segunda-feira, 7 de julho de 2014

Você é Vítima das Circunstâncias ou Dono no Seu Destino?


A grande dificuldade na nossa vida é admitir que somos responsáveis por tudo que constitui nosso mundo. É mais confortável nos colocar no papel de vítimas das circunstâncias. É preciso mudar essa concepção, o mais rápido possível, a fim de que possamos dirigir nossa vida rumo ao que nos interessa de verdade.

A verdade é que todos nós passamos por problemas e dificuldades complicadas, muitas vezes sem esperanças de solução, uma vez que olhamos somente o lado negativo dos acontecimentos acabamos nos colocando no papel de vítimas e atraimos mais problemas e dificuldades para nossa vida, realimentando constantemente os motivos para que tudo isso continue da forma que está, sem espaço para mudança.

A única coisa que uma pessoa ganha se colocando no papel de vítima é atenção. Isso é tudo que a maioria das pessoas almeja e o que faz com que elas vivam em busca de atenção é o fato de confundirem atenção com amor.

É praticamente impossível ser feliz e bem sucedido na vida quando se está o tempo todo precisando de atenção. Por causa dessa necessidade, quem está sempre querendo agradar para conseguir aprovação costuma ficar à mercê dos outros. É essencial dissociar a atenção do amor por vários motivos: a pessoa fará mais sucesso; será mais feliz; poderá encontrar seu verdadeiro amor e poderá atingir a prosperidade e a riqueza.

Aqueles que confundem amor com atenção não se amam e sim amam tudo o que fazem por ele. Dissociando a atenção do amor, a pessoa se liberta para amar o outro pelo que ele é, e não pelo que ele faz para a pessoa.

É hora de decidir, você pode ser uma vítima das circunstâncias ou alguém rico, jamais as duas coisas ao mesmo tempo. Toda vez que culpar alguém, se justificar ou se queixar, estará se degolando em termos financeiros.

É hora de resgatar seu poder interior e reconhecer que você cria seu mundo à sua volta, tudo que existe e o que não existe na sua vida. Você produz riqueza, a falta da riqueza e todas as possibilidades que estão no meio do caminho.

Todos estão sujeitos à Lei da atração. Aquilo que você pede verbalmente à vida não importa tanto quanto aquilo que você acredita poder obter dela. Pare e pense um pouco sobre o modo como você se sente perante a vida. Você se vê como vítima das circunstâncias ou como dono de seu destino?

AFIRME: EU MESMO CRIO O MEU PRÓPRIO GRAU DE SUCESSO, FELICIDADE E AMOR AO MEU REDOR.

Sucesso e uma ótima semana a todos...

Marcia Rodrigues
 Meus amigos(as) desejo a todos uma ótima Noite.
Muita Paz para todos.
Força Sempre
Claudio Pacheco

Nenhum comentário:

Postar um comentário