sábado, 20 de setembro de 2014

A LIBERDADE DE SER LIVRE


Uma pessoa preocupada com a opinião dos outros não é livre.

Uma mente preocupada com o que poderá acontecer ou deixar de acontecer no futuro também não é livre.

Menos livre é a mente apegada ao passado, às realizações ou insucessos passados.

Para sermos verdadeiramente livres, precisamos ultrapassar nossos condicionamentos culturais. Libertar-nos para sermos nosso verdadeiro "EU".

Esta é a liberdade que o mundo mais precisa hoje.

O livre arbítrio exige uma mente livre, não uma mente condicionada pelos medos e pelos apegos.

Mas, antes que fiquemos demasiadamente eufóricos, devemos lembrar que não existe a certeza de que vamos mesmo ter sucesso na liberação de nossa mente desse poderoso condicionamento.

Podemos dizer , na verdade, que o trabalho real - o trabalho de despertar a nós mesmos - é um trabalho que está apenas se iniciando e que exige um considerável trabalho interior, uma formidável tarefa de auto-liberação.
Meus amigos(as) desejo a todos uma ótima Tarde.
Muita Paz para todos.
Força Sempre
Claudio Pacheco

Nenhum comentário:

Postar um comentário