terça-feira, 3 de julho de 2012

Como Lidar Com Pessoas Difíceis

Pode ser um cliente, um colega de trabalho, um líder, um amigo ou até mesmo um parente. Encontramos pessoas “difíceis” em todos os lugares ao longo da nossa vida, e como lidamos com elas? Se houvesse uma fórmula exata evitaríamos muita dor de cabeça, mas não há. O jeito é identificá-las, entendê-las e tentar interagir da melhor maneira possível para que haja uma convivência saudável.
Como identificá-las?
Ninguém se auto intitula: Sou uma pessoa “difícil”, tenha cuidado! Alguns sinais podem ser identificados nas expressões sociais deste indivíduo, por exemplo:
- Geralmente gostam de trabalhar sozinhos - ou acabam tendo que trabalhar assim - sendo capazes de criar o seu próprio mundo, pois o seu poder de imaginação e recriação são fantásticos. ?
- O mundo conspira contra ele… Sente-se vitimizado por acontecimentos desagradáveis que ocorrem a sua volta, interpretado como um ato premeditado para prejudicá-lo.
- Este tipo de pessoa não consegue manifestar-se ou relacionar-se socialmente com as demais. Em grupo alguns sinais podem ser sinalizados através de suas atitudes não deixando o assunto em pauta desenrolar com fluidez, minando o clima da conversa e ambiente. A cada novo assunto chama a atenção por ser o dono da verdade absoluta não levando em conta a opinião de seus pares.
- Quando encontram-se você se sente ameaçado por não saber qual o tipo de atitude que deve tomar com esta pessoa, tem a sensação de estar sempre defendendo-se de sua agressividade e fica inseguro em relação as interpretações hostis deste.
Como entendê-las?
Partindo do princípio que precisamos nos entender para entender o outro algumas adversidades podem ser evitadas se repensarmos nossa atitude em relação as outras pessoas que julgamos ser difíceis. É necessário se perguntar e pensar se o problema está no outro ou em nós mesmos, só assim podemos trabalhar fazendo algo na tentativa de mudar este relacionamento. Busque ouví-los, entrar no seu mundo sem, no entanto, invadir. Antes de ficar irritado com a pessoa lembre-se que ele sofre, pois além de você outras pessoas podem ter observado as mesmas características negativas que você, mas, possivelmente, poderão não ter a mesma capacidade de resiliência que você. Ninguém é desagradável porque quer, a pessoa se torna assim por uma série de fatores que não compete a nós julgarmos.
Como interagir?
É importante lembrarmos que a intenção não é mudar ou moldar o outro mas, tentar melhorar o relacionamento entre os dois. ?
- Para melhorar a atitude do outro com você, tente mudar a sua atitude para com ele. Se você conseguir entendê-lo conforme citado acima dificilmente perderá o controle em situações extremas e logo esta mudança no relacionamento será notada para melhor.
- Pessoas difíceis são previsíveis, para as situações embaraçosas crie um plano para se sair bem delas e manter-se calmo.
- Fale sobre seus erros antes de criticar o outro. Converse de igual para igual chamando a atenção para os erros do outro de forma indireta e cuidadosa. ?
- Elogie o mínimo progresso que a pessoa apresentar. Quem não gosta de ser elogiado(a) vez ou outra? Somente recebendo um feedback o indivíduo saberá se está no caminho certo, incentive esta evolução mesmo que pequena mas expressiva.
- No caso destas circunstâncias estarem ocorrendo no trabalho em específico seja profissional e ético. É muito difícil para alguém manter uma postura agressiva por muito tempo, especialmente se você está calmo e sob controle. Resista à tentação de revidar as investidas desagradáveis para não minar a relação a longo prazo.
Por mais que seja complicado e trabalhoso escolha as palavras com cuidado ao lidar com conflitos, seja honesto e positivo, tenha tato. Seja cauteloso para não rotular e pré-julgar o outro antes de conhecer os seus próprios erros. Lembre-se, ao apontar o dedo em outra direção observe que você tem três dedos que estão apontados para você, pense nisso. Procure encontrar o melhor de cada pessoa. Da mesma forma que alguns observam o seu melhor e outros observam o seu pior, você pode ou não extrair a melhor parte de cada um.

Renata Fraga
Meus amigos(as) a todos uma otima  tarde  de muita Paz
Força Sempre
Abraços
Claudio Pacheco

Nenhum comentário:

Postar um comentário