sábado, 22 de novembro de 2014

Você é Gente Grande ou Gente Pequena no amor?


Você já deve ter conhecido pessoas que, diante das dificuldades - sejam do próprio relacionamento, sejam da vida - conseguem ponderar, conversar e chegar a um consenso. E também já deve ter conhecido outras que, em situações semelhantes, perdem a linha, ofendem o outro e deixam a relação se desgastar dia após dia, briga após briga.

A diferença entre elas é, sobretudo, o modo como cada uma exercita o amor. Enquanto as primeiras agem feito gente grande (GG), com boa dose de equilíbrio e maturidade, as demais agem feito gente pequena (GP), infantil, não conectada com seu próprio coração. O resultado fica estampado na dinâmica de suas vidas e de seus amores. Observe o movimento...

Gente Pequena: diante do fracasso, tende a lidar com seus sentimentos sempre se defendendo e acusando o outro.
Gente Grande: cresce a partir de si mesmo, sem comparações insensatas, porque sabe que é na troca que muitos sentimentos ganham sentido.

GP: carrega frases-feitas e piadas de amores frustrados. Não se permite vislumbrar que todo amor vale pelo que se viveu, pelo que se doou, pelo que se cresceu.
GG: está sempre disposta a criar laços, a fortalecer vínculos, independentemente dos rótulos dados às relações que vive.

GP: não aposta nas pessoas e não se dá conta de que o amor é fruto do modo com que ela mesma escolhe vivenciar seus sentimentos.
GG: aprende a confiar em si mesma e no Universo e, por isso, sabe se colocar no lugar do outro. Vivencia encontros repletos de inteireza e dignidade.

GP: quando o amor chega, em vez de sentir, ocupa-se em pensar, manipular, elaborar esquemas de conquistas. Rapidamente, acha que o amor perde a graça.
GG: está sempre disposta a rever seu comportamento e a melhorar, evoluindo e amadurecendo um pouquinho a cada dia.

GP: desconfiada, não se entrega porque não sabe lidar com as dores do amor; fica pulando de galho em galho, sem nunca viver encontros satisfatórios.
GG: sabe que é preciso interagir, falar, mostrar e ouvir, porque o amor não é feito de adivinhações e sim de manifestações explícitas.

GP: condena-se à solidão por medo de errar e sofrer. Veste a máscara de 'coitadinha' e passa a vida se lamentando pelo que não viveu ou se culpando pelo que acabou.
GG: recusa-se a mergulhar em sofrimentos que nunca terminam e sabe que não são as atitudes alheias a causa do que sente de ruim.

GP: é ansiosa, movida pela insegurança, mas aparenta arrogância. Ama de forma apegada e iludida, enxerga "pêlo em ovo" e, muitas vezes, bota a perder sua relação.
GG: ama sempre para ganhar e sabe que quem quer ganhar muito, tem que apostar alto. Ou melhor, tem que amar com o melhor de si.

GP: precisa aprender a fluir com a vida e perceber que, mesmo imperfeita, pode se tornar gente grande a partir de uma postura mais responsável diante dos desafios do amor.
GG: sabe que crescer é um processo que requer paciência, coragem e, sobretudo, humildade. Enxerga no outro uma chance de aprender e aposta que, juntos, podem construir um caminho mais prazeroso.

Rosana Braga
 Meus amigos(as) desejo a todos um ótimo Dia.
Muita Paz para todos.
Força Sempre
Claudio Pacheco

3 comentários:

  1. Boa tarde CLAUDIO.
    Com toda certeza sou gente grande no amor.
    Não discuto final de relacionamento, não me importa o que faz o meu namorado. Adoro ter um relacionamento a base de sinceridade.
    Na verdade quando a gente está com alguém tem que aprender a aceitar seus defeitos e virtudes por que é um pacote e nunca vem separado,pois ninguém é perfeito o tempo inteiro, o que desejo para mim é uma pessoa de carne e osso e não um boneco para que eu possa remanejar ao meu gosto dependendo do meu humor ou vontade de ter algo para estar a minha disposição 24 horas, afinal ele também tem a vida dele..
    Grata por ter compartilhado.
    Desejando um maravilhoso sábado
    Abraços sempre.
    ClaraSol

    ResponderExcluir
  2. Clara temos que ser como vc mesma disse GENTE GRANDE...
    Falo isso em vários sentidos seja no amor , na amizade.
    Temos que ser GENTE GRANDE e aprender a lidar com perdas...
    Por mais difícil que ela seja somos fortes podemos superar barreiras.
    Abs
    Claudio Pacheco

    ResponderExcluir
  3. E eu, que sou gente grande mas só me atraio por gente pequena? :(
    Não tá fácil.

    Duas Leitoras

    ResponderExcluir