quinta-feira, 22 de outubro de 2015

Apenas Olhe

 
A vida é
muito simples. Só às vezes colocar a cabeça longe , às vezes decapitar -se ,
por vezes, olhar sem nuvens nos olhos - basta olhar . Às vezes sente-se ao lado
de uma árvore - apenas sentir . Ao lado de uma cachoeira - ouvir. Deite-se na
praia e ouvir o rugido do oceano , sentir a areia , a frieza dele, ou olhar
para as estrelas , e deixar que o silêncio penetrar você . Ou olhar para a
noite escura e deixe que a escuridão aveludada cercá-lo , envolvê-lo , dissolvê
-lo. Esta é a maneira de um coração simples .Osho, em ' o
Buda disse ... : Enfrentando o Desafio das dificuldades da vida '
Meus amigos (as) desejo a todos uma ótima Tarde.
Muita Paz para todos.
Força Sempre                  
Claudio Pacheco
Caros (as) amigos (as) agradeço a visitas de vcs, esse blog sem fins lucrativos, ou seja, sem anúncios
Caso quer fazer uma doação fique a vontade
Abraços a todos
Claudio Pacheco
Banco Do Brasil
Agência: 3858-x
Conta: 8709-2
Nome: Claudio Luiz Pacheco

Just Look



Life is very simple. Just sometimes put your head away, sometimes behead yourself, sometimes look with no clouds in the eyes - just look. Sometimes sit by the side of a tree - just feel. By the side of a waterfall - listen. Lie down on the beach and listen to the roar of the ocean, feel the sand, the coolness of it, or look at the stars, and let that silence penetrate you. Or look at the dark night and let that velvety darkness surround you, envelop you, dissolve you. This is the way of the simple heart.

Osho, in 'The Buddha Said...: Meeting the Challenge of Life's Difficulties'

quarta-feira, 21 de outubro de 2015

Além do bem e do mal


É o negócio dos poucos a ser independente ; é um privilégio dos fortes. E quem tenta -lo, mesmo com o melhor direito, mas sem ser obrigado a fazê-lo , prova que ele é, provavelmente, não só forte, mas também ousadia além da medida. Ele entra em um labirinto , ele multiplica por mil dos perigos que a vida em si já traz consigo ; não menos do que é que ninguém pode ver como e onde ele perde a sua forma, torna-se isolado , e é rasgado fragmentada por alguns Minotauro de consciência. Supondo que tal pessoa vem ao sofrimento , é tão longe da compreensão dos homens que eles nem sentem , nem simpatizam com ele. E ele não pode mais voltar! Ele não pode mesmo voltar novamente para a simpatia dos homens !

Friedrich Nietzsche, em ' Beyond Good and Evil'
 Meus amigos(as) desejo a todos uma ótima Tarde.
Muita Paz para todos.
Força Sempre
Claudio Pacheco
Caros (as) amigos (as) agradeço a visitas de vcs, esse blog sem fins lucrativos ou seja sem anúncios
Caso querem fazer uma doação fiquem a vontade
Abraços a todos
Claudio Pacheco
Banco Do Brasil
Agência:3858-x
Conta:8709-2
Nome: Claudio Luiz Pacheco


Beyond Good and Evil


It is the business of the very few to be independent; it is a privilege of the strong. And whoever attempts it, even with the best right, but without being obliged to do so, proves that he is probably not only strong, but also daring beyond measure. He enters into a labyrinth, he multiplies a thousandfold the dangers which life in itself already brings with it; not the least of which is that no one can see how and where he loses his way, becomes isolated, and is torn piecemeal by some minotaur of conscience. Supposing such a one comes to grief, it is so far from the comprehension of men that they neither feel it, nor sympathize with it. And he cannot any longer go back! He cannot even go back again to the sympathy of men!

Friedrich Nietzsche, in 'Beyond Good and Evil'

terça-feira, 20 de outubro de 2015

Frases Friedrich Nietzsche

Há sempre alguma loucura no amor. Mas há sempre um pouco de razão na loucura.
 Friedrich Nietzsche

Crepúsculo dos Ídolos


Aprender a ver - habituar os olhos à calma, à paciência, ao deixar-que-as-coisas-se-aproximem-de-nós; aprender a adiar o juízo, a rodear e a abarcar o caso particular a partir de todos os lados. Este é o primeiro ensino preliminar para o espírito: não reagir imediatamente a um estímulo, mas sim controlar os instintos que põem obstáculos, que isolam. Aprender a ver, tal como eu o entendo, é já quase o que o modo afilosófico de falar denomina vontade forte: o essencial nisto é, precisamente, o poder não «querer», o poder diferir a decisão. Toda a não-espiritualidade, toda a vulgaridade descansa na incapacidade de opor resistência a um estímulo — tem que se reagir, seguem-se todos os impulsos. Em muitos casos esse ter que é já doença, decadência, sintoma de esgotamento, — quase tudo o que a rudeza afilosófica designa com o nome de «vício» é apenas essa incapacidade fisiológica de não reagir. — Uma aplicação prática do ter-aprendido-a-ver: enquanto discente em geral, chegar-se-á a ser lento, desconfiado, teimoso. Ao estranho, ao novo de qualquer espécie deixar-se-o-á aproximar-se com uma tranquilidade hostil, — afasta-se dele a mão. O ter abertas todas as portas, o servil abrir a boca perante todo o facto pequeno, o estar sempre disposto a meter-se, a lançar-se de um salto para dentro de outros homens e outras coisas, em suma, a famosa «objectividade» moderna é mau gosto, é algo não-aristocrático par excellence.

Friedrich Nietzsche, in "Crepúsculo dos Ídolos"
 Meus amigos(as) desejo a todos uma ótima Tarde.
Muita Paz para todos.
Força Sempre
Claudio Pacheco
Caros (as) amigos (as) agradeço a visitas de vcs, esse blog sem fins lucrativos ou seja sem anúncios
Caso querem fazer uma doação fiquem a vontade
Abraços a todos
Claudio Pacheco
Banco Do Brasil
Agência:3858-x
Conta:8709-2
Nome: Claudio Luiz Pacheco