segunda-feira, 6 de abril de 2015

Para Prima Dália Pacheco com carinho


Sinto muito calor em meu corpo.
Mas não posso para e pensa quer isso ocorre só comigo.
Sei que o Brasil todo sobre com altas temperaturas.
Nesse momento fecho meus olhos minha mente viaja até a Bahia.
Fecho meus olhos e me vejo em Canavieiras.
Temperatura máxima de 29 graus.
Estou numa rua meio perdido.
Uma Prima distante me ver...
O seu nome e Dália Pacheco.
E me chama para tomar um café.
Fico sem graça, mas quero tomar esse café.
Então entro em sua casa sinto como já estivesse ali.
Então tomo o café e agradeço e digo tenho que ir...
Porem Prima Dália diz nada disso vc ficara para o almoço.
E depois de uma boa soneca...
Você terá que conhecer a bela praia de Canavieiras e toma água de coco.
E um convite que não posso recusar.
Então abro meus olhos e tudo foi um belo sonho.
Esse texto não e autobiográfico

Claudio Pacheco Para Prima Dália Pacheco com carinho.

2 comentários: