domingo, 31 de agosto de 2014

A VIDA É FEITA DE MOMENTOS


A vida é feita de momentos. Apenas momentos. Não perca-os agora.

Na Índia, cada vez que a gente encontra uma pessoa ou se despede dela, põe as mãos na frente e diz: Namaste. Isso quer dizer: ‘Respeito o lugar em você em que reside todo o universo. Respeito o lugar em você em que, se você estiver neste lugar em você, e eu estiver nesse lugar em mim, só exista um de nós.’ Namaste.

É essencial que você alcance o ponto em que possa se por diante do espelho e dizer: ‘Espelho, espelho meu, quem é o mais incrível de todos?’ E o espelho responder: ‘Você, meu velho!’ Você pode não ser tão alto quanto gostaria de ser, ou as suas coxas podem ser um ouço maiores do que gostaria, mas você é o melhor que você tem. E quando reconhecer isso, estará progredindo. Ninguém o poderá deter.

Como você é humano, tem que fazer mágica. Entre em contato com ela. Quando sentir uma crise de loucura se aproximando, não a domine. Deixe que ocorra, só uma vez, e depois me conte o que aconteceu.

Quando eu amo você e você me ama, somos como o espelho um do outro, e refletindo-nos no espelho de cada um vemos o infinito.

É a semelhança que nos aproxima, mas é a novidade que nos conservará unidos. Seja sábio, seja estimulante, seja empolgante, partilhe as novas idéias, cresça, desenvolva-se. Nunca seja previsível.

Por favor, não esperem para comunicar os seus sentimentos. Um dos maiores elementos destruidores dos relacionamentos e intimidade é a nossa incapacidade de comunicar o que estamos sentindo agora.

LEO BUSCAGLIA
Meus amigos(as) desejo a todos uma ótima Noite.
Muita Paz para todos.
Força Sempre
Claudio Pacheco

sábado, 30 de agosto de 2014

Palavras


 

Palavras não são apenas palavras. Elas têm disposições de ânimo, climas próprios.

Quando uma palavra se aloja dentro de você, ela traz um clima diferente à sua mente, uma abordagem diferente, uma visão diferente. Chame a mesma coisa de um nome diferente e perceberá: algo fica imediatamente diferente.

Existem as palavras dos sentimentos e as palavras intelectuais. Abandone cada vez mais as palavras intelectuais, use cada vez mais palavras dos sentimentos. Existem palavras políticas e palavras religiosas. Abandone as palavras políticas. Existem palavras que imediatamente criam conflito. No momento em que você pronuncia, surgem discussões. Assim, nunca use uma linguagem lógica e argumentativa. Use a linguagem do afeto, do carinho, do amor, para que não surja discussão alguma.

Se você começar a ficar consciente disso, perceberá uma imensa mudança surgindo. Se você estiver um pouco alerta na vida, muitas infelicidades poderão ser evitadas. Uma única palavra pronunciada na inconsciência pode criar uma longa corrente de aflição. Uma leve diferença, apenas uma virada muito pequena, e isso cria mudança. Você deveria ser muito cuidadoso e usar as palavras quando absolutamente necessário. Evite palavras contaminadas. Use palavras arejadas, não controversas, que não são argumentos, mas apenas expressões de suas impressões.

Se você puder se tornar um especialista em palavras, toda a sua vida será totalmente diferente. Se uma palavra trouxer infelicidade, raiva, conflito ou discussão, abandone-a. Qual é o sentido de carregá-la? Substitua-a por algo melhor. O melhor é o silêncio, depois é o canto, a poesia, o amor.

Osho, A Rose is a Rose Is a Rose.

 Meus amigos(as) desejo a todos uma ótima Tarde.
Muita Paz para todos.
Força Sempre
Claudio Pacheco

sexta-feira, 29 de agosto de 2014

A Importância da Meditação


Aos poucos, a prática da meditação tem sido mais divulgada, conhecida e aceita. Apesar de fazer parte da humanidade há séculos, ainda hoje encontramos muitas pessoas que por falta de informação deixam de se beneficiar desta técnica milenar. Não podemos negar que o mundo hoje invade nosso cotidiano e até mesmo nossos momentos de descanso e prazer com pressões que se acumulam, tumultuando nossa mente, tornando assim cada vez mais difícil nos voltarmos para dentro de nós mesmos e visualizar a causa de nossas angústias.

Todos sabemos que as respostas para a maioria de nossas perguntas estão dentro de nós, mas as pessoas insistem em buscar as respostas fora, demorando cada vez mais para se encontrarem. E a meditação é um dos caminhos para esse encontro com nós mesmos. A prática da meditação nos ajuda a limpar a mente, amplia a capacidade de lembrança, e acima de tudo, proporciona prodigiosos insights que podem ajudar a resolver os problemas. É como se alguém fizesse aparecer a ideia dentro de você - o que chamamos de insight. E tudo começa fechando os olhos, relaxando os músculos, tranquilizando a respiração. Tão simples e tão poderoso! E algumas pessoas, infelizmente, alegam que não meditam por falta de tempo, mas se precisam ir ao médico, conseguem um tempinho, depois mais um tempinho para irem até a farmácia comprar remédios, que quase sempre são paliativos, quando possuem um recurso poderoso, que só dependem delas e ainda assim, vão tão longe. Mas isso nos faz refletir o quanto essa questão está totalmente relacionada com a falta de confiança em si mesmo. Como acreditar que pode se curar se não acredita em sua capacidade para conseguir coisas menores? É preciso refletir sobre essa questão.

Uma nova área na pesquisa médica, denominada psiconeuroimunologia - a integração da mente com o sistema imunológico, tem obtido muitas curas. O relaxamento, visualização e meditação podem, com segurança e eficácia, ser utilizados para eliminar estresse, tensão, medos e fobias. Muitas doenças cardiovasculares são agravadas pelo estresse, pelo medo, pela exaustão - a necessidade de competir, de produzir mais e mais, de perseguir o sucesso, quase como condicionamentos persecutórios. A redução do estresse é um fator importante para a prevenção de doenças e a meditação pode reduzir o nível de estresse. Na meditação, é como se cada expiração expulsasse do corpo a tensão e os elementos nocivos, e a pessoa se deixa levar pela luz, que passa a envolver seu corpo, curando tudo, afastando a doença, fortalecendo.

Reserve, se possível, todos os dias, dez, vinte minutos para meditação, à medida que persistir essa prática se tornará cada vez mais fácil. O importante é manter a regularidade para atingir níveis cada vez mais profundos de relaxamento. A meditação exercida com regularidade é um meio precioso para a recuperação e manutenção da saúde. Jung utilizou método semelhante com o nome de Imaginação Ativa desde 1916. A vantagem deste método é o de trazer à luz uma grande quantidade de conteúdos inconscientes. O objetivo do método é em primeiro lugar terapêutico. Nessa técnica a pessoa não fica passiva, pelo contrário, há uma sequência de imagens e lembranças, geradas pela concentração intencional. Mediante a participação ativa é possível mergulhar nos processos inconscientes e, abandonando-se a eles, consegue dominá-los e identificar as causas de muitos conflitos. Essa técnica é indicada para ser feita juntamente com um profissional. Mas há muitas técnicas simples que podem ser feitas em casa, e muitos livros que explicam a técnica e trazem junto um CD, onde basta ouvir e relaxar.

Através da meditação vivenciamos uma beleza interior que nos faz repensar tudo o que nos rodeia e a nós mesmos. Um momento de graça de luz, de elevação. Ao utilizar e direcionar nossas energias para a purificação de nosso corpo e de nossa mente, descobrimos o desenvolvimento de nossa espiritualidade. Um momento todo nosso, todo seu!

A meditação desenvolve uma progressiva capacidade de concentração e focalização. Sim, a meditação exige prática, paciência. Mas o próprio ato de meditar gera cada vez mais paciência, o que importa é que você está indo ao encontro da parte mais bonita, acolhedora e produtiva de você mesmo - a sua porção feita de luz! Somos, sim, seres luminosos e iluminados. Quanto mais profundamente a prática de meditação nos leva, mais nos distanciamos do plano das aparências e das tensões, mas nos envolvemos com a capacidade de amar, compreender que essa visão da vida e do mundo está dentro de nós. Ao descobrir que possuímos esse dom tão precioso, repleto de beleza, nos sentimos seres dignos de ser amados e de alcançar a felicidade.

Há formas básicas de meditação que você pode experimentar agora, sem depender de outra pessoa. Sente-se em posição e cadeira confortáveis, numa sala ou quarto calmo e silencioso. Cuide para não ser perturbado nem interrompido durante pelo menos quinze minutos. É melhor que seus pés fiquem no chão e, suas mãos, bem relaxadas sobre o colo. Se preferir, também pode fazer deitado. Feche com suavidade os olhos e relaxe por completo. Comece com 3 respirações profundas, que ajuda a soltar a tensão. Aos poucos vá relaxando cada parte do corpo, começando pelos pés, subindo devagar até chegar a cabeça. Respire profundamente pelo nariz, concentrando-se até que sua respiração se torne suave e regular. Se começar a divagar, traga sua atenção de volta para a respiração. Imagine uma luz azul, violeta, envolvendo todo seu corpo. E durante todo o processo não fuja do centro de você mesmo, da sua verdade pessoal, daquilo que você realmente é no mais profundo do seu ser. A prática da meditação leva as pessoas ao encontro do seu "eu" mais poderoso e essencial. Nossa tarefa no plano físico é aprender. Aprender no sentido mais amplo, mais ilimitado: aprender a amar. Amar aos outros e a nós mesmos. Esse é o reconhecimento que nos torna simplesmente divinos!

Rosemeire Zago
 Meus amigos(as) desejo a todos uma ótima Noite.
Muita Paz para todos.
Força Sempre
Claudio Pacheco

Sorria... E Acalme Corpo e Mente


Precisamos praticar o sorriso, enquanto trabalhamos na cozinha, no nosso escritório, nos nossos afazeres cotidianos, no trânsito, em uma fila de espera, no supermercado... Desfrutar de uma simples xícara de chá, de uma música suave, da companhia de um amigo, ou simplesmente de poder andar de manhã, olhar o mar e o céu azul.

A princípio, você pode achar difícil sorrir e neste caso deve contemplar o porquê disto. Questionar porque acha que não merece sorrir, que amarguras e ressentimentos tem alimentado que lhe impedem de sorrir... Sorrir significa ser você mesmo, ser livre e aberto para amar e ser feliz.

Com um sorriso você relaxa centenas de músculos de seu rosto, relaxa seu sistema nervoso, e envia para o corpo a mensagem de que tudo está bem. Deste modo, este corpo lhe protege mais de doenças, pois se torna muito forte e mais saudável.

Através da arte de sorrir mais, você se descontrai, sente-se confortável com você, na vida, com as outras pessoas, e vai ficando livre das ansiedades, dos medos, da depressão e da tristeza. Aprende o que é estar firme, com responsabilidades na vida e ao mesmo tempo, leve, sereno, com leveza de espírito.

O sorriso é um bom treinamento para a mente relaxar, parar de se preocupar tanto e começar a viver o único momento que existe, o momento presente. Saborear o momento presente é a nosso maior aprendizado. Sorrindo, acalmando corpo e mente, vivendo a dádiva do momento presente, sentindo-se em paz e mais tranqüilo... Vale a pena investir nisto e desfrutar esta serenidade interior que vem junto do sorriso e do treinamento contínuo de estar no aqui e no agora.

Mesmo que sua vida esteja difícil, é preciso sorrir e ficar livre das amarguras e ressentimentos. Não podemos nos sintonizar apenas com a dor, não podemos deixar que ela nos domine. Somos mais que nossas dores. Precisamos nos sintonizar com o canal interno do sorriso, da aceitação, da gratidão. Compreender que tudo acontece para melhor e nos transformar.

Quando sentamos tranqüilamente, para respirar, para meditar, para sorrir, conscientemente, estamos sendo nós mesmos e temos poder sobre nós. Estas práticas nos ajudam a retornar a nós mesmos, a encontrar nosso eixo, nosso centro. Ficamos mais equilibrados, centrados, conscientes do que está acontecendo e deste modo, vamos deslizando para um estado interno de paz, sem uma mente tão turbulenta e inquieta.

Emilce Shrividya Starling
 Meus amigos(as) desejo a todos um ótimo Dia.
Muita Paz para todos.
Força Sempre
Claudio Pacheco

quinta-feira, 28 de agosto de 2014

Meditação é Transformação


Se você sentir muita resistência contra a meditação, isso simplesmente mostra que bem lá no fundo você está alerta para o fato de que algo irá acontecer e mudar toda a sua vida. Você tem medo de renascer. Investiu muito em seus velhos hábitos, na antiga personalidade e na velha identidade.

Meditação é apenas limpar o seu ser, tentar tornar-se jovem e saudável, tentar tornar-se mais vivo e mais alerta. Se você tem medo da meditação, isso significa que você tem medo da vida, que você tem medo da consciência alerta; e a resistência vem, porque você sabe que, se você se mover para dentro da meditação, algo fatalmente acontecerá.

Se você absolutamente não estiver criando resistência, isso pode ser porque você não leva a meditação muito a sério, você não toma a meditação muito sinceramente. Então, você pode brincar — o que há a temer?

Osho, em "O que é Meditação?"
Meus amigos(as) desejo a todos uma ótima Tarde.
Muita Paz para todos.
Força Sempre
Claudio Pacheco

quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Seus olhos são para enxergar de perto, de longe, por fora e por dentro!


Ao observar atentamente as pessoas, mais com os olhos do coração, do que com os olhos da razão, você vai observar que tem muito mais gente boa do que gente ruim por esse mundão.

Ver além das aparências! Olhar para a essência! Validar as pessoas pelo que elas são. Consegue isso?

Imagine, o máximo que puder, o que há por trás das atitudes das pessoas. O que será que tem no coração, na história e na vida das pessoas? Tentar entender o motivo que leva uma pessoa a agir de uma determinada forma só fará de você uma pessoa ainda mais desenvolvida, sabia?

Seus olhos são para enxergar de perto, de longe, por fora e por dentro! E o seu coração foi feito para sentir! Só se vê bem com os olhos do coração, certo?

Então, veja mais as estrelas, o céu, a lua, os pássaros, o colorido das flores.... Observe mais o rosto das pessoas. E ao olhar dentro dos olhos de cada um, você pode perceber como as pessoas são muito mais do que aparentam ser! Olhe nos olhos e no coração de todos aqueles que cruzarem o seu caminho.

Seja atencioso e compreensivo. Sempre! Especialmente com aqueles que mais estão incomodando. Nunca esqueça que a manifestação externa reflete o estado interior. Você também funciona com dificuldade quando algo não está bem no seu interior, certo?

Vá além das aparências. E continue se esforçando para compreender e amar, exatamente como quer ser compreendido e amado!

Ajude mais as pessoas a cumprirem alegremente suas tarefas. Sua presença bem que poderia melhorar o lugar onde está, né? Seja como o sol que ilumina a todos! Afinal, você deve fazer muita diferença na vida de muita gente!

Uma pessoa é única, poderosa e iluminada quando oferece a sua mão, o seu coração! Estenda a sua! Oferece o seu coração!

Bom Dia! Bom Divertimento! Que Deus encontre sempre a porta do seu coração bem aberta.

"Nunca foi a altura, nem o peso, nem os músculos que fazem uma pessoa grande.
Sempre foi e sempre será a sua sensibilidade e a sua capacidade de amar"

Luis Carlos Mazzini
Meus amigos(as) desejo a todos uma ótima Noite.
Muita Paz para todos.
Força Sempre
Claudio Pacheco

A Verdadeira Liberdade


Todos ansiamos, desde muito cedo na vida, por mais liberdade. Quando ainda muito jovens, a liberdade é, para nós, essencialmente relacionada à realização de nossos desejos. Queremos fazer tudo, experimentar tudo, sem sermos tolhidos em nossos anseios de descoberta do mundo por quem quer que seja.

Conforme adentramos na idade adulta, aprendemos a nos adequar à maior parte das regras sociais e não podemos transgredi-las ou questioná-las com a mesma ênfase com que confrontávamos nossos pais, pois as conseqüências dessa atitude serão muito mais difíceis de ser enfrentadas.

À medida que amadurecemos, vamos entendendo que a liberdade é algo muito mais profundo e vivenciado num nível de interiorização que não havíamos imaginado. A liberdade não significa buscar a satisfação pura e simples de nossos desejos, mas a capacidade de nos mantermos fiéis a nós mesmos e a nossos sentimentos, independente do que o mundo tente nos impor.

Essa atitude interior não implica mais numa rebeldia que se manifesta de forma agressiva e contestatória, mas numa forma de viver que inclui a negação dos falsos valores do mundo material, onde somente o Ter é valorizado, e sua substituição por uma qualidade de Ser, essa sim capaz de nos fazer entender o verdadeiro sentido da palavra liberdade.

A verdadeira liberdade consiste em nos libertarmos do aprisionamento do ego e irmos além, alcançando um estado de consciência que nos torna imunes aos sofrimentos determinados por nossa consciência egóica. Orgulho, ciúme, vaidade, medo, desejo de posse, insegurança, ambição desmedida, são todos sentimentos relacionados ao ego e que nos impedem de viver uma vida plena.

A meditação tem um importante papel nesse processo. Através dela, podemos focalizar conscientemente as causas de nossas frustrações e permitir que essas forças negativas se transformem em nossos auxiliares no avanço rumo à nossa verdadeira liberdade.

Em uma das inúmeras palestras que realizou nos Estados Unidos, o Lama Tibetano Chogyam Trungpa Rimpoche descreve desse modo o papel da meditação como instrumento para reconhecermos nossas emoções negativas:

...Meditação não significa tentar alcançar êxtase, felicidade espiritual ou tranqüilidade, nem tentar tornar-se uma pessoa melhor. É simplesmente a criação de um espaço no qual tenhamos condições de expor e desfazer nossos jogos neuróticos, nossas auto-ilusões, nossos temores e esperanças ocultos.
...Portanto, a meditação é um meio de aflorar as neuroses da mente usando-as como parte de nossa prática. Da mesma forma que o adubo, não jogamos nossas neuroses fora, mas as espalhamos em nosso jardim, elas se tornam parte de nossa riqueza.
...O ato de nos tornarmos cada vez mais conscientes das circunstâncias da vida, das emoções e do espaço no qual elas ocorrem, pode nos abrir para uma consciência panorâmica ainda mais ampla. É uma atitude de aceitação fundamental de si mesmo, ao mesmo tempo retendo a inteligência crítica.... Lidar com as emoções deixa de ser um problema. As emoções são como são, nem reprimidas, nem favorecidas, mas simplesmente reconhecidas.
...Portanto, antes de nos relacionarmos com o céu, é preciso nos relacionar com a terra e lidar com nossas neuroses básicas.

Transmutar nosso estado de Ser requer atenção permanente, vontade e disciplina para empreender a jornada. Enquanto permanecermos focalizados no ego, continuaremos vivendo de forma limitada, sem experimentar o verdadeiro sentido da palavra liberdade.

Elisabeth Cavalcante
 Meus amigos(as) desejo a todos uma ótima Tarde.
Muita Paz para todos.
Força Sempre
Claudio Pacheco

terça-feira, 26 de agosto de 2014

Encontre Tempo Para Apenas Ser


Meditação é sentar-se sem fazer nada — não usar seu corpo nem sua mente. Se você começar a fazer alguma coisa, ou você entrará em estado contemplativo ou estará concentrado ou executará uma ação — de toda forma, estará movendo-se para fora de seu centro.

Quando você não estiver fazendo absolutamente nada, seja física ou mentalmente ou em qualquer outro nível, quando toda atividade houver cessado e você estiver apenas sendo, isso é meditação. Não é possível fazê-la, não é possível praticá-la. É preciso compreendê-la.

Sempre que você conseguir, pare todo o resto e encontre tempo para apenas ser. Pensar também é fazer, concentrar-se também é fazer, contemplação é fazer. Mesmo que seja um único momento em que você não esteja fazendo nada e esteja apenas em seu centro, completamente relaxado, isso é meditação.

E quando você pegar o jeito, poderá ficar nesse estado por quanto tempo quiser. Com o tempo, poderá ficar nesse estado durante as 24 horas do dia.

Após ter experimentado esse estado de tranquilidade, então, aos poucos, você começará a fazer coisas, mantendo-se alerta para que seu ser não seja perturbado. Essa é a segunda parte da meditação. Primeiro, aprender a simplesmente ser, depois aprender pequenas ações: limpar o chão, tomar banho, mas sempre mantendo-se no centro. Depois você poderá fazer coisas mais complexas.

Por exemplo, estou me dirigindo a você, mas minha meditação não foi perturbada. Posso continuar falando, mas em meu centro não há sequer um ruído. Há apenas silêncio, silêncio absoluto.

Então a meditação não é contra a ação.

Sua vida continua e, na verdade, torna-se mais intensa, mais cheia de alegria, com maior clareza, mais visão e mais criatividade. Ainda assim, você está nas nuvens, um observador nas montanhas, apenas vendo o que ocorre a seu redor.

Você não é aquele que faz, mas sim o que observa.

Trecho do Livro "Aprendendo a Silenciar a Mente", Osho
 Meus amigos(as) desejo a todos uma ótima Tarde.
Muita Paz para todos.
Força Sempre
Claudio Pacheco

Meditação Para Ter Confiança


Se você sente dificuldade para confiar, então você tem de retroceder. Tem de mergulhar fundo nas suas lembranças. Tem de voltar ao passado. Limpar a mente das impressões do passado. Você deve estar carregando um monte de lixo do passado; livre-se dele.

Essa é a chave para ter confiança: se você conseguir não só recordar tudo isso, mas também se livrar dessas lembranças. Faça isso durante a meditação.

Todo dia, à noite, faça essa retrospectiva durante uma hora. Tente recordar tudo o que aconteceu na sua infância. Quanto mais fundo você for, melhor — porque você esconde muitas coisas que aconteceram, sem deixá-las aflorar na consciência. Deixe que elas venham à superfície.

Se fizer isso todo dia, cada vez irá mais fundo. Primeiro você vai se lembrar de quando tinha em torno de 4 ou 5 anos, e não conseguirá ir além disso. De repente, será como se tivesse diante de você a Muralha da China.

Mas siga adiante — pouco a pouco, você verá que está indo mais fundo: 3 anos, 2 anos... Existe quem já tenha se lembrado de quando saiu do útero da mãe. Há quem tenha lembranças de quando estava dentro do útero e há quem vá além disso, lembrando-se do momento da morte numa vida passada.

Mas se você conseguir chegar ao ponto em que nasceu e puder relembrar esse momento, será uma experiência profunda, dolorosa. Será quase como nascer de novo. Você pode gritar como o bebê gritou pela primeira vez.

Pode se sentir sufocado como o bebê ao sair do útero — porque, por alguns segundos, ele não consegue respirar. Sente um sufocamento terrível: então grita e volta a respirar; a passagem se abre, os pulmões começam a funcionar. Talvez você precise começar desse ponto. Retroceder dali.

Tente outra vez, toda noite. Isso levará de três a nove meses, pelo menos, e todo dia você se sentirá mais aliviado, mais e mais aliviado, e a confiança, por sua vez, irá aumentando simultaneamente.

Depois que o passado estiver claro e você tiver visto tudo o que aconteceu, você se livrará dele. Esta é a chave: tome consciência de tudo o que você tem na memória e você se verá livre disso. A consciência liberta, a inconsciência gera escravidão.

Só assim será possível ter confiança.

Osho, em "Coragem: O Prazer de Viver Perigosamente"
 Meus amigos(as) desejo a todos um ótimo Dia.
Muita Paz para todos.
Força Sempre
Claudio Pacheco

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Palavras São Sementes


Em geral, costumamos não dar muita importância às palavras. Todos nós conhecemos pessoas que falam demais, que a tudo criticam e que de tudo se lamentam ou reclamam. Puxe pela memória e certamente você se lembrará de alguém que seja assim.

Pessoas que nas entrelinhas sempre reclamam da sua atual situação, seja financeira, seja amorosa, ou de trabalho, esses sempre estão no passado procurando justificar um presente, geralmente insatisfeitos com sua situação atual, não têm sorte, sempre são injustiçados e sempre existe algo ou alguém para colocarem a culpa.

Não entendem que o que os leva a essa situação de insatisfação e infelicidade são eles próprios, pela maneira que se posicionam em relação à vida, em relação a tudo aquilo que falam e costumam carregar como fardo às costas durante a sua vida terrena, ignoram que somos aquilo que pensamos e que falamos. Seja amargo, negativo e pessimista em relação à vida e a vida irá lhe retribuir da mesma maneira.

O universo trabalha assim, tudo é reação diante de uma ação, seja boa ou má de uma maneira ou de outra você terá sempre essa reação, não fosse assim criminosos teriam uma vida eterna e nunca iriam sucumbir diante de outro criminoso e teriam vida longa, mas sabemos que não é assim e temos exemplos recentes.

Você só atrai aquilo em que pensa e que fala. Passe a vida reclamando da sua situação de infeliz e receberá só a infelicidade. Assuma uma postura de perdedor e perdedor você será ao longo da vida... Isso é fato e não pense que irá mudar, pelo contrário, você irá atrair perdedores iguais a você ao seu redor e sempre irá conviver com pessoas infelizes e medíocres.

Tudo são vibrações e movimento e você, através dessa baixa vibração, irá atrair desentendimentos, infelicidade. Procure observar isso, geralmente em famílias que só se desentendem que só geram problemas, empresas que patinam e não progridem, funcionários negativos e problemáticos que, onde estão, prejudicam toda uma equipe, vibram todos em baixa; são pessoas pesadas em que a simples presença nos faz mal.

Algo acontece conosco lá atrás na infância, seja algum problema com os pais, algum problema grave com alguém da família, uma separação conturbada, uma infância molestada, um abandono de uma mãe, sempre desencadeia uma formação adulta negativa e pessimista e geralmente não se dá conta; e está aí criado um adulto pessimista e totalmente negativo na postura e nas ações.

Não quero aqui dizer que a vida seja sempre repleta de fatos felizes, que tudo é maravilhoso e que sempre exista um passarinho verde em nossa janela todas as manhãs; pelo contrário, na maioria das vezes, é repleta de batalhas, mágoas, dissabores e todo tipo de infelicidade, mas temos que superar sempre cada obstáculo como um guerreiro e vencê-los com postura de vencedor, que sabe que tem que passar por percalços e dificuldades, mas tem a certeza da vitória.

O vencedor cai e se levanta, sofre de solidão porque está sempre na contramão da história, geralmente é tido como um sonhador, um romântico um otimista sem noção de realidade, por isso, em geral está só em sua batalha pelo sucesso e pela prosperidade.
Você nunca verá um vencedor que não tenha sido criticado e falado em roda de invejosos e perdedores.

Você nunca verá um vencedor que não tenha provocado a inveja daqueles que não têm ousadia e se escondem na mediocridade, você nunca verá um vencedor que pense pequeno e que possua horizontes curtos e estreitos.

Mas, em geral, você verá perdedores reclamando sempre da sua situação atual perante a vida, da sua malfadada empreitada em algum negócio, do tempo em que era feliz e não sabia, de determinado emprego que lhe proporcionava certa zona de conforto.

Vencedores caminham sempre na contramão da história e sabem o preço que se tem a pagar pelo sucesso e pela prosperidade, sabem que todo pensamento negativo leva à infelicidade e ao fracasso. Sabem que tudo é construído com uma postura altiva e com uma mente positiva e que não importa o tempo de espera.
Sabem que palavras são sementes semeadas tanto para o sucesso como para o fracasso, portanto, procuram sempre tomar cuidado naquilo que dizem.

Pense nisso.

Nelson Sganzerla
Meus amigos(as) desejo a todos uma ótima Noite.
Muita Paz para todos.
Força Sempre
Claudio Pacheco

Cazuza - Medieval II ("Mixto Quente") [HQ/HD]

Curando as Emoções


São tantas emoções - já dizia o cantor popular.
E experimentamos essas emoções no nosso corpo, não na nossa mente.
A emoção é antes de tudo um estado físico.
Não falamos do medo de ficar com o coração na boca? Ou da alegria de sentir o coração leve?
Existe uma ligação entre o cérebro e o coração. Uma ligação física entre o nosso cérebro emocional chamado de límbico e o nosso coração.

A coisa funciona assim:
Temos um cérebro chamado cognitivo que é: educado, racional, diplomático, controlador e um cérebro límbico: emocional, primitivo, tipo homem das cavernas, que fica ali no fundo em guarda.
Quando ele percebe o perigo ou uma oportunidade excepcional, um inimigo ou uma pessoa atraente, ele aciona o alarme, e em milésimos de segundos ele cancela todas as operações e interrompe todas as atividades do cérebro cognitivo.
E isso continua acontecendo hoje com o homem e a mulher modernos, então nos descobrimos emotivos demais ou completamente irracionais.
Um ataque de ansiedade - o pânico - nasce desse jeito.
As imagens que vemos e os sons que ouvimos são o botão vermelho das nossas emoções.

Cuidado com as imagens que você deixa entrar e com as palavras e sons que penetram em você.
Por isso os mantras são tão importantes para acalmar esse cérebro selvagem.
Por isso contemplar a natureza é tão relaxante.
E não adianta pensar que você pode cultivar o controle de tudo através do cérebro cogniivo, é como jogar lixo embaixo do tapete, uma hora ele acaba aparecendo e aí o caos se instala. Importante é ter inteligência emocional, desenvolvendo a harmonia entre esses cérebros, meditando.

Meditar não é sair desse mundo. É entrar profundamente nele. É estar presente como um sorriso interno. Respirando e conectando com nosso coração no dia-a-dia. Pode ser num supermercado, no carro, no trabalho, com nosso filhos, com nosso amor.

Dizem os budistas que podemos transformar emoções negativas em virtudes. Que a energia da raiva é a mesma do amor, só que num pólo diferente. Que a energia da inveja é a mesma que a da admiração.Que a energia do medo é a mesma que a da coragem. Que a energia da ignorância é a mesma que a da sabedoria. É como uma alquimia, o nosso ouro interior surge quando nos aceitamos sem críticas e confiamos na nossa natureza pura, na nossa luz.

O segredo é aceitar nossa natureza que pode estar encoberta. Mas está lá, sempre esperando por este momento. Quando você olha para dentro e entende que é assim a complexidade da vida. E confia.

Mirna Grzich
 Meus amigos(as) desejo a todos uma ótima Tarde.
Muita Paz para todos.
Força Sempre
Claudio Pacheco

Ame a Si Mesmo



Para amar é preciso conhecer. Daí que a meditação é primária e o amor, secundário. Como o Sol irradia luz sem foco, a meditação irradia amor sem foco.

Amar a si próprio é meditação, é ser autêntico, aceitar-se com é. Isso é oração, é gratidão. O amor começa com o amor próprio, com a aceitação de si, de tudo e de todos. A aceitação cria o ambiente onde o amor desabrocha.

Também a confiança começa na autoconfiança, que é independência. Quem é independente, aprende, amadurece e se transforma com as mudanças.

O amor é o fenômeno mais mutante da vida: é como uma flor que se abre a cada manhã. Só os independentes podem amar e ser amados.
Diante de um problema o que mais importa é saber exatamente qual é problema e não sua solução.

Osho
 Meus amigos(as) desejo a todos um ótimo Dia.
Muita Paz para todos.
Força Sempre
Claudio Pacheco

domingo, 24 de agosto de 2014

Recriando a Vida


Vivemos um momento especial na história da humanidade. As transformações que têm sido anunciadas já há algum tempo, baseiam-se fundamentalmente numa mudança no padrão de consciência dos seres humanos.

Muitas pessoas ao redor do planeta recebem orientações e mensagens que se assemelham em muitos pontos, pois preconizam uma liberdade cada vez maior do homem em relação a dogmas, crenças e todos os tipos de amarras que o impedem de vivenciar plenamente sua natureza divina.

Há muito os mestres espirituais falam sobre a importância do voltar-se para dentro, entrar em contato com nossa interioridade, descobrir uma nova dimensão do ser totalmente desconhecida e ignorada pela maioria de nós.

Mas, durante muito tempo, suas palavras atingiram um número reduzido de pessoas - aquelas que haviam despertado para a busca, a necessidade de ir além da realidade aparente de suas vidas. Agora, no entanto, esta mensagem precisa alcançar uma quantidade cada vez maior de seres, pois o tempo exige da humanidade um novo direcionamento que não pode mais ser adiado.

Ao invés do medo, é essencial que nos conectemos com outra energia, a da confiança, a da entrega aos desígnios da existência que, se tivermos olhos e sensibilidade para enxergar, é protetora, nutridora e amorosa, como tão bem explicitou Cristo em suas Cartas recentemente divulgadas.

Tudo no Universo é a expressão desta força criadora, que se transforma e renasce o tempo todo. Por isso, não há porque não acreditarmos que este é um momento valioso, em que tudo o que nos prende ao sofrimento, à limitação e à dor, poderá finalmente começar a ser transmutado em alegria, abundância e paz.

"O homem nasce para atingir a vida, mas tudo depende dele... Ele pode seguir respirando, ele pode seguir comendo, ele pode seguir envelhecendo, ele pode seguir se movendo em direção ao túmulo - mas isso não é vida.

... Desenvolver-se significa mover-se a cada momento mais profundamente no princípio da vida... Como desenvolver-se? Simplesmente observe uma árvore. Enquanto a árvore cresce, suas raízes crescem para baixo, tornam-se mais profundas.

Existe um equilíbrio; quanto mais alto a árvore vai, mais fundo as raízes vão. Na vida, desenvolver-se significa crescer profundamente para dentro de si mesmo - que é onde suas raízes estão.

Para mim o primeiro princípio da vida é meditação. Tudo o mais vem em segundo lugar... Meditação significa entrar na sua imortalidade, entrar na sua eternidade, entrar na sua divindade.

... Meditação é apenas um método cirúrgico não convencional que corta tudo aquilo que não é seu e só preserva aquilo que é o seu autêntico ser. Ela queima tudo o mais e o deixa nu, sozinho embaixo do sol, no vento.

É como se você fosse o primeiro homem que tivesse descido na Terra - que nada sabe e que tem que descobrir tudo, que tem que ser um buscador, que tem que ir em peregrinação.

O segundo princípio é a peregrinação. A vida deve ser uma busca - não um desejo, mas uma pesquisa: não uma ambição para tornar-se isso, para tornar-se aquilo, um presidente de um país, ou um primeiro-ministro, mas uma pesquisa para encontrar 'Quem sou eu?'.

... Você se torna tão sensível que até a menor folha de grama passa a ter uma importância imensa para você. Sua sensibilidade torna claro para você que essa pequena folha de grama é tão importante para a existência quanto a maior estrela.

... E essa sensibilidade criará novas amizades para você - amizades com árvores, com pássaros, com animais, com montanhas, com rios, com oceanos, com as estrelas. A vida se torna mais rica enquanto o amor cresce, enquanto a amizade cresce...

Quando você se torna mais sensível, a vida se torna maior. Ela não é um pequeno poço, ela se torna oceânica... Toda essa existência se torna a sua família e a não ser que toda essa existência seja a sua família, você não conheceu o que é a vida. - porque homem algum é uma ilha, nós estamos todos conectados.

Nós somos um vasto continente, unidos de mil maneiras. E se o nosso coração não está cheio de amor pelo todo, na mesma proporção a nossa vida é diminuída.

... Faça todas as coisas criativas, faça o melhor a partir do pior - isso é o que eu chamo de arte. E se um homem viveu toda a vida fazendo a todo momento uma beleza, um amor, um desfrute, naturalmente a sua morte será o supremo pico no empenho de toda a sua vida.

... Comece com a meditação e muitas coisas crescerão em você - silêncio, serenidade, êxtase, sensibilidade. E o que quer que venha com a meditação, tente trazer para a sua vida. Compartilhe isso, porque tudo o que é compartilhado cresce mais rápido. E quando você atingir o momento da morte, você saberá que não existe morte..."

Trecho do livro "Livro da Cura", Osho
 Vivemos um momento especial na história da humanidade. As transformações que têm sido anunciadas já há algum tempo, baseiam-se fundamentalmente numa mudança no padrão de consciência dos seres humanos.

Muitas pessoas ao redor do planeta recebem orientações e mensagens que se assemelham em muitos pontos, pois preconizam uma liberdade cada vez maior do homem em relação a dogmas, crenças e todos os tipos de amarras que o impedem de vivenciar plenamente sua natureza divina.

Há muito os mestres espirituais falam sobre a importância do voltar-se para dentro, entrar em contato com nossa interioridade, descobrir uma nova dimensão do ser totalmente desconhecida e ignorada pela maioria de nós.

Mas, durante muito tempo, suas palavras atingiram um número reduzido de pessoas - aquelas que haviam despertado para a busca, a necessidade de ir além da realidade aparente de suas vidas. Agora, no entanto, esta mensagem precisa alcançar uma quantidade cada vez maior de seres, pois o tempo exige da humanidade um novo direcionamento que não pode mais ser adiado.

Ao invés do medo, é essencial que nos conectemos com outra energia, a da confiança, a da entrega aos desígnios da existência que, se tivermos olhos e sensibilidade para enxergar, é protetora, nutridora e amorosa, como tão bem explicitou Cristo em suas Cartas recentemente divulgadas.

Tudo no Universo é a expressão desta força criadora, que se transforma e renasce o tempo todo. Por isso, não há porque não acreditarmos que este é um momento valioso, em que tudo o que nos prende ao sofrimento, à limitação e à dor, poderá finalmente começar a ser transmutado em alegria, abundância e paz.

"O homem nasce para atingir a vida, mas tudo depende dele... Ele pode seguir respirando, ele pode seguir comendo, ele pode seguir envelhecendo, ele pode seguir se movendo em direção ao túmulo - mas isso não é vida.

... Desenvolver-se significa mover-se a cada momento mais profundamente no princípio da vida... Como desenvolver-se? Simplesmente observe uma árvore. Enquanto a árvore cresce, suas raízes crescem para baixo, tornam-se mais profundas.

Existe um equilíbrio; quanto mais alto a árvore vai, mais fundo as raízes vão. Na vida, desenvolver-se significa crescer profundamente para dentro de si mesmo - que é onde suas raízes estão.

Para mim o primeiro princípio da vida é meditação. Tudo o mais vem em segundo lugar... Meditação significa entrar na sua imortalidade, entrar na sua eternidade, entrar na sua divindade.

... Meditação é apenas um método cirúrgico não convencional que corta tudo aquilo que não é seu e só preserva aquilo que é o seu autêntico ser. Ela queima tudo o mais e o deixa nu, sozinho embaixo do sol, no vento.

É como se você fosse o primeiro homem que tivesse descido na Terra - que nada sabe e que tem que descobrir tudo, que tem que ser um buscador, que tem que ir em peregrinação.

O segundo princípio é a peregrinação. A vida deve ser uma busca - não um desejo, mas uma pesquisa: não uma ambição para tornar-se isso, para tornar-se aquilo, um presidente de um país, ou um primeiro-ministro, mas uma pesquisa para encontrar 'Quem sou eu?'.

... Você se torna tão sensível que até a menor folha de grama passa a ter uma importância imensa para você. Sua sensibilidade torna claro para você que essa pequena folha de grama é tão importante para a existência quanto a maior estrela.

... E essa sensibilidade criará novas amizades para você - amizades com árvores, com pássaros, com animais, com montanhas, com rios, com oceanos, com as estrelas. A vida se torna mais rica enquanto o amor cresce, enquanto a amizade cresce...

Quando você se torna mais sensível, a vida se torna maior. Ela não é um pequeno poço, ela se torna oceânica... Toda essa existência se torna a sua família e a não ser que toda essa existência seja a sua família, você não conheceu o que é a vida. - porque homem algum é uma ilha, nós estamos todos conectados.

Nós somos um vasto continente, unidos de mil maneiras. E se o nosso coração não está cheio de amor pelo todo, na mesma proporção a nossa vida é diminuída.

... Faça todas as coisas criativas, faça o melhor a partir do pior - isso é o que eu chamo de arte. E se um homem viveu toda a vida fazendo a todo momento uma beleza, um amor, um desfrute, naturalmente a sua morte será o supremo pico no empenho de toda a sua vida.

... Comece com a meditação e muitas coisas crescerão em você - silêncio, serenidade, êxtase, sensibilidade. E o que quer que venha com a meditação, tente trazer para a sua vida. Compartilhe isso, porque tudo o que é compartilhado cresce mais rápido. E quando você atingir o momento da morte, você saberá que não existe morte..."

Trecho do livro "Livro da Cura", Osho
 Meus amigos(as) desejo a todos uma ótima Noite.
Muita Paz para todos.
Força Sempre
Claudio Pacheco

sábado, 23 de agosto de 2014

Hábitos e Atitudes: dá para trocar?


Crescer não significa só aprender. É preciso que os conhecimentos transformem-se em atitudes. E muitas vezes isso não acontece porque não queremos abandonar velhos comportamentos. Faz tanto tempo que convivemos com eles que parece que fazem parte de nossa identidade, de nossa natureza.

No entanto, pensamentos, sentimentos e atitudes são como roupas: estão em você mas não são você. Se já não servem mais, abandone-os e procure idéias novas que lhe tragam os resultados desejados. Você tem de ser dono de seus pensamentos, e não escravo deles.

Os maiores escravizadores dos seres humanos são:

1. Os hábitos – aquela frase “Eu sempre fui assim” condena você a continuar sempre assim. Você sempre foi assim porque o ensinaram a ser assim. Então, escolha ser de outra maneira e vai descobrir que, aos poucos, estará agindo de modo diferente. Não seja escravo do passado. Se tiver de ser escravo, seja escravo dos seus sonhos.

2. A auto-imagem – a maneira como você se vê impede você de ser você mesmo. Quando alguém diz “Eu sou assim”, não consegue descobrir que é muito maior do que sua imagem. Quando alguém diz “Eu sou tímido”, não consegue deixar de ser tímido. Não crie rótulos para você. Rótulos são bons para refrigerantes. Você é muito mais do que uma marca de refrigerante. Preste atenção em você e descubra-se maior do que os seus rótulos.

3. A opinião dos outros – há muita gente que sempre muda de caminho porque quer agradar a todo o mundo. Escolha seus orientadores e mantenha a sua rota. Você tem de confiar em você, mesmo que ninguém confie. Esteja sempre pronto a reavaliar a sua estratégia, mas não deixe os outros pilotarem o barco da sua vida.

Para mudar nossa mentalidade e nossas atitudes, é preciso que estejamos dispostos a enfrentar o desconhecido. E é frequentemente aí que começam os problemas, porque, mesmo enfrentando dificuldades, as pessoas preferem dizer: “Eu sempre fiz assim e sempre funcionou!”.

Só que o “sempre foi assim” é uma ilusão e, na maioria das vezes, a desculpa para não evoluir. Os campeões adoram o desafio de fazer diferente, têm prazer em ser diferentes, são fascinados pelo pensar diferente, porque sabem que os desafios os obrigam a crescer.

Enquanto isso, os perdedores dizem que “Já está bom”. E ficam parados no mesmo lugar. Para os perdedores, a acomodação é fácil. Para os campeões, é uma sentença de morte.

Comprometa-se com o que você se propõe, pois assim terá forças para as mudanças que forem necessárias. Mais importante do que o desejo de mudar é o comprometimento com a mudança.

Roberto Shinyashiki
Meus amigos(as) desejo a todos uma ótima Noite.
Muita Paz para todos.
Força Sempre
Claudio Pacheco

VIBRAÇÕES


Quando você pensa sobre alguma coisa, um tipo particular de vibração o rodeia. Esta é a razão pela qual, às vezes, quando você está perto de uma determinada pessoa, você se sente triste sem nenhuma razão aparente. Por outro lado, na companhia de outra pessoa, você pode se sentir alegre de repente.

Os poderes da mente se desenvolvem mais e mais à medida que vamos para dentro, e se dissipam quando vamos para fora.

Até agora, os pensamentos não foram considerados como tendo uma existência física, mas é um fato que, quando você pensa um tipo particular de pensamento, as vibrações ao seu redor mudam de acordo.

É interessante notar que não apenas pensamentos mas até mesmo palavras têm as suas vibrações. Se você espalhar partículas de areia sobre um vidro plano e entoar AUM alto, o padrão causado pela vibração do som será diferente do padrão causado ao entoar RAM.

Você se surpreenderá em saber que quanto mais alto um insulto for proferido, mais feio é o padrão formado, e quanto mais bela a palavra, mais belo será o padrão da sua vibração. Assim, por milhares de anos foram feitas pesquisas para encontrar palavras que produzem belas vibrações e se considerou se o seu impacto era suficiente para bater no coração.

As palavras são pensamentos manifestados.

Entretanto, palavras não manifestadas também carregam uma ressonância e nós as chamamos de “pensamentos.” Quando você pensa sobre alguma coisa, um tipo particular de vibração o rodeia. É por isso que, às vezes, quando se está perto de uma determinada pessoa, você se sente triste por nenhuma razão aparente. Pode ser que esta pessoa não tenha emitido uma única palavra negativa, e talvez até ela esteja rindo e feliz de tê-lo encontrado.

Ainda assim, uma tristeza toma conta de você por dentro.

Por outro lado, na companhia de outra pessoa, você pode se sentir alegre de repente.

Você entra numa sala e pode sentir uma mudança repentina dentro de si.

Alguma coisa sagrada ou profana toma conta de você. Em alguns momentos, você está rodeado de paz e tranquilidade e, em outros, de inquietude. Você não consegue entender e se pergunta, “Eu estava me sentindo muito em paz. Por que essa inquietude de repente surgiu na minha mente?” Existem ondas de pensamento em todo o seu redor e elas continuam entrando em você durante as 24 horas.

Osho
 Meus amigos(as) desejo a todos um ótimo Dia.
Muita Paz para todos.
Força Sempre
Claudio Pacheco

sexta-feira, 22 de agosto de 2014

A Importância do Autoconhecimento



A auto-estima oscila de acordo com as situações e principalmente em como nos sentimos em relação a cada um delas. Mas o que faz com que algumas pessoas sejam mais seguras de si, mais estáveis emocionalmente enquanto outras se perdem, se desesperam quando algo acontece? O diferencial que faz com que cada um consiga ter controle sob suas emoções é o autoconhecimento.

O quanto você se conhece? Muito? Pouco? A maior parte das pessoas acredita que se conhece, mas na verdade se conhece muito pouco. Você ama alguém, confia em alguém que pouco conhece? Geralmente amamos e confiamos apenas em quem conhecemos muito! E se você não se conhece como quer acreditar mais em sua própria capacidade? Como quer ir em busca de seus sonhos se não acredita ser capaz? E por que não acredita ser capaz? Porque não sabe quem você é.
Por isso, o autoconhecimento é fundamental para desenvolver o amor por si mesma e fortalecer a auto-estima. É muito difícil alguém se conhecer interiormente quando a busca está sempre no externo. Buscam cuidar da pele, mudar o corte do cabelo, comprar roupas, carros, eliminar alguns quilinhos, mas quase sempre esquecem que o caminho deve ser o contrário, de dentro para fora.

Quando uma pessoa está bem com ela mesma você percebe isso não pela roupa que está usando, ou o carro que está dirigindo, mas pelo brilho em seu olhar, o sorriso em seu rosto, a paz em seu espírito. Como alguém que dorme mal toda noite pode sentir paz? Como alguém que está constantemente se criticando, se culpando, se achando errada, pode se amar? Amar-se é condição básica para elevar a auto-estima. É importante identificar os fatores que estão te impedindo de elevar sua auto-estima.

O autoconhecimento é fundamental para desenvolver o amor por si mesma e fortalecer a auto-estima.
Podemos perceber que a auto-estima está baixa quando desenvolvemos algumas características como: insegurança, inadequação, perfeccionismo, dúvidas constantes, incerteza do que se é, sentimento vago de não ser capaz, de não conseguir realizar nada, não se permitindo errar e com muita necessidade de agradar, ser aprovada, reconhecida pelo que faz e nem sempre pelo que é.

Se você identificou algumas dessas características, pode ser que esteja precisando aumentar seu autoconhecimento para assim elevar sua auto-estima.

Se quiser, poderá fazer o seguinte exercício:

- Escreva dez coisas que você gosta em si mesma.
- Depois escreva dez coisas que você não gosta em si mesma ou que gostaria de mudar.
- Qual lista foi mais fácil de completar?

A maioria das pessoas sente mais facilidade em identificar as coisas negativas. Aprendemos que dizer aquilo que gostamos em nós mesmas poderá ser rotulado de presunção, esnobismo, egocentrismo. Nada disso! Para aumentar o autoconhecimento é preciso ter consciência de quem se é de verdade, avaliando os pontos positivos tanto quanto os negativos, pois só assim será capaz de mudar aquilo que te incomoda ou te faz sofrer e valorizar o que tem de bom e que geralmente mergulhada em tantas críticas e cobranças, acaba por esquecer.


Continue o exercício:

- Observe as listas. Coloque um “i” nas características internas, ou seja, que dependam apenas de você reconhecê-las. E um “e” nas características externas, que dependam da opinião de outras pessoas.
- Ao fazer o sinal (i ou e), o que você percebe? Há um equilíbrio entre eles ou você tende mais para um lado?

Se você tem mais características externas ficará mais vulnerável à opinião dos outros e assim, mais facilmente manipulável. Dependerá cada vez mais de aprovação, mas infelizmente nunca da sua própria. Isso quer dizer que toda vez que algo que dependa no mundo externo ou de outras pessoas não correspondam a sua expectativa, você se sentirá frustrada e sua auto-estima tenderá a baixar.

Seu valor estará sempre na dependência do que dirão sobre você, não importando muito sua própria opinião. Por exemplo, quando você perde o emprego, quando recebe uma crítica, quando alguém se distancia de você. Tudo isso pode baixar sua auto-estima e se sentirá incapaz de continuar e desistirá no meio do caminho. Abandona assim seus sonhos, seus objetivos.

Para aumentar o autoconhecimento é preciso ter consciência de quem se é de verdade, avaliando os pontos positivos tanto quanto os negativos.
Isso acontece quando a principal fonte de auto-estima está naquilo que faz pelo externo, sempre querendo fazer algo para as pessoas em busca de aprovação e reconhecimento. E esse é o caminho mais curto para se machucar. Coloca assim todo seu valor nas opiniões ou respostas no mundo externo e, como quase sempre nada disso corresponde ao que espera, e nem ao que você é realmente, se permite depender cada vez mais de como te avaliam, gerando um círculo vicioso.

O importante é desenvolver a capacidade e ter a consciência de saber que o que faz é o reflexo de quem você é. Ao reconhecer seus pontos negativos, poderá mudar um por um. E reconhecendo seus pontos positivos se sentirá mais confiante em sua capacidade de conseguir o que quer que deseje, independente das críticas ou opiniões que terão sobre você, pois acredita ser capaz de conseguir tudo o que deseja! E ainda que ninguém te aprove, você terá autoconhecimento suficiente para você mesma se aprovar e principalmente se amar!
 Meus amigos(as) desejo a todos uma ótima Tarde.
Muita Paz para todos.
Força Sempre
Claudio Pacheco

A Grande Obra-Prima


A criação de si próprio é o melhor combustível de sua evolução. É a melhor vacina contra a acomodação.

Você é o criador da maior obra do universo, sua vida. A única pessoa que pode dar a sua forma final é você mesmo. No passado, seus pais o criaram com a ajuda de avós, professores e todo o contexto que foi sua infância. Eles o criaram do jeito deles, e fizeram o melhor que puderam. O ruim é quando você simplesmente mantém o que eles fizeram.

A maioria das pessoas é escrava do passado. Vive como se as situações e soluções do passado se repetissem todos os dias, e não se transforma como deveria.

Uma pergunta para pensar:

— Você seria diferente se tivesse tido outros pais ou outra infância?

Provavelmente, você dirá:

— Sim, Roberto, se eu tivesse tido um pai mais compreensivo, seria uma pessoa mais relaxada. Se tivesse tido uma infância mais tranqüila, poderia estar vivendo em paz.

Sabe o que significa essa resposta? Que você ainda não conseguiu se libertar do seu passado. Está na hora de você ser você e dar um basta aos relacionamentos antigos, da infância, da adolescência, da juventude. Você tem de ser você, independentemente de seus pais e de sua infância. Se você não foi amado, procure um jeito de encontrar amor. Se você era inseguro, descubra a coragem dentro de si. Não deixe que o passado defina sua vida!

Aliás, não permita nem que o presente defina sua vida. Pessoas milionárias podem ficar pobres e pessoas pobres podem virar milionárias. Você pode estar vivendo um grande amor, acomodar-se e ficar sozinho. O presente não decide sua vida. O que decide sua vida é seu comprometimento com seus projetos de vida.

Nesse momento, você pode estar abrindo mão de muitos de seus sonhos. E a grande pergunta é: “Quais desses sonhos farão falta?”

Boa parte das pessoas vive abrindo mão de sonhos. Quer ver se isso está acontecendo com você? Faça uma lista dos sonhos de sua juventude e escreva todos num papel. Agora quero que você analise essa lista. Quais desses sonhos efetivamente estão fazendo falta para você? Depois que tiver a resposta, corra atrás desses sonhos porque certamente são eles que darão significado à sua vida.

Talvez um de seus maiores sonhos tenha sido viver um casamento gratificante, um relacionamento em que os dois pudessem crescer, mas hoje você está sozinho. O que é preciso fazer para que daqui a vinte anos você não se arrependa, de novo, de ter deixado esse sonho para trás?

Muitas pessoas se orgulham de sua capacidade de abrir uma empresa ou escrever um poema, mas se esquecem de criar a si próprias com o mesmo cuidado que colocam em suas metas. São pais que querem que os filhos realizem projetos que eles não conseguiram e que não percebem que a única pessoa que realmente podemos criar somos nós mesmos. Você é a pessoa que você cria... Se não está gostando do resultado, mude! Seu crescimento lhe dará energia para continuar a percorrer o caminho e ser o grande artista da sua vida.

Por Roberto Shinyashiki
 Meus amigos(as) desejo a todos um ótimo Dia.
Muita Paz para todos.
Força Sempre
Claudio Pacheco

quinta-feira, 21 de agosto de 2014

A Opinião dos Outros


Você se importa com a opinião que os outros têm a seu respeito?

Se a sua resposta for não, então você é uma pessoa que sabe de si mesma. Que se conhece. É auto-suficiente.

No entanto, se a opinião dos outros sobre você é decisiva, vamos pensar um pouco sobre o quanto isso pode lhe ser prejudicial.
O primeiro sintoma de alguém que está sob o jugo da opinião alheia, é a dependência de elogios.
Se ninguém disser que o seu cabelo, a sua roupa, ou outro detalhe qualquer está bem, a pessoa não se sente segura.
Se alguém lhe diz que está com aparência de doente, a pessoa se sente amolentada e logo procura um médico.
Se ouve alguém dizer que está gorda, desesperadamente tenta diminuir peso.
Mas se disserem que é bonita, inteligente, esperta, ela também acredita.
Se lhe dizem que é feia, a pessoa se desespera. Principalmente se não tem condições de reparar a suposta feiúra com cirurgia plástica.
Existem pessoas que ficam o tempo todo à procura de alguém que lhes diga algo que as faça se sentir seguras, mesmo que esse alguém não as conheça bem.
Há pessoas que dependem da opinião alheia e se infelicitam na tentativa de agradar sempre.
São mulheres que aumentam ou diminuem seios, lábios, bochechas, nariz, para agradar seu pretendido. Como se isso fosse garantir o seu amor.
São homens que fazem implante de cabelo, modificam dentes, queixo, nariz, malham até à exaustão, para impressionar a sua eleita.
E, quando essas pessoas, inseguras e dependentes, não encontram ninguém que as elogie, que lhes diga o que desejam ouvir, se infelicitam e, não raro, caem em depressão.
Não se dão conta de que a opinião dos outros é superficial e leviana, pois geralmente não conhecem as pessoas das quais falam.
Para que você seja realmente feliz, aprenda a se conhecer e a se aceitar como você é.
Não acredite em tudo o que falam a seu respeito. Não se deixe impressionar com falsos elogios, nem com críticas infundadas.
Seja você. Descubra o que tem de bom em sua intimidade e valorize-se.
Ninguém melhor do que você para saber o que se passa na sua alma.
Procure estar bem com a sua consciência, sem neurose de querer agradar os outros, pois os outros nem sempre dão valor aos seus esforços.
A meditação é excelente ferramenta de auto-ajuda. Mergulhar nas profundezas da própria alma em busca de si mesmo é arte que merece atenção e dedicação.
Quando a pessoa se conhece, podem emitir dela as opiniões mais contraditórias que ela não se deixa impressionar, nem iludir, pois sabe da sua realidade.
Nesses dias em que as mídias tentam criar protótipos de beleza física, e enaltecer a juventude do corpo como único bem que merece investimento, não se deixe iludir.
Você vale pelo que é, e não pelo que tem ou aparenta ser. A verdadeira beleza é a da alma. A eterna juventude é atributo do espírito imortal.
O importante mesmo, é que você se goste. Que você se respeite. Que se cuide e se sinta bem.
A opinião de alguém só deve fazer sentido e ter peso, se esse alguém estiver realmente interessado na sua felicidade e no seu bem-estar.

Nenhuma opinião que emitam sobre você, deve provocar tristeza ou alegria em demasia.
Os elogios levianos não acrescentam nada além do que você é, e as críticas negativas não tornarão você pior.
Busque o autoconhecimento e aprenda a desenvolver a auto-estima.
Mas lembre-se: seja exigente para consigo, e indulgente para com os outros.
Eis uma fórmula segura para que você encontre a autoconfiança e a segurança necessárias ao seu bem-estar efetivo.
E jamais esqueça que a verdadeira elegância é a do caráter, que procede da alma justa e nobre.
Pense nisso, e liberte-se do jugo da opinião dos outros.
 Meus amigos(as) desejo a todos uma ótima Tarde.
Muita Paz para todosForça Sempre
Claudio Pacheco

O Apego


O apego está relacionado ao agarrar-se. Agarrar algo é um ato superficial, não existencial. Todos nós somos apegados à alguma coisa, entretanto sabemos o quanto sofremos quando temos que abrir mão daquilo que estamos apegados. Saiba que o apego limita nossos verdadeiros desejos. Quando estamos apegados somos mesquinhos e egoístas e não estamos seguindo o fluxo da natureza.

A natureza é desapegada. Por exemplo, quando um pássaro bota um ovo, a mãe está presente até o momento em que seu filhote nasce, cresce e fica forte. Depois, o pequeno pássaro vai buscar o seu próprio caminho. A mãe não se apega ao filhote que agora já é um adulto.

Existem diversas formas de apego as quais podemos renunciar. Faça uma reflexão interna e perceba qual apego que existe hoje em sua vida e qual você já está disposto a deixar fluir:

Tipos de Apego

Apego ao ego: está relacionado a idéias e pensamentos fixos, sendo que pessoas apegadas ao ego são menos compreensíveis e mais preconceituosas. Atividades junto a natureza propiciam uma quietude interna, onde observamos menos conflitos de egos. Por exemplo, se imagine em uma caminhada na trilha de uma floresta com outras pessoas. Geralmente, as pessoas estão mais interessadas nas paisagens, no clima, nos animais que poderão surgir, sentindo e curtindo o que a natureza tem de bom. Um outro exemplo acontece nos retiros espirituais: exigimos menos e somos exigidos menos também, portanto não há nada que precisa ser provado. Na vida cotidiana estamos sempre pensando em termos de "meu espaço", "meu tempo", "meu trabalho", "meus objetos", "meus amigos". Quando largamos tudo isso, podemos assim permitir que outros entrem em nossas vidas tornando-se mais próximos de nós mesmos.

Apego à opiniões estreitas: ocorre quando o indivíduo está apegado à concepções que não funcionam. Pode ocorrer também quando a pessoa estabelece uma opinião fixa em relação à vida de outra pessoa. Por exemplo: quando o pai ou mãe exige que a sua filha siga uma carreira escolhida por um deles. Essas pessoas costumam projetar os seus desejos e opiniões em cima das outras pessoas, sendo que a última palavra deverá ser a dela, tornando a situação desagradável. Uma solução seria usar uma percepção meditativa, sem julgamentos, para abrir nossas mentes e fluir com as idéias - em vez de se fixar nelas.

Apego ao princípio do prazer e da dor: podemos perceber esse apego em pessoas dependentes de bebidas, chocolates, vícios, romances que nunca dão certo, família etc. Para exemplificar este tipo de apego imaginem a seguinte cena: uma mulher é questionada se é feliz no casamento e dá a seguinte resposta: "Eu acho que sim, apesar do meu marido bater em mim e no meus filhos, ele é trabalhador, não deixa faltar nada em casa. Enfim, nunca parei para pensar nisso, estamos juntos há tanto tempo. Acho que acostumei com isso, não me vejo sem ele." Esse é um caso fictício, porém típico de apego ao sofrimento. Ficamos tão presos as rotinas familiares de relacionamentos dolorosos que nem sabemos mais como soltá-las e caminhar em outra direção mesmo quando fica evidente que isto é o que nos convém.

Apego à ritos e rituais vazios: ocorre quando as pessoas se agarram a dogmas vazios o tempo todo, não sendo capazes de abrirem suas mentes e pensar por si mesmos porque acreditam em alguma coisa simplesmente porque foi dito por alguma autoridade ou porque está escrito em um livro.

Apego à visão limitada e míope que só é capaz de enxergar a partir de um único ponto de vista: quando expandimos nossa auto-percepção, passamos a ver, ouvir e sentir a partir de um outro ponto de vista, mais amplo. Podemos sentir a fragrância divina ou intuirmos uma presença impalpável, porém autêntica. Ao nos sentirmos compelidos a aprender e amar, precisamos olhar com mais profundidade para as complexidades de nossas experiências, com todos os seus diversos níveis interligados, dimensões variadas e múltiplas formas de existência.

Autora: Elaine Lilli Fong
 Meus amigos(as) desejo a todos um ótimo Dia.
Muita Paz para todos.
Força Sempre
Claudio Pacheco

quarta-feira, 20 de agosto de 2014

A Importância da Auto-Estima


A maior dificuldade na procura daquilo que se quer é o nível da nossa auto-estima.

Muito se fala acerca deste tema. - Sabe o que é e o que significa a auto-estima?

Auto-estima é a opinião e o sentimento que cada um tem por si próprio. Significa ter a consciência do seu valor pessoal, profissional, acreditar, respeitar e confiar em si próprio. Motivações e estados de espírito que nem sempre são tão simples como parecem.

A auto-estima e o amor-próprio são a base e o suporte para todo o ser humano. Significam a cura de praticamente todas as dificuldades e sofrimentos. Mais ainda, é o primeiro passo para a cura de todas as doenças que têm como origem problemas de ordem emocional e relacionamentos com uma grande carga destrutiva e desgastante.

A auto-estima começa a formar-se na infância a partir da forma como as outras pessoas nos tratam. Ou seja, as experiências e recordações do passado exercem uma influência significativa na nossa auto-estima quando nos tornamos adultos. Perde-se a auto-estima quando se passa por muitas decepções, frustrações, situações de perda ou quando não é reconhecido valor naquilo que se faz. O que abala a nossa força e estrutura emocional não é só a falta de reconhecimento por parte de alguém, mas principalmente a falta de reconhecimento por si próprio (auto-reconhecimento).

Quando a auto-estima está baixa a pessoa sente-se desajustada, insegura, com dúvidas do que realmente é e possuída de um forte sentimento de incapacidade de realizar ou concretizar algo. Não acredita que exista alguém que a ame, de fazer aquilo que quer e gosta, de tratar de si, desenvolvendo assim um sentimento de insegurança muito profundo e desistindo facilmente de tudo aquilo que começa.

Como não sente amor por si própria aceita qualquer tipo de relação para ter alguém ao seu lado, tornando-se desta forma dependente de relações destrutivas e não encontrando forças para sair delas. Vale a pena sublinhar que este processo acontece de uma forma inconsciente. A pessoa não tem consciência porque está a agir assim, apenas sente um sofrimento que pode manifestar-se sob a forma de angústia, dor no peito, choro, pesadelos, vazio, agressividade, depressão, auto-punição e doenças.

Culpam os outros pelos seus próprios erros, encaram todas as críticas como ataques pessoais e tornam-se dependentes de relações doentias. O maior indicador de uma pessoa com uma auto-estima baixa é quando sente intensa necessidade de agradar, de não conseguir dizer "não", procurando a aprovação e o reconhecimento por tudo o que faz e desejando sentir-se importante para as pessoas. Na realidade, não se sente importante para consigo mesma.

Desta forma isola-se cada vez mais.

A auto-estima também influencia a escolha dos relacionamentos. Aqueles com elevado amor-próprio em geral atraem pessoas com as mesmas características, gerando uniões saudáveis, criativas e harmoniosas. Já a baixa auto-estima acaba atraindo ou mantendo relacionamentos destrutivos e dolorosos. Quando há amor-próprio não se deixa envolver nem manter relações destrutivas. Há também uma relação directa e muito importante entre desempenho profissional e a auto-estima.

A auto-estima influencia tudo o que fazemos pois é o resultado de tudo aquilo que acreditamos ser, por isso o auto conhecimento é de fundamental importância para aumentar a auto-estima. Ou seja, confiar em si mesmo, escutar a sua intuição, acreditar na sua voz interior, respeitar os seus limites, reconhecer os seus valores, expressar os seus sentimentos sem medo, sentir-se competente e tornar-se independente da aprovação dos outros. Tudo isto faz com que a auto-estima se eleve. É um processo gradual que exige muito trabalho e consciencialização.

Na verdade, todos estamos à procura de amor. E esse sentimento ainda é o que rege tudo o que procuramos, fazemos e somos. Principalmente o amor por si mesmo que é a base da construção da auto-estima.

Que tal reconstruir a sua?
Meus amigos(as) desejo a todos uma ótima Tarde.
Muita Paz para todos.
Força Sempre
Claudio Pacheco

terça-feira, 19 de agosto de 2014

Hábitos e Atitudes: dá para trocar?


Crescer não significa só aprender. É preciso que os conhecimentos transformem-se em atitudes. E muitas vezes isso não acontece porque não queremos abandonar velhos comportamentos. Faz tanto tempo que convivemos com eles que parece que fazem parte de nossa identidade, de nossa natureza.

No entanto, pensamentos, sentimentos e atitudes são como roupas: estão em você mas não são você. Se já não servem mais, abandone-os e procure idéias novas que lhe tragam os resultados desejados. Você tem de ser dono de seus pensamentos, e não escravo deles.

Os maiores escravizadores dos seres humanos são:

1. Os hábitos – aquela frase “Eu sempre fui assim” condena você a continuar sempre assim. Você sempre foi assim porque o ensinaram a ser assim. Então, escolha ser de outra maneira e vai descobrir que, aos poucos, estará agindo de modo diferente. Não seja escravo do passado. Se tiver de ser escravo, seja escravo dos seus sonhos.

2. A auto-imagem – a maneira como você se vê impede você de ser você mesmo. Quando alguém diz “Eu sou assim”, não consegue descobrir que é muito maior do que sua imagem. Quando alguém diz “Eu sou tímido”, não consegue deixar de ser tímido. Não crie rótulos para você. Rótulos são bons para refrigerantes. Você é muito mais do que uma marca de refrigerante. Preste atenção em você e descubra-se maior do que os seus rótulos.

3. A opinião dos outros – há muita gente que sempre muda de caminho porque quer agradar a todo o mundo. Escolha seus orientadores e mantenha a sua rota. Você tem de confiar em você, mesmo que ninguém confie. Esteja sempre pronto a reavaliar a sua estratégia, mas não deixe os outros pilotarem o barco da sua vida.

Para mudar nossa mentalidade e nossas atitudes, é preciso que estejamos dispostos a enfrentar o desconhecido. E é frequentemente aí que começam os problemas, porque, mesmo enfrentando dificuldades, as pessoas preferem dizer: “Eu sempre fiz assim e sempre funcionou!”.

Só que o “sempre foi assim” é uma ilusão e, na maioria das vezes, a desculpa para não evoluir. Os campeões adoram o desafio de fazer diferente, têm prazer em ser diferentes, são fascinados pelo pensar diferente, porque sabem que os desafios os obrigam a crescer.

Enquanto isso, os perdedores dizem que “Já está bom”. E ficam parados no mesmo lugar. Para os perdedores, a acomodação é fácil. Para os campeões, é uma sentença de morte.

Comprometa-se com o que você se propõe, pois assim terá forças para as mudanças que forem necessárias. Mais importante do que o desejo de mudar é o comprometimento com a mudança.

Roberto ShinyashikiCrescer não significa só aprender. É preciso que os conhecimentos transformem-se em atitudes. E muitas vezes isso não acontece porque não queremos abandonar velhos comportamentos. Faz tanto tempo que convivemos com eles que parece que fazem parte de nossa identidade, de nossa natureza.

No entanto, pensamentos, sentimentos e atitudes são como roupas: estão em você mas não são você. Se já não servem mais, abandone-os e procure idéias novas que lhe tragam os resultados desejados. Você tem de ser dono de seus pensamentos, e não escravo deles.

Os maiores escravizadores dos seres humanos são:

1. Os hábitos – aquela frase “Eu sempre fui assim” condena você a continuar sempre assim. Você sempre foi assim porque o ensinaram a ser assim. Então, escolha ser de outra maneira e vai descobrir que, aos poucos, estará agindo de modo diferente. Não seja escravo do passado. Se tiver de ser escravo, seja escravo dos seus sonhos.

2. A auto-imagem – a maneira como você se vê impede você de ser você mesmo. Quando alguém diz “Eu sou assim”, não consegue descobrir que é muito maior do que sua imagem. Quando alguém diz “Eu sou tímido”, não consegue deixar de ser tímido. Não crie rótulos para você. Rótulos são bons para refrigerantes. Você é muito mais do que uma marca de refrigerante. Preste atenção em você e descubra-se maior do que os seus rótulos.

3. A opinião dos outros – há muita gente que sempre muda de caminho porque quer agradar a todo o mundo. Escolha seus orientadores e mantenha a sua rota. Você tem de confiar em você, mesmo que ninguém confie. Esteja sempre pronto a reavaliar a sua estratégia, mas não deixe os outros pilotarem o barco da sua vida.

Para mudar nossa mentalidade e nossas atitudes, é preciso que estejamos dispostos a enfrentar o desconhecido. E é frequentemente aí que começam os problemas, porque, mesmo enfrentando dificuldades, as pessoas preferem dizer: “Eu sempre fiz assim e sempre funcionou!”.

Só que o “sempre foi assim” é uma ilusão e, na maioria das vezes, a desculpa para não evoluir. Os campeões adoram o desafio de fazer diferente, têm prazer em ser diferentes, são fascinados pelo pensar diferente, porque sabem que os desafios os obrigam a crescer.

Enquanto isso, os perdedores dizem que “Já está bom”. E ficam parados no mesmo lugar. Para os perdedores, a acomodação é fácil. Para os campeões, é uma sentença de morte.

Comprometa-se com o que você se propõe, pois assim terá forças para as mudanças que forem necessárias. Mais importante do que o desejo de mudar é o comprometimento com a mudança.

Roberto Shinyashiki
Meus amigos(as) desejo a todos uma ótima Noite.
Muita Paz para todos.
Força Sempre
Claudio Pacheco

Elvis Presley Always On My Mind (Legendado)

A Felicidade é Possível


A luta pela sobrevivência está brutalizando o ser humano. As pessoas vivem extremamente pressionadas. A competição tem servido como justificativa para todos os tipos de absurdos. Milhões de anos depois do homem das cavernas, a vida continua sendo um campo de batalha. As pessoas destroem a si mesmas e aos outros para atingir suas metas. A maneira como constroem seu sucesso é agressiva, e a vitória é saboreada solitariamente, devido ao medo dos adversários.

O preço disso tudo tem sido muito alto. É impressionante o aumento do número de famílias desagregadas, do consumo de drogas e da violência insana que nos cerca. Há empresas cujos gerentes, com mais de dez anos de casa, sofreram infarto. Em muitas delas, as pessoas são consumidas como laranjas: espreme-se o suco e joga-se fora o que delas sobrou, o bagaço. Perdeu-se a dimensão do ser humano. Os Tempos Modernos de Chaplin estão cada dia mais atuais.

A sociedade transformou-se em um liquidificador de sonhos, triturando a nobreza da maioria das pessoas. Os sonhos vão sendo substituídos por destruição.

Na adolescência, queremos viver um grande amor, mas depois dominamos a pessoa amada.
Na juventude, sonhamos criar um planeta melhor, mas depois de algum tempo só pensamos em juntar o máximo possível de dinheiro.

Queremos ser amigos de nossos filhos, mas exigimos deles obediência incondicional.
No começo da vida profissional, toda pessoa quer um trabalho que a realize. Algum tempo depois, essa realização significa conseguir dinheiro suficiente para comprar tudo aquilo que se deseja ou para pagar as contas no final do mês.

Chamam a isso processo de maturidade. As pessoas substituem a ingenuidade pelo realismo. Na verdade, o que ocorre é um empobrecimento da vida. Os sonhos vão se atrofiando, diminuindo de tamanho, até se reduzir a prêmios de consolação.

Como uma loteria, a sociedade cria prêmios. Todos apostam suas vidas, mas poucos efetivamente conseguem sua realização pessoal. É triste ver tanta gente correndo atrás de ilusões.

Basta! Está na hora de colocarmos um ponto final nessa mentalidade pobre em que, para alguém ganhar, outro tem de perder. Mentalidade miserável como essa só pode criar um mundo miserável. A exploração começa na empresa, passa por marido ou esposa, chega aos filhos e, no final, você descobre que o maior prejudicado foi você mesmo. A lei da selva precisa acabar, e, para que isso aconteça, deve primeiro desaparecer dentro de nós.

É perfeitamente possível ganhar muito dinheiro e construir uma família feliz. Ter uma empresa lucrativa, na qual todos se sintam felizes de trabalhar. Ter um casamento feliz e criar uma vida profissional gratificante. Tudo isso é possível quando se tem fé na existência.
 Roberto Shinyashiki
 Meus amigos(as) desejo a todos um ótimo Dia.
Muita Paz para todos.
Força Sempre
Claudio Pacheco

segunda-feira, 18 de agosto de 2014

Caminhos


 Quem anda por um caminho, chega a algum lugar!
Se temos um objetivo, qualquer que seja, ele pode ser alcançado. Só é preciso procurar o caminho que leva para essa conquista.
Muitos são os caminhos e, tradicionalmente, acreditamos que os difíceis de serem trilhados são os que nos levam aos melhores lugares. Isso não é verdade, pois esforço não é sinônimo de sofrimento. Essa crença errônea faz com que muitos desistam dos seus objetivos sem sequer tentar, pois temem as dificuldades que irão encontrar. A vitória é para os que estão dispostos a perseverar em qualquer circunstância e confiam no universo, pois sabem que, se o caminho traz dificuldades, também traz soluções.
O que bloqueia qualquer caminho é o desânimo, a frustração, as maledicências, as críticas e o negativismo que teimamos em alimentar.
Quem anda no mesmo caminho chega sempre no mesmo lugar!
O que importa é caminhar, avançar pelo caminho, por onde nunca andou. Sim, importa mudar de atitude se não estiver satisfeito com o que lhe acontece. E se não sabe por onde começar, procure caminhos diferentes para chegar ao serviço ou mesmo para ir na padaria. Mude, ainda que seja apenas atravessar a rua. Pequenas mudanças levam a grandes mudanças. O cérebro humano não faz distinção entre uma pequena e uma grande mudança. Para o cérebro, também é igual o que está fora do corpo e o que está no universo da mente humana. O caminho material que nos leva para a padaria tem a mesma importância do caminho metafórico que nos leva ao sucesso. Para ambos foi necessário uma intenção forte (quero ir na padaria!), a captação de recursos básicos (vestir roupa apropriada, pegar a carteira, o guarda-chuva se estiver chovendo), o planejamento do percurso (a escolha das ruas a percorrer) e a perseverança no caminho (durante o caminho é preciso continuar com o propósito de chagar na padaria mesmo que pare por um momento para conversar com alguém).

Para alcançar qualquer objetivo podemos utilizar melhor o cérebro que temos e criar a imagem mental de um caminho. Imaginar-se caminhando por ele e chegando onde deseja (numa casa, num carro com as chaves na mão, no emprego desejado, na festa de formatura, numa outra cidade, no peso idealizado, etc). Mas, principalmente, imaginar-se feliz por todo o trajeto. Isso atrai as melhores condições e recursos possíveis.
Quem pára no caminho torna-se o próprio obstáculo em todas as áreas de sua vida!
Parar por medo, indecisão ou preguiça de avançar, de procurar caminhos, encontrar novas soluções, objetivos, outras maneiras de compreender o que lhe acontece, faz parar também a vitalidade que é a própria VIDA em todos os seus aspectos. Pois viver é movimentar-se, e o nosso caminhar vitaliza toda a criação. Qualquer caminho é boa escolha, importa escolher e caminhar.
O universo sorri para o caminhante e enche de boas surpresas o caminho, muitas vezes escondendo-as nas próprias adversidades, que só um espírito confiante é capaz de encontrar e desfrutar.

Zantina
 Meus amigos(as) desejo a todos um ótimo Dia.
Muita Paz para todos.
Força Sempre
Claudio Pacheco

Consciência Motivada


O ser humano existe e não sabe porquê. Temos sempre muito mais dúvidas do que respostas. A cada solução mais de uma questão, por trás surgem novas dúvidas. Assim é a nossa vida. Não sabemos de onde viemos, como foi o princípio de tudo, não sabemos porque estamos aqui, e não sabemos para onde vamos. Então realmente o que importa é o aqui e o agora multidimensional. Pergunte-se: Como ser feliz agora?

Do nosso dia a dia tridimensional, muitos são movidos pela realização social. Muitos desejam dinheiro, status, fama e poder, outros se motivam por idéias positivas que são coisas mais importantes. O que leva a pessoa a se motivar por esta diversidade de opções? As pessoas se movem motivados por seus valores, mas porque tais e tais valores? Os valores vem da vivência multimilenar da consciência, vem de sua paragenética (formação espiritual de outras vidas) e de sua mesologia (influência dos ambientes). O que direciona mais a motivação das pessoas hoje é seu grau de lucidez, ou seja, quanto mais lúcido é o ser, mais humano, evoluído, inteligente, sábio e feliz ele é. Não basta ser religioso ou um espiritualista sofisticado que estuda temas complexos, mas que não exercita seu humanismo no dia a dia. Sem amor nada somos ou seremos.

As vezes me pergunto como ser melhor e me vem uma simples e direta resposta: Seja calmo, confiante e sábio nas coisas simples do dia a dia. Seja paciente com as pessoas, seja tolerante, saiba perdoar, não se irrite com pequenas coisas, não seja mal educado, cumprimente as pessoas, sorria, seja honesto, e assim sua felicidade aumentará e aumentará também seu gosto pela vida. Todo indivíduo que é um verdadeiro líder é sempre muito motivado, quem é motivado motiva as pessoas, como as pessoas não são automotivadas, é necessário que alguém as motive para que elas produzam e sintam melhores consigo próprias. Um ser automotivado é aquele que acredita em si, que tem boa auto-estima, aquele que não gosta de si, não acredita em si e se não acredita em si, não produz automotivação. Muitos de nós precisamos de uma equipe para que sejamos mais motivados, uma equipe fica mais forte do que um indivíduo isolado. Cada um tem talento e gosto diferente, então basta somar os talentos. O que não pode acontecer é somar-se os defeitos. Na prática sabe-se que um indivíduo gera uma energia X, então 4 indivíduos geram 4X de energia, gerando uma motivação 4 vezes maior, e produzindo 4 vezes mais.

Você é uma consciência motivadora de outras consciências (pró-ativo) ou motivado por outras consciências (reativo)? O pró-ativo é causa e gera a reação, é o líder que vai na frente e abre caminho, o reativo é aquele que reage as pressões, é a maioria que vai atrás.

Se hoje você for um reativo, não há nenhum demérito nisto, cada um ocupa seu lugar dentro da hierarquia cósmica (perfeitamente justa) e a hierarquia social (embora injusta), e é necessário nos conscientizarmos de nossa situação e posição para podermos trabalhar isto internamente e podermos ir nos programando e treinando devagarinho para podermos chegar lá e sermos um verdadeiro líder consciencial ou um epicentro espiritual (ou líder espiritual). Quem não reconhece o erro hoje não o consertará amanhã. A primeira motivação importante que todos temos que desenvolver mais é a de desenvolver uma reflexão íntima voltada para um autoconhecimento sincero para que possamos melhorar sempre. Estamos num ciclo vicioso, quanto mais nos conhecemos, conhecemos a outrem e quanto mais conhecemos a outrem nos conhecemos a nós mesmos.

Autores – Dalton e Andréa
 Meus amigos(as) desejo a todos uma ótima Tarde.
Muita Paz para todos.
Força Sempre
Claudio Pacheco

sábado, 16 de agosto de 2014

Autor da Vida


Vai, deixa de tristeza e deixa o sonho te levantar,
acredite que é possível ainda hoje uma virada,
acredite que tudo foi apenas um engano,
mantenha a rota do seu barco da vida,
não desista novamente,
as pedras são apenas restos que a chuva trouxe…
Amar, viver, sonhar, acreditar, lutar e até o chorar,
são fases que compõem o grande quadro chamado vida,
onde a tela é a sua história,
as tintas são as pessoas que passam por ela,
mas o pintor, o responsável pela obra é sempre você.
Haja o que houver, aconteça o que acontecer,
o pincel que mistura as cores,
que dá forma ao que vai surgir na tela,
que cria e apaga situações e imagens,
ainda está na sua mão.
É você quem pode criar agora,
uma estrada florida,
ou o caminho escuro das incertezas e dúvidas.
Já que você é o autor, o pintor dessa tela chamada vida,
comece pintando um sorriso,
que é o sinal que representa a esperança,
a renovação, símbolo dos que não desistem nunca de ser feliz,
e ser feliz exige criatividade, esforço e dedicação.
Se tudo deu errado até aqui,
passe tinta branca em toda a tela e recomece,
hoje é o dia perfeito para uma nova pintura…

Paulo Roberto Gaefke
Meus amigos(as) desejo a todos uma ótima Noite.
Muita Paz para todos.
Força Sempre
Claudio Pacheco