domingo, 22 de janeiro de 2012

Valorize suas conquistas


Ser feliz é uma opção pessoal? Acreditem, é sim. Uma vez ouvi uma frase que dizia assim: "Sucesso, é conseguir o que se quer. Felicidade, é querer bem o que se tem". E é a mais pura verdade. Mas dentro de nossa visão egoísta e pequena, como gostar daquilo que conseguimos?
Como gostar do que somos? Como aceitar que as pessoas não são e não vão fazer tudo aquilo que desejamos e esperamos? É por isso que vivemos tristes e com uma sensação de vazio interior, apesar de vivermos em uma época onde somos bombardeados com tantas coisas para nos entreter, ainda sim, a grande massa vive frustrada, infeliz, descontente - parece que nada nos agrada o suficiente.
Como eu gosto de dizer, parece que a grande maioria de nós vive "em crise de birra", ou seja, se o mundo não é como eu quero, então eu não brinco mais - é para se pensar.
Nós não valorizamos nossas conquistas de vida. Entenda conquistas não apenas no sentido material, mas no sentido de nosso progresso e crescimento seja no âmbito familiar, pessoal, profissional e social. Quando a gente consegue algo que desejamos, em um primeiro momento é a mais pura felicidade, mas logo em seguida, nos cansamos dela, não a valorizamos e por fim, acaba por se tornar algo banal em nossas vidas. Certamente, com essa visão de mundo, NUNCA seremos felizes realmente, pois, é como se estivéssemos a todo o momento em busca do inalcançável!
E como é a felicidade? Ora, todos nós já a vivemos, nem que seja por um instante. Lembre-se de um momento feliz em que você se sentiu pleno e realizado. Bom, isso é a felicidade - um momento. E acredite, qualquer que tenha sido o motivo de sua felicidade: o nascimento de um filho, um novo romance, a compra de uma casa, um emprego novo, ou qualquer outra coisa, saiba que apenas VOCÊ, através da sua individualidade, ACREDITOU que isso fosse motivo para você se sentir feliz. Não que não seja. Quem não ficaria feliz se uma destas coisas acontecesse, porém, o que quero dizer, é que a felicidade está dentro do seu ponto de vista. É você que define o que pode lhe trazer a felicidade, é você que decide se vai aproveitar esse momento feliz e o mais difícil, se vai prolongá-lo ou não. Certamente haverá momentos que terão o seu fim, mas o melhor de tudo será aproveitá-los enquanto você os vive.
Quantas vezes você parou para analisar suas conquistas, refletir sobre aquilo que te traz conforto, bem-estar e alegria? Se parássemos para nos concentrar no que temos, não ficaríamos tão frustrados e infelizes para aquilo que não temos ou "ainda" não conquistamos. Claro que devemos querer sempre algo mais, faz parte do ser humano crescer, expandir e progredir, ao invés da estagnação e conformismo. Mas ao nos sentirmos plenos desde já com aquilo que temos hoje, partindo do princípio que primeiro você deve sentir-se bem consigo mesmo, certamente tudo o que vier depois será algo a mais para nossa plenitude e não mais o motivo principal da nossa felicidade.
Desejo muitos momentos felizes a vocês.
Bete Lima
Meus amigos(as) desejo a todos um otimo Dia  repleto de paz.
Abraços a todos
Claudio Pacheco

Um comentário:

  1. Oi li e gostei tem tudo a ver e pensando bem felicidade não existe oque existe são momentos felizes.

    ResponderExcluir