no corpo, cuide bem dele, pois é seu parceiro de viagem terrestre. Mas, depois que sair dele, pense em outros planos de manifestação e decole para o infinito, sem medo.
Por enquanto, que tal viver o agora?
Queime a sua ânsia e enterre os seus dramas.
E, um dia, na hora certa que o Alto determinar, caia fora do corpo e voe bem alto, como espírito livre...
E deixe o corpo ser transformado em paz, seja no seio da terra ou purificado pelo fogo.
De toda maneira, ele voltará a fazer parte dos elementos planetários.
Assim como você voltará para as estrelas e aos espaços livres, em seu corpo de luz, podendo até mesmo brincar com os devas* do fogo, por aí...
Você é filho do Eterno e carrega o fogo estelar em seu próprio Ser.
Com a luz do sol em seus olhos, queime seus medos. E ilumine sua vida, aqui e agora!
Seja feliz, com corpo ou sem corpo, na Terra ou no Espaço.
Em qualquer lugar ou condição, o que vale é o que você pensa, sente e realiza. É o que você é. É o que faz consigo mesmo. O que importa é sua consciência!
Cremação ou enterro? Sei lá, tanto faz.
O importante é ser feliz**.
Então, seja.

Wagner Borges
Meus amigos(as) desejo a todos um ótimo Dia.
Muita Paz para todos.
Força Sempre
Claudio Pacheco

segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Ria... Que ainda é o melhor remédio

Sabe aquela piada do...?

Está bem, não vou contar uma piada aqui. Apenas uma provocaçãozinha, por que piadas “boas”, “inteligentes”, sim, isso mesmo, existem sim, anedotas ou piadas inteligentes sim. E, elas têm um objetivo, bem claro. Fazer Rir.

Como eu e acredito que você também, está em busca de uma forma de fazer o dia melhor, encontrar algo para contagiar o ambiente todo e torná-lo mais “alegre” e “divertido”, nada melhor que algo que nos faça rir de verdade, não acha?

Bem, então me responda: Há quanto tempo você não dá uma gostosa gargalhada?

Pense e tente lembrar-se da última vez que você riu de verdade! Foi por alguma situação engraçada que você presenciou ou viveu? Foi por causa de alguma piada ou anedota que lhe contaram? Por uma sátira ou comédia, que viu na TV, cinema ou teatro?

Talvez nem tenha sido por nenhuma dessas razões. Muito provavelmente não houve uma razão especial e você riu ou sorriu ao cumprimentar alguém, quando conversava com amigos ou quando brincava com alguém!

NAAAÃÃOOOO...? Você não RI?

Por que?

Ah, há sei! A vida está tão caótica que você não tem motivos para rir nem mesmo do melhor humorista, é isso?

Olha, se você realmente pensar assim, eu respeito sua opinião, mas não concordo com ela.

Quer saber por quê?

Vou explicar!

O riso é um elemento importante da biologia comportamental humana. Ele parece ter sido selecionado pela evolução como um dispositivo importante para a nossa sobrevivência.

Como qualquer outro comportamento emocional, tem uma função, o riso não é exceção. A função do riso é a de comunicação. É uma mensagem que nós enviamos às outras pessoas comunicando disposição para brincar, ligar-se a elas, ficarmos felizes e fazê-las felizes, mostrarmos que somos pacíficos.

Ele também atenua hostilidades e agressão. Preste atenção, como utiliza o riso quando quer atenuar uma típica tensão com alguém estranho ou necessita dizer não a alguém.

Você concorda que frequentemente rimos quando nos desculpamos. O riso desarma as pessoas, cria uma ponte entre elas e facilita o comportamento amigável.

Até existe nos EUA um grupo chamado de Associação Americana de Terapia e Humor, que acredita que uma das coisas que fazem falta nos dias de hoje é uma boa gargalhada.

Você ainda não acredita no poder do Riso?

O que dizer dos DOUTORES DA ALEGRIA, ou o CANTO CIDADÃO, um grupo que leva o riso alegria para crianças hospitalizadas? Aliás, já está comprovado que o riso e a alegria, resultam em recuperação de muitos pacientes.

Quer mais?

A cultura reforça as maravilhas do poder do riso: "Lava a alma", "Desopila o fígado", "É sinal de inteligência", "Provoca sensação de bem-estar", "Desarmam irados”, "Facilita o aprendizado", "Liberta emoções reprimidas", "Melhora a autoestima".

Você sabia que, existem pessoas especialistas em só ver o lado sombrio e melancólico dos acontecimentos da vida, tentado acabar com qualquer razão para uma boa risada?

Então, de que lado você prefere estar?

Acredito que não seja difícil descobrir o que nos faz mais bem e torna nossa vida mais leve e feliz!

Por isso, para finalizar quero dizer:

Quando você achar uma situação divertida, não se pergunte: “Será que isso é mesmo engraçado?” ou ainda, “será que outras pessoas acham isso engraçado?”.

Simplesmente se entregue ao momento de alegrai e ria...

Você só tem a LUCRAR com isso!

Ria muito, que você terá um Bom Dia HOJE!

Pense Nisso...

Sigmar Sabin
 Meus amigos(as) desejo a todos um ótimo Dia.
Muita Paz para todos.
Força Sempre
Claudio Pacheco

domingo, 27 de janeiro de 2013

Vire a página!

Vire a página!

E não é sobre livros, sobre revista de historinhas, nem periódicos de jornal. É sobre a vida, sobre pessoas, sobre acontecimentos.

Se a sua vida ficou parada numa história indigesta... Num enredo triste que te infesta.

Vire a página.

Pare de olhar para um capitulo velho, desgastado pelo tempo e pelo sofrimento.

Vire a página.

Ficar preso a acontecimentos ou pessoas que não ajudam você tornar-se alguém melhor é andar para traz. Mesmo ficando parado, você será ultrapassado por quem quer evoluir e crescer.

Olhar quem avança, comendo poeira é estar simplesmente no lugar errado.

Não insista em reler o passado. Já é ultrapassado.

Se você virar a página.

Pode se deparar com uma virada na história. Um novo capítulo onde você protagoniza a vitória!

Vire a pagina! Lá do outro lado da folha pode estar um mundo todo novo.

Ouse descobrir o inesperado.

Pode estar logo ali, do outro lado.

Pode ser uma página em branco, sem absolutamente nada ainda escrito, com uma imperdível oportunidade para você escrever seu próprio enredo.

Não tenha medo.

Vire a página.

Paginas virada, nunca serão apagadas nem modificadas.

Mas são necessárias para você chegar ao novo.

Do outro lado pode ter uma só palavra, como:

Pense...

Sonhe...

Reflita...

Imagine...

Viva...

Lute...

Sorria...

Seja Feliz!

(Ah, “seja feliz” são duas, palavras)... Mas quem é que disse que ser feliz não vale a pena?

Então arrisque-se, só um pouco, para descobrir uma nova história em sua vida... Uma história fantástica que você ainda nem escreveu.

Vire a página.

Lá está a história mais linda do mundo. A história da sua vida.

Seja FELIZ, virando a página!
Meus amigos(as) desejo a todos uma ótima Noite.
Muita Paz para todos.
Força Sempre
Claudio Pacheco

O que fazer quando tudo dá errado em nossa vida?

A vida é irônica às vezes... como se estivesse entediado(a), às vezes a vida nos prega peças, nos pega de surpresa. De um momento para outro, sem avisar, invade nossa casa, sacode tudo e de repente nos percebemos de pernas para o ar.

Num supetão nossos planos são frustrados, nossos sonhos são roubados e a gente fica lá, com cara de tacho, tentando encontrar alguma lógica no que parece não ter sentido algum.
São muitos os sentimentos que nos visitam nessa situação. Frustração, raiva, tristeza. Vem também um cansaço, afinal tínhamos dado o nosso melhor, tentando finalmente acertar! Tínhamos nos esmerado em fazer tudo certo, como manda o figurino, colocado em nossa vida as melhores intenções, cheios de planos de sucesso e felicidade. E de repente tudo ruiu bem em frente aos nosso olhos, mil pedacinhos espalhados aos nossos pés... uma vez mais.

Haja força para sermos capazes de levantar de novo, sem perder o senso de humor, haja coragem para sermos capazes de continuar, sem jogar a toalha, sem cair no tentador papel de vítima. Aliás, tem coisa mais chata do que gente que se vitimiza?
Quem não se lembra da pessimista hiena Hardy do desenho animado?:

- Oh Céus... Oh vida... Oh azaaaar...
O que ajuda em momentos assim?
Vou lhes dizer... não é fácil, mas ajuda se formos capazes de concordar em mudar de rota sem perder a confiança na vida, se formos capazes de abrir mão de nosso roteiro tão milimetricamente planejado, se cedermos ao fato de que muitas vezes as coisas seguem por caminhos inesperados que não poderemos prever ou controlar. Se arriscarmos pensar que, talvez, exista um sentido escondido por trás dos cacos, por trás da aparente falta de sentido. Se formos capazes de fazer isso, talvez consigamos encontrar a força para recomeçar.
Momentos assim requerem jogo de cintura, criatividade, leveza. Mas nada disso vem se não tivermos sabedoria.

Sem sabedoria levamos tudo a sério demais. Por isso se diz que os sábios se aproximam das crianças. Pois, tal como as crianças, os sábios sabem que neste mundo nada é definitivo. Os sábios, tal como as crianças, encaram os imprevistos da vida como uma chance de brincar de algo diferente. Muitas vezes, sem sabedoria, nos fixamos no momento presente e esquecemos de que aquele momento é apenas um pedacinho de um quadro muito maior. Nos esquecemos de que, muitas vezes, o que parecia um verdadeiro desastre era, na verdade, um movimento protetor, nos empurrando em direção a um lugar muito melhor.

Acredite no que digo ou não, a verdade é que só lhe restam duas opções.
Desistir, como fazia a hiena do desenho, que sempre dizia: “isso não vai dar certo!”.
Ou bater a poeira e recomeçar. Com sabedoria. Para onde tiver de ser. Para onde a vida nos permitir continuar a caminhar!
Sempre existe um caminho a ser trilhado, e acreditem, o importante não é chegar a algum lugar específico, e sim sermos capazes de manter a alegria ao caminhar, seja lá para onde for!

Patricia Gebrim
Meus amigos(as) desejo a todos um ótimo Dia.
Muita Paz para todos.
Força Sempre
Claudio Pacheco

sábado, 26 de janeiro de 2013

NUNCA DESISTA DE AMAR

O amor é eterno e maravilhoso em sua essência, capaz de realizar as mais importantes transformações em um ser humano.

Alguns vivem o amor em sua plenitude pelo simples fato de dispor dele em abundância. Aprenderam a amar, a se entregar ao ser amado e a estabelecer relacionamentos criativos. Outros sofrem com seu relacionamento amoroso. Depois de algumas decepções, tendem a
se isolar e a adotar uma postura cética em relação ao amor. Preferem ficar em casa no sábado à noite, assistindo a um filme. Passam todos os fins de semana sozinhos. Nunca aceitam o convite de um colega para sair. No início, sentem-se aliviados, pois acham melhor evitar problemas do que sair em busca do amor. Mas, depois de algum tempo, a solidão começa a apertar o coração.

Nunca desista de amar. Assuma sempre o risco de demonstrar seu amor, mesmo que a outra pessoa não vá aceitá-lo, porque amar alguém não é um problema nem um defeito; é uma virtude. Se ela não aceitar o seu amor, o problema não é seu, pois, uma vez que você descobriu o jeito de amar, ficará faltando apenas encontrar um companheiro para a viagem a dois.

Se você está só, abra o seu coração, coloque um sorriso no rosto, retome o brilho nos olhos e acredite que a vida lhe prepara maravilhosas surpresas. Tenho a esperança de que com esta nossa conversa você tenha conseguido mais energia e inspiração para desfrutar melhor o Amor, uma realidade valiosa demais para ser banalizada.

E lembre-se: você é o autor da sua vida e é capaz de escrever uma história de amor muito linda, na qual receba e dê muito amor. Saiba sempre que amar pode dar certo, desde que você cuide do Amor com muito carinho e sabedoria.

O amor é eterno e maravilhoso em sua essência, capaz de realizar as mais importantes transformações em um ser humano, mas as pessoas atualmente se machucam muito porque não aprenderam a amar de uma forma plena.

O problema não está no amor. O ser humano não consegue ser feliz sozinho. Desistir de amar é deixar de lado uma parte fundamental da própria vida, e por isso mesmo é triste ver tantas pessoas tratarem o amor com desprezo, acharem as manifestações de romantismo algo feio e, principalmente, desistirem de viver um grande amor. Vale a pena amar, acreditar no amor, entregar-se ao amor. O amor satisfaz os nossos mais profundos desejos de compreender e ser compreendido, de valorizar e ser valorizado, de dar e receber.

Amar pode dar certo

O ser humano só pode existir em paz consigo mesmo se puder se relacionar com uma pessoa a quem diga, com palavras e gestos, "eu te amo" e de quem ouça com total sinceridade: "Eu também te amo".

Mas amar supõe evoluir todos os dias, conhecer o outro cada vez melhor, construir com ele um lugar no mundo em que as pessoas, ao entrar, sentirão que ali existe vida, carinho sincero, vontade de acertar.

Nos momentos de crise ou de mágoa, dizer "eu te amo" ao parceiro é ter a coragem de lhe dizer que ele fez algo de que você não gostou.

Nos momentos de alegria e êxtase, dizer "eu te amo" é saber compartilhar essa alegria com quem você ama, abrindo seu coração sem reservas.

Nos momentos de dor, dizer "eu te amo" é talvez não dizer nada, mas deixar evidente ao outro que você está ao seu lado aconteça o que acontecer.

Nos momentos em que você perceber que errou, a melhor maneira de dizer "eu te amo" é simplesmente dizer: "Desculpe pelo meu erro".

Nos momentos em que o outro errou, e está triste porque cometeu o erro, a melhor maneira de dizer "eu te amo" é se aproximar lentamente dele, colocar a mão em seu ombro e dizer suavemente: "Tudo bem, já ficou para trás".

Amar pode dar certo é a frase mais simples possível para traduzir a convicção de que nascemos para amar e ser amados, e que nossa felicidade consiste em realizar essa missão.

Roberto Shinyashiki
Meus amigos(as) desejo a todos um ótimo Dia.
Muita Paz para todos.
Força Sempre
Claudio Pacheco

sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

Aceite-se para ser aceito pelos demais

Sentir-se rejeitado pelos outros é um sentimento que poucos conseguem superar facilmente, pois depende de uma elevada confiança em si mesmo, o que nem sempre temos.
Quanto mais rebaixada nossa autoestima, quanto menos gostamos de nós mesmos,
mais vulneráveis somos à rejeição.
Quando uma pessoa com baixa autoestima perde uma pessoa que ama ou uma colocação profissional, passa a acreditar que não merece nada, que é indigna de ter o que deseja,
sentindo-se completamente só e, principalmente, abandonada.

Mesmo as pessoas com elevada autoestima, ou seja, conscientes de seu valor, tendem a sentir os mesmos sentimentos quando há uma perda, pois neste momento perdem também o controle da situação que até então acreditavam ter e isso tende a abalar todas as emoções.

Lidar com a rejeição não é nada fácil, pois geralmente nos remete inconscientemente
às situações de abandono durante a infância.
Se alguém nos rejeita, de alguma forma não nos aceita, e se tentarmos mudar
em função disso para agradar, tudo tende a piorar.
Mas, na maioria dos casos, o outro dificilmente é a causa real do sentimento de rejeição, pois a sensação de sentir-se abandonado já existe internamente na pessoa.
A dificuldade está em lidar com estes sentimentos anteriores somados aos atuais.

O principal antídoto ao sentimento de rejeição é não limitar todas as esperanças da vida a um relacionamento, ou seja, dedicar-se apenas ao marido, filho, a esposa, a mãe, ou a um emprego, não tendo mais nenhum outro objetivo, esquecendo-se de outras pessoas
ou fatos importantes e principalmente de si mesmo.
Mas não há nada pior do que acreditar cegamente e... ser abandonado.
Se você admitir que pode um dia ficar só e ainda assim sobreviverá,
correrá menos riscos de se sentir rejeitado.
E também terá maior liberdade para mudar sua vida sem sentimentos de culpa.

Não devemos nunca perder nosso referencial interno, nem reduzir nossas esperanças ou colocar nossa expectativa de vida sob a direção de algo que não controlamos:
o sentimento e a reação do outro.
Por vezes, podemos ser preteridos e não é por isso que a vida deixará de existir ou
que as coisas que desejamos deixaram de ser realizáveis, muito pelo contrário, pode ser a chance
que temos de ter a possibilidade para irmos em busca daquilo que realmente queremos.
Não podemos nunca depender da atitude de outra pessoa para termos certeza de nosso real valor.

É preciso que estejamos sempre conscientes de que as atitudes de outras pessoas
nem sempre estão relacionadas à nossa pessoa, e, portanto, não são respostas a nós.
Precisamos entender que os outros são seres humanos como nós e que às vezes podem
nos dar um não ou uma resposta agressiva muito mais em função dos próprios conflitos
internos e que nada têm a ver com sua pessoa.
Mas como muitas vezes não consideramos a realidade interna do outro, imaginamos
que estamos sendo rejeitados, mas muitas vezes a rejeição faz mais parte do
nosso mundo interior do que da realidade.
Por isso, é importante saber diferenciar a reação dos outros em cada momento.
Procure entender as razões do outro, pois muitas vezes o problema para agir
assim pode ser mais dele do que seu.
Seja como for, de nada adianta dramatizar a situação e colocar-se no papel de vítima.
O drama e o sentimento de culpa só irão aumentar a sua dor.
Encare a dificuldade do momento de frente e procure aprender com tudo isso.
No mínimo, você conquistará maior autoconfiança e isso lhe será útil pelo menos na próxima vez.

Muitas vezes, o sentimento de rejeição é acentuado pela insistência em supervalorizarmos
a opinião e aprovação dos outros de nosso modo de ser, pensar e agir.
Damos aos outros o poder de juiz e permitimos que comandem nossa forma de viver.
A excessiva importância dada à opinião e aos valores dos outros, por mais que estes queiram apenas o nosso bem, retrata uma irresponsabilidade quase infantil e inconsciente de
acreditar que são eles que devem assumir e suprir nossas necessidades.

Cabe a cada um de nós satisfazer as próprias carências e não a quem está ao nosso lado. Acreditamos que ninguém deve nos dizer não, para que não nos sintamos rejeitados e abandonados, mas, na verdade, a principal rejeição não vem dos outros,
mas está dentro de nós mesmos e resulta na falta de amor próprio.

Pare de se criticar, mude o que acha que tem de mudar em si e torne-se mais
independente da aprovação de outras pessoas.
Aceite-se.
Torne-se responsável pelo que você é e deixe que o outro seja responsável pelo o que ele é.
Faça sua vida ser conduzida sob sua responsabilidade e seus valores, e não sob os do outro.

Pense que você tem a responsabilidade de se amar, se aceitar, aprovar e valorizar.
Se atribuir essa responsabilidade ao outro, cada vez que ele negar, surgirá a rejeição, um sentimento que só você poderá se isentar de senti-lo.
E lembre-se:
Nenhuma pessoa merece tuas lágrimas e quem as merece não te fará chorar.

Rosemeire Zago
Meus amigos(as) desejo a todos um ótimo Dia.
Muita Paz para todos.
Força Sempre
Claudio Pacheco

Aprendizado Sem Dor

“Faça das dificuldades fonte de aprendizado.”
Faça como na escola, onde a lição difícil era repetida exaustivamente até aprender.

Não precisa repetir a dor, mas refletir nos motivos que o levaram até ela é fundamental.
Muita gente anda fugindo da dor, se escondendo com o uso de drogas, vícios estranhos e até, o fingir que não é com ela.

As vezes o problema está bem na frente dos seus olhos gritando:
- eu sou um problema!
E ainda assim, você foge até descobrir que está em um beco sem saída e a verdade, que era apenas “um problema”, passa a ser uma grande dor.

É tempo de pegar cada “abacaxi” e descascá-los!
Os maduros demais, vão virar sucos.
Outros, muito verdes, infelizmente, vão virar ração.
Os que apodreceram, só enterrando…

Quantas “abacaxis” podres estão por aí na sua vida?
Quantos estão maduros e você não está aproveitando?

Faça de cada dificuldade um aprendizado.
Não se fixe na dor!
Pegue essa experiência e diga com orgulho:

- Agora eu já sei o que é amor e o que é paixão.
- Agora eu sei quem é amigo e quem é “conhecido”.
- Agora eu sei o que é problema real e o que é o meu medo.
- Agora eu sei que o ciúme é uma lente ampliada dos meus receios.

Quanta coisa você já aprendeu!
E quanta coisa ainda vai aprender…

Para passar bem pelos problemas, ame-se!
Respeite-se!

Seja a sua melhor companhia, aquela que reconhece o que é bom e o que é ruim para você, para o seu corpo, para a sua mente, para a sua eternidade.
Sim, porque, no final das contas, quem vai passar a eternidade com você não é João e nem Maria, mas essa pessoa simpática que você vê no exato instante em que se aproxima do espelho e encarando de frente aquele rosto diz:

- Eu te amo (fale o seu nome) e tudo está muito bem!
Faça de cada dificuldade um aprendizado.

Paulo Roberto Gaefke
Meus amigos(as) desejo a todos uma ótima Noite.
Muita Paz para todos.
Força Sempre
Claudio Pacheco

MSG: Responsabilidade

Eu sou responsável pelo meu próximo à medida que o amo, mas a felicidade ou infelicidade dele não depende de mim.
O que quero dizer é que somos indivíduos e, como tal, somos sempre os responsáveis pelas nossas próprias escolhas.
Costumamos culpar outros quando nos sentimos infelizes ou quando fracassamos em algo.

Li algo nessa semana que me fez refletir:
"Quando formos culpar os outros pelos nossos fracassos, devemos tentar também dar a eles o mérito das nossas vitórias."
Muitas vezes dizemos que as pessoas nos decepcionam e elas não estão nem aí.
E sabem por quê? Porque elas não tinham a mínima ideia do que esperávamos delas. Nesse caso, elas não nos decepcionaram, somos nós que nos sentimos decepcionados, o que é bem diferente.
Talvez mudando essa visão das coisas e da vida, mudaremos também o número de pessoas que vivem nos decepcionando.
Isso deve abrir nossos olhos para que nos vejamos e para que vejamos o outro de uma outra maneira.
A nossa responsabilidade em relação às pessoas que amamos vai até o limite de dar a elas o melhor de nós mesmos, dentro do nosso possível.
A maneira como elas recebem o que oferecemos já não é nossa responsabilidade.
Se as deixamos plenas ou vazias vai depender da maneira em como estão prontas para receber.
E isso é muito individual.
E foi isso que aprendi hoje:
Sou responsável por mim mesm(o)a, pela minha felicidade e pela minha infelicidade. Escolho eu mesma meus caminhos.
Meu próximo é uma parte desse caminho, mas depende de mim em como interpretar aquilo que recebo dele.
E querem saber de uma coisa?
Decidi que quero e que vou ser feliz!
Letícia Thompson 
Meus amigos(as) desejo a todos um ótimo Dia.
Muita Paz para todos.
Força Sempre
Claudio Pacheco

quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

O Poder do Silêncio

Pensar antes de reagir é uma das ferramentas mais nobres do ser humano nas relações interpessoais.

Nos primeiros trinta segundos de tensão, cometemos os maiores erros de nossas vidas, falamos palavras e temos gestos diante das pessoas que amamos que jamais deveríamos expressar.

Nesse rápido intervalo de tempo, somos controlados pelas zonas de conflitos, impedindo o acesso de informações que nos subsidiariam a serenidade, a coerência intelectual, o raciocínio crítico.

Um médico pode ser muito paciente com as queixas de seus pacientes, mas muitíssimo impaciente com as reclamações de seus filhos.

Pensa antes de reagir diante de estranhos, mas não diante de quem ama.

Não sabe fazer a oração dos sábios, nos focos de tensão, o silêncio.

Se vivermos debaixo da ditadura da resposta, da necessidade compulsiva de reagir quando pressionados, cometeremos erros, alguns muito graves.

Só o silêncio preserva a sabedoria quando somos ameaçados, criticados, injustiçados.

Cada vez as pessoas estão perdendo o prazer de silenciar, de se interiorizar, refletir, meditar.

O dito popular de contar até dez antes de reagir é imaturo, não funciona.

O silêncio não é se aguentar para não explodir, o silêncio é o respeito, pela própria inteligência.

Quem faz a oração dos sábios, não é escravo do binômio do bateu-levou.

Quem bate no peito e diz que não leva desaforo pra casa, não pensa nas consequências de seus atos.

Quem se orgulha de vomitar para fora tudo que pensa, machuca quem mais deveria ser amado, não conhece a linguagem do auto controle.

Decepções fazem parte do cardápio das melhores relações.

Nesse cardápio precisamos do tempero do silêncio para preparar o molho da tolerância.

Para conviver com máquinas não precisamos de silêncio nem da tolerância, mas com seres humanos elas são fundamentais.

Ambos são frutos nobres da arte de pensar antes de reagir. Preserva a saúde psíquica, a consciência, a tranquilidade.

O silêncio e a tolerância são o vinho dos fortes, a reação impulsiva é a embriaguez dos fracos.

O silêncio e a tolerância são as armas de quem pensa, a reação instintiva é a arma de quem não pensa.

É muito melhor ser lento no pensar do que rápido em machucar, é preferível conviver com uma pessoa simples, sem cultura acadêmica, mas tolerante, do que com um ser humano de ilibada cultura saturada de radicalismo, egocentrismo, estrelismo.

Sabedoria e tolerância não se aprendem nos bancos de uma escola, mas no traçado da existência.

Ninguém é digno de maturidade se não usar suas incoerências para produzi-la.

Todo ser humano passa por turbulências na vida. Para alguns falta o pão na mesa; a outros a alegria na alma. Uns lutam para sobreviver, outros são ricos e abastados, mas mendigam o pão da tranquilidade e da felicidade.

Os milionários quiseram comprar a felicidade com seu dinheiro, os políticos quiseram conquistá-la com seu poder, as celebridades quiseram seduzi-la com sua fama, mas ela não se deixou achar.

Balbuciando aos ouvidos de todos, disse: “...Eu me escondo nas coisas simples e anônimas...”.

Todos fecham os seus olhos quando morrem, mas nem todos enxergam quando estão vivos.

Augusto Cury, em "Código da Inteligência"
 Meus amigos(as) desejo a todos uma ótima Noite.
Muita Paz para todos.
Força Sempre
Claudio Pacheco

A Idade De Ser Feliz

Existe somente uma idade para ser feliz.
Somente uma época na vida de cada pessoa em que pe possível sonhar e fazer planos.
Ter bastante energia para viver, apesar de todas as dificuldades e obstáculos.
Uma só idade para a gente se encantar com a vida, viver alegremente e desfrutar tudo com toda intensidade.
Fase dourada em que a gente pode criar e recriar a vida à nossa própria imagem, sorrindo, cantando, brincando e dançando.
Vestir-se com todas as cores sem preconceito nem pudor.
Tempo de entusiasmo e de coragem, em que todo desafio é um convite a lutar com muita disposição de se tentar algo de novo e quantas vezes for preciso.
Essa idade de chama PRESENTE e é tão passageira que tem apenas a duração do instante que passa. Aproveite o máximo cada instante da sua vida, com muita disposição e alegria.
Crie em sua vida motivos suficientes para ser verdadeiramente feliz, seja qual for sua idade.
Meus amigos(as) desejo a todos um ótimo Dia.
Muita Paz para todos.
Força Sempre
Claudio Pacheco

sábado, 19 de janeiro de 2013

A generosidade é contagiante

Quanto mais caminho, mais percebo o quanto o mundo anda sedento. As pessoas correm, sofrem, se desesperam e continuam buscando a felicidade como se essa fosse apenas uma miragem nesse imenso deserto que a vida se transformou.
Há muita gente no mundo, milhares e milhares. Portanto, a solidão continua assolando vidas, maltratando corações que, no fim do dia e das contas acabam desacreditando nas portas que se abrem a elas. Cada qual pensa no próprio eu e todo mundo se isola. Enquanto isso, a vida continua, cresce a indiferença, cresce o desamor, multiplicam-se as depressões e incompreensões.
As pessoas sentem-se vazias e reagem como pessoas vazias. Vazias, pelo menos, de amor e caridade, mas cheias de tristezas e desilusões. Há, portanto, dentro de cada um de nós um poço de possibilidades e compartilhar de si é deixar-se um pouquinho em cada um.
Só não tem nada para oferecer quem possui um coração vazio, não as mãos. E acabar com a solidão de alguém é contribuir para o fim da própria solidão. Oferecer a esperança é dar-se a si uma nova chance, é reabrir portas, é descobrir o novo e entregar-se a ele.
Há melhor presente no mundo que o dom de si? Há coisa mais bonita que saciar o coração de alguém? Devolver a esperança, por menor que seja ela, é dar às pessoas a oportunidade de descobrir o outro lado da vida, aquele que, embora um pouco esquecido, ainda existe.
O dia tem 24 horas e parece muitas vezes que são insuficientes para fazermos tudo o que temos que fazer. Lamentamos a falta de tempo para isso ou aquilo e pensamos que um dia, quem sabe, se atingirmos a bênção da velhice tranquila, poderemos dar um pouco mais de nós aos outros. Quanto engano!
Podemos dar de nós a cada dia e a cada hora, agindo com o coração e tendo uma atitude que nos torna diferentes em qualquer lugar. Pode-se resistir ao ódio por muito tempo, mas quem resiste à ternura, ao afeto, ao amor e à boa-vontade?
Quando as pessoas agirem com menos egoísmo e ao invés de ruminarem a própria infelicidade começarem a agir para o bem do próximo, as doenças da alma começarão a encontrar a cura e o amanhecer terá para cada um de nós um outro rosto, mais sereno, mais amigo e mais esperado.
Letícia Thompson
Meus amigos(as) desejo a todos uma ótima Noite.
Muita Paz para todos.
Força Sempre
Claudio Pacheco

5 passos para melhorar a auto-estima

1º Afaste os invejosos - afaste-se das pessoas que o invejam.

2º Coragem para mudar - nunca tenha medo de mudar.

3º Celebre as pequenas vitórias - por menor que sejam.

4º Olhe para o futuro - pense que amanhã será melhor

5º Ficar quieto consigo mesmo - ouça a sua consciência.

Roberto Shinyashiki

Meus amigos(as) desejo a todos uma ótima Tarde.
Muita Paz para todos.
Força Sempre
Claudio Pacheco

 


20 caminhos para um efetivo fazer acontecer


1. Visualize com detalhes, como se tudo já estivesse realizado. Imagine com detalhes o estado desejado. Essa imagem cristalina é algo que irá naturalmente orientá-lo quanto ao que deve ser feito (como começar etc.).
2. Dê rapidamente o 1º passo. Confie nos "lampejos" que você tem. Se você sente confiança interior (não pense em explicar) aja sem hesitação e dê o primeiro passo. A natureza fará a sequencia acontecer (outros passos seus e de outras pessoas que você toca no primeiro movimento).
3. Faça tudo "de corpo e alma". Não seja "morno" "fazendo por fazer". Até o "impossível" se torna possível quando nos envolvemos integralmente.
4. Faça tudo com muita boa vontade e prazer. As probabilidades de dar certo aumentam tremendamente quando fazemos tudo com a mente alegre.
5. Seja otimista. Não se deixe influenciar pelos cínicos e pelos pessimistas. Ajude a construir o ideal, a cada dia dando o passo do dia.
6. Concentre-se nos seus pontos fortes. Ao invés de se deixar bloquear por eventuais pontos fracos, ancore-se no que você tem de melhor.
7. Concentre energia. Evite desperdiçar energia fazendo as coisas "de forma picada", ou começando muitos projetos sem nada concluir.
8. Decole e vá aperfeiçoando em pleno voo. Planeje o suficiente. Evite "afogar-se" em planejamentos que nunca terminam ou planos que nunca saem do papel.
9. Esteja sempre focado na busca de soluções. Use sua energia na busca de soluções ao invés de desperdiçá-la lucubrando somente sobre problemas.
10. Crie condições favoráveis. Procure trabalhar as barreiras positivamente até que elas se enfraqueçam ou desapareçam ao invés de tentar atravessá-las à força.
11. Seja natural. Não seja derrotado pelo "excesso de esforço". Faça o que tem que ser feito e mantenha a tranquilidade interior. Dê espaço para a natureza também fazer a sua parte...
12. Pense sempre nos riscos e nas recompensas. Não se deixe imobilizar pelos riscos. Equilibre-se sempre tentando visualizar as recompensas possíveis. Uma vez que o balanço lhe pareça equilibrado, aja conforme sua intuição.
13. Neutralize os "palpiteiros inconsequentes". Não se deixe influenciar por "opiniões" irresponsavelmente colocadas pelos outros. Aprenda a distinguir conselhos sábios, bem intencionados de comentários "rotineiramente" jogados pelas pessoas.
14. Evite lucubrar. Não desperdice energia lucubrando demais, principalmente se forem especulações negativas. Ao invés disso, comece a caminhar, mesmo através de um pequeno passo.
15. Seja transparente. Nem sequer pense desonestamente, pois isso drena sua energia. (Já imaginou quanto de energia gastamos, para "proteger" a mentira contada ontem?). Ser transparente multiplica energia. Energia que faz acontecer.
16. Seja generoso. "A generosidade move montanhas". As coisas fluem melhor à sua volta porque a generosidade faz agir. "Picuinhas", ao contrário, imobilizam as pessoas.
17. Aja sempre numa postura ganha-ganha. Evite a postura do tirar vantagem de tudo. Aja pensando em benefícios para todos. As coisas passam a acontecer com mais fluidez. 18. Confie 100% em sua força interior. Fazer acontecer exige fé. Principalmente em si mesmo. É essa convicção que o deixa solto para fazer o que é necessário.
19. Busque excelência, sempre. Um fazer acontecer efetivo deve sempre estar ancorado na busca do melhor, do perfeito, do ideal. Quão próximos chegaremos à perfeição é outra coisa. O alvo, porém, deve sempre ser a perfeição.
20. Chute acomodação e "imobilismo" para longe de você. A capacidade de fazer acontecer é algo para ser aperfeiçoado pela vida toda. Não se acomode. Procure sempre melhorar seu próprio recorde.

domingo, 13 de janeiro de 2013

12 passos para ser mais feliz

SEJA OTIMISTA
Encare a vida de modo positivo, e você se surpreenderá, sentindo-se feliz e cheio de energia. Lembre-se: todo mundo gosta de pessoas "para cima" e que transmitem otimismo.

FAÇA PLANOS
Veja a vida como um todo e não deixe que pequenos reveses o desanime. Tente sempre alcançar seus objetivos, sejam eles se tornar presidente, pagar as dívidas ou ter um casamento duradouro. Você encontrará obstáculos no caminho; mantenha o foco na recompensa e evite se aborrecer por pequenos problemas.

TENHA GRATIDÃO
Mostre às pessoas que você gosta delas. Agradeça um colega pela ajuda. Parabenize outro pelo sucesso atingido. Seja educado com o garçom que lhe traz o café da manhã.
Dê algumas moedas para aquele morador de rua que você sempre vê.
E agradeça por ter uma vida feliz.

APROVEITE A VIDA
Arrume um tempo para você e para as coisas que gosta de fazer, lave seu carro; faça planos, faça pequenos consertos pela casa, assista à televisão; veja um show. Faça de você uma prioridade e faça o que você gosta.
Presenteie-se de vez em quando.

MUDE SUA ROTINA
Alterar sua rotina lhe trará novas energias. Tenha uma clara divisão entre trabalho e tempo livre, e deixe espaço para atividades divertidas e momentos de reflexão.

MANTENHA CONTATO COM AS PESSOAS
Lembre-se de como você se sentiu quando recebeu uma ligação inesperada de um velho amigo? Envie um e-mail para alguém ou ligue para amigos e parentes para simplesmente dizer "oi".

SEJA CRIATIVO
Encontre uma atividade na qual você possa extravasar sua criatividade. Pode ser construir ou reformar, desenhar ou pintar, escrever, e até mesmo fazer jardinagem. Não importa se você está ocupado ou sinta preguiça ao fim da semana; se reservar um tempo para atividades criativas você será mais feliz e mais saudável.

ENCONTRE UM AMOR
Compartilhar experiências com alguém que você ame vai aumentar – e muito – sua felicidade. Amor incondicional vai fazer você se sentir seguro e alegre.

CONVERSE COM ALGUÉM
Tenha um melhor amigo com quem você possa conversar sobre qualquer assunto. Ele não vai te julgar ou tentar resolver seus problemas. Ele o escutará porque ele sabe que você fará o mesmo por ele.

PERDOE
Talvez seja hora de perdoar alguém (ou você mesmo) por algo que foi feito ou dito. Se outra pessoa foi promovida ao invés de você, ou se você perdeu seu emprego por causa de uma re-estruturação empresarial, reconheça que você não pode voltar atrás. Simplesmente aceite. Recupere o controle sobre a sua felicidade deixando para trás antigas mágoas.

SONHE
Escreva seus sonhos e, aos poucos, realize-os. Você terá novos objetivos, nos quais focalizará suas energias.

SEJA FELIZ
Enfim, faça com que o ambiente em que você vive ofereça oportunidades para reconhecer e aproveitar os aspectos positivos e os bons momentos da vida.
Se esforce para ser feliz.
Meus amigos(as) desejo a todos um ótimo Dia.
Muita Paz para todos.
Força Sempre
Claudio Pacheco

quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

A vida anda pra frente

Quando nos propomos a fazer algo diferente do que fizemos antes, e que não funcionou para nós, precisamos nos mover adiante. Em geral, a ideia de refazer remete à lembrança de frustrações passadas. Se isso acontece com você, atenção com o uso que faz da sua energia!

Uma das primeiras lições que aprendemos com a vida é que não dá para acertar sempre. Algumas vezes, dependendo do grau de dificuldade que encontramos, erramos bastante. Experiência é tudo: experimentar, fazer, repetir, até conseguir o que se deseja.

Isso se aplica a relacionamentos, vida profissional e o que mais alguém possa querer realizar.

Se não desistirmos diante das frustrações e das tentativas mal sucedidas, iremos nos aprimorando até adquirir a habilidade desejada.

O processo de aprendizagem requer que possamos lidar com a frustração. Em vez de nos deixarmos abater, precisamos aceitar com naturalidade o que não deu certo.

A aceitação é a chave para deixar ir embora o que não funcionou antes.

Enquanto a pessoa ficar lamentando o passado, ou imaginando como teria sido se tivesse agido diferente, vai patinar no mesmo lugar, sem se mover adiante.

Fazemos o melhor que podemos com os recursos emocionais, mentais, materiais de que dispomos, em determinado momento. Essa idéia deve ser suficiente para afastar sentimentos de culpa e outras emoções negativas.

A mudança de percepção e de atitude diante de uma situação acontece quando passamos de um grau de maturidade para outro, maior.
Meus amigos(as) desejo a todos um ótimo Dia.
Muita Paz para todos.
Força Sempre
Claudio Pacheco

segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

O Medo do Amor

Medo de amar? Parece absurdo, com tantos outros medos que temos que enfrentar: medo da violência, medo da inadimplência, e a não menos temida solidão, que é o que nos faz buscar relacionamentos. Mas absurdo ou não, o medo de amar se instala entre as nossas vértebras e a gente sabe por quê.

O amor, tão nobre, tão denso, tão intenso, acaba. Rasga a gente por dentro, faz um corte profundo que vai do peito até a virilha, o amor se encerra bruscamente porque de repente uma terceira pessoa surgiu ou simplesmente porque não há mais interesse ou atração, sei lá, vá saber o que interrompe um sentimento, é mistério indecifrável. Mas o amor termina, mal-agradecido, termina, e termina só de um lado, nunca se encerra em dois corações ao mesmo tempo, desacelera um antes do outro, e vai um pouco de dor pra cada canto.

Dói em quem tomou a iniciativa de romper, porque romper não é fácil, quebrar rotinas é sempre traumático. Além do amor existe a amizade que permanece e a presença com que se acostuma, romper um amor não é bobagem, é fato de grande responsabilidade, é uma ferida que se abre no corpo do outro, no afeto do outro, e em si próprio, ainda que com menos gravidade.

E ter o amor rejeitado, nem se fala, é fratura exposta, definhamos em público, encolhemos a alma, quase desejamos uma violência qualquer vinda da rua para esquecermos dessa violência vinda do tempo gasto e vivido, esse assalto em que nos roubaram tudo, o amor e o que vem com ele, confiança e estabilidade. Sem o amor, nada resta, a crença se desfaz, o romantismo perde o sentido, músicas idiotas nos fazem chorar dentro do carro.

Passa a dor do amor, vem a trégua, o coração limpo de novo, os olhos novamente secos, a boca vazia. Nada de bom está acontecendo, mas também nada de ruim. Um novo amor? Nem pensar. Medo, respondemos.

Que corajosos somos nós, que apesar de um medo tão justificado, amamos outra vez e todas as vezes que o amor nos chama, fingindo um pouco de resistência mas sabendo que para sempre é impossível recusá-lo.

Martha Medeiros
Meus amigos(as) desejo a todos uma ótima Noite.
Muita Paz para todos.
Força Sempre
Claudio Pacheco

ACEITE-ME

Aceite-me como eu sou, porque não tenho garantias e nem tenho a pretensão de ser alguém perfeito.

Toda a perfeição não posso ter.

Eu sou como você.

Sou da espécie humana.

Sou capaz de errar.

O erro não é falha de caráter e errar faz parte da Natureza Humana.

Eu vivo, Eu sorrio e Eu também aprendo.

Meu conhecimento é incompleto.

Estou na busca o tempo todo, nas horas acordadas e nas horas de sono.

Eu tenho um longo caminho a ser percorrido, assim como você também tem.

Aprendemos nossas lições pelo caminho.

Atingiremos a Sabedoria.

Assim, por favor, aceite-me como sou!

Porque eu sou só eu.

Apenas eu.

Não há ninguém igualzinho a mim no mundo.

Esta é a única garantia que dou.

É assim que eu me sinto.

Eu tenho um coração.

Abra-me e veja-o!

Por favor , cuide bem dele.

Ele é tudo que eu sou.

Apenas eu.

(Silvia Schmidt)
Meus amigos(as) desejo a todos um ótimo Dia.
Muita Paz para todos.
Força Sempre
Claudio Pacheco

sábado, 5 de janeiro de 2013

PARE DE RECLAMAR E MUDE A SUA VIDA!

Uma pessoa que deseja realmente crescer, melhorar e evoluir deve, em primeiro lugar e acima de tudo, desejar genuinamente que algumas mudanças ocorram em sua vida. Para tanto, ela deve saber que as mudanças externas, sejam em relação ao trabalho, à situação financeira, ao relacionamento com pais, filhos, namorado, enfim, sejam em qualquer área de sua vida, é essencial que haja, antes, uma mudança interna.

Ou seja, que ela mude sua forma de pensar, de agir e de se comportar diante da vida. Tem uma frase da Programação Neurolinguística (PNL) que diz assim:
“Se você continuar tendo as mesmas atitudes que sempre teve, vai continuar obtendo os mesmos resultados que sempre obteve”. Isso significa que para obter novos resultados é preciso ter novas atitudes!

Certamente, muitas pessoas pensarão: “Ah, mas isso é óbvio!” No entanto, fico impressionada com a quantidade de pessoas que tenho visto reclamando da situação em que se encontram, da vida que tem levado e das conquistas que gostariam de fazer e não conseguem... Essas pessoas parecem estar sofrendo de uma espécie de surdez, cegueira e mudez!

E mais: de certa forma, parecem estar com uma paralisia mental e espiritual. Reclamam, reclamam e reclamam, mas não se arriscam a mudar absolutamente nada! Continuam fazendo tudo igual, todos os dias, automaticamente, como se fossem máquinas, como se por trás dessas atitudes não houvesse uma nobre missão a ser cumprida, como se a vida fosse uma seqüência de atitudes sem sentido e mecânica...

E, muitas vezes, não é por falta de recursos ou de sugestões. Se a gente sugere um livro, dizem que não têm tempo. Se a gente sugere um curso, dizem que não têm tempo ou não estão com ânimo, que estão cansadas ou até que acham uma bobagem... Se a gente sugere um passeio ou um comportamento diferente, mostram-se desinteressadas ou, de repente, surgem vários compromissos do tipo: “tenho que fazer a unha”, “preciso visitar o túmulo do vizinho da minha tia”, “preciso pintar a minha casa de roxo porque disseram que dá sorte!”.

Enfim, escuto as “desculpas” que essas pessoas arrumam com praticamente o mesmo peso que as piadas acima...
Pois eu gostaria de ser um pouco menos educada e dizer umas “boas” para algumas pessoas que pensam que o ouvido dos outros é penico e desperdiçam os seus dias reclamando de tudo e nada fazem para mudar, para conquistar o que desejam (ou o que nem sabem que desejam, pois estão sempre mais interessadas em falar daquilo que não desejam mais!).

Aproveito então para sugerir em bom tom que se você não está satisfeito com a vida que tem levado, se deseja realmente mudar, melhorar, tornar-se uma pessoa mais feliz, que você comece a agir de modo diferente! Não sabe como?!? Tudo bem... isso não é motivo para desistir!

Procure ajuda, leia, faça cursos, observe pessoas bem-sucedidas, procure uma terapia (existem muitas), enfim, pare de reclamar e de poluir o planeta com suas frustrações e saiba, de uma vez por todas, que as mudanças em sua vida dependem de você. Você é o único responsável por elas!!! E, de coração, muita luz e amor para você, além de “meus sinceros parabéns!”, pois mudar é uma atitude digna de elogios!

Rosana Braga
Meus amigos(as) desejo a todos uma ótima Noite.
Muita Paz para todos.
Força Sempre
Claudio Pacheco

sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

Mude o foco para eliminar os problemas

Você já reparou que em cada fase de nossa vida alguns problemas parecem maiores que os outros? Não estou falando de problemas graves e pontuais, como doença ou perda de emprego. Estou falando daquelas características de nós mesmos de que não gostamos, estamos sempre tentando modificar.

Para esses supostos problemas, existe um grande remédio: mudar o foco.

Quanto mais atenção você dá a um problema, mais ele cresce. Isso acontece porque esse problema acaba tomando tempo e espaço em nossas vidas. Tempo e espaço esses que poderiam ser melhor utilizados em atividades produtivas, que nos levem em direção a nossos objetivos e não apenas fiquem atrapalhando nossa vida.

Um bom exemplo de atitude que dá certo em relação a essas situações incômodas é quando, ao longo do tempo, alguns problemas que eram enormes já não nos assustam tanto. Isso é bastante comum quando a gente vai amadurecendo. Em determinada época de nossa vida, especialmente na adolescência, um coração partido é o fim do mundo. Como sofremos quando alguém não corresponde à nossa paixão!

Depois de um tempo, se conseguimos estabelecer um casamento, um relacionamento estável com alguém e olhamos para trás, nos surpreendemos pelo tempo e energia que gastamos lamentando não ter conseguido conquistar aquela outra pessoa. O problema não parece muito menor do que era na época? Pois isso é resultado da mudança de foco.

Tenho certeza de que, quando você viu que não adiantava insistir em conquistar aquela pessoa, parou de pensar tanto nela e foi se envolvendo com outras áreas de sua vida. E, de repente, de tanto focar em questões produtivas, acabou conseguindo encontrar e conquistar uma pessoa que tem muito mais a ver com você do que aquela que ficou para trás.

Parabéns, você soube mudar o foco e está colhendo os frutos disso.

Mas garanto que hoje são outros tipos de problemas que incomodam você. Pois bem, sabe qual é o segredo? Para esses problemas, também é a mudança de foco que vai trazer a solução.

Não digo que você deva parar completamente de pensar neles. Mas deve, isso sim, ter uma postura muito mais de solução do que de tristeza pela falta de alguma coisa. Você deve analisar como pode conquistar o que está lhe faltando. Quais os passos que deve dar para suprir esta falta?

Tenho certeza de que, com consistência e foco no resultado, você vai chegar lá!

Carlos Augusto Monteiro
 Meus amigos(as) desejo a todos uma ótima Tarde.
Muita Paz para todos.
Força Sempre
Claudio Pacheco

quinta-feira, 3 de janeiro de 2013

É Triste Dizer Adeus

"É triste dizer adeus, mas às vezes é necessário.
Não podemos prender a nós definitivamente as pessoas que amamos
para suprir nossa necessidade de afeto.

O amor que ama, aprende a libertar.

Procuramos ganhar tempo para tudo na vida.
Mas a vida, quando chega no próprio limite, despede-se, e é esse último
adeus que é difícil de compreender e, mais ainda, aceitar.
Possuímos um conceito errado do amor.
Amar seria, no seu total significado, colocar a felicidade do outro acima de tudo,
mas na realidade é a nossa felicidade que levamos em consideração.
Queremos os que amamos perto de nós porque isso nos completa, nos deixa bem e seguros.
E aceitar que nos deixem é a mais difícil de todas as coisas.
Não dizemos sempre que queremos partir antes de todos os que amamos?
Isso é para evitar nosso próprio sofrimento, nossa própria desolação.
É o amor na sua forma egoísta.

Aceitar um adeus definitivo é uma luta.

Se as perdas acontecem cedo demais ou de forma inesperada,
o sentimento de desamparo é muito maior e a dor mais prolongada.
É o incompreensível casando-se com o inaceitável e o tudo rasgando a alma.
Essas dores poderão se acalmar, mas nunca se apagarão.

Mas quando a vida chega ao final depois de primaveras e primaveras e outonos e mais outonos,
nada mais justo que o repouso e aceitar a partida é uma forma de dizer ao outro que o amamos,
apesar da falta que vai fazer.
Não podemos prender as pessoas a nós para ter
a oportunidade de dizer tudo o que queremos ou fazer
tudo o que podemos por elas.
De qualquer forma, depois que se forem, sempre nos perguntaremos se
não poderíamos ter dito ou feito algo mais.
Mas essas questões são inúteis.
O amor que ama integralmente não quer ver o outro sofrer e ele abre mão dos próprios sentimentos
para que o destino se cumpra, para que a vida siga seu curso.

As dores do adeus são as mais profundas de todas.

Mas elas também amenizam-se com o tempo e um dia, sem culpa, voltamos a sorrir,
voltamos a abrir a janela e descobrimos novamente o arco-íris da vida.
Depois da tempestade descobrimos um dia novo e o sol brilha de maneira diferente.
E talvez seja assim que aprendemos a dar valor à vida,
aos que nos cercam;
aprendemos a viver de forma a não ter arrependimentos depois e aproveitar ainda
mais cada segundo vivido em companhia daqueles que nosso coração ama."

Letícia Thompson
Meus amigos(as) desejo a todos uma ótima Noite.
Muita Paz para todos.
Força Sempre
Claudio Pacheco

terça-feira, 1 de janeiro de 2013

Você esqueceu de quem você é?

Você pode estar sofrendo e reclamando dos problemas da sua vida, se lamentando pelo número de situações negativas, as quais estão sucessivamente sendo atraídas para você.
Dores, doenças, crises e conflitos diários, falta de prosperidade, falta de sucesso pessoal, ansiedade e saúde frágil.
Tudo isso tem uma causa: você se esqueceu!

Se esqueceu de que quando olha para dentro de você com sinceridade e analisa cada problema na sua causa essencial, tem grandes chances de ser feliz!
Se esqueceu de que quando você reclama dos sofrimentos é porque preferiu achar culpados .
Você se esqueceu que se algo vai mal, você pode mudar com base em ações novas, pensamentos modificados e hábitos renovados.
Se esqueceu de que a força da sua alma é ilimitada e o tempo em você desperdiça focando na lamentação dos problemas é o mesmo precioso tempo que você poderia utilizar para sintonizar-se com a sua alma e com a força da sua espiritualidade.
Você se esqueceu de concentrar tempo em reconhecer os seus princípios, virtudes e valores, pois eles são a sua força!
Se esqueceu de buscar o caminho para a realização da missão da sua alma, pois esse é o caminho da verdade do seu espírito.
Se esqueceu de querer ser feliz.
Você se distraiu... Você se esqueceu... Você alienou-se da sua causa maior...
Pare agora! Analise a sua vida com as lentes da sua alma.
Dê uma nota de 0 a 10 para cada aspecto importante de sua vida e não pare de agir até que todos eles estejam nota 10!
Com atenção a isso, você nunca se esquecerá!
Quais são os seus sonhos?
O que você está fazendo para alcançá-los?
A forma como você está agindo atualmente vai lhe levar até onde?
Pense, reflita, reforme-se.
Lembre-se de quem você é e ilumine-se!
Meus amigos(as) desejo a todos uma ótima Noite.
Muita Paz para todos.
Força Sempre
Claudio Pacheco