quarta-feira, 11 de junho de 2014

Mergulho na Paz


Temer a dor é covardia
Tentar Fugir, tolice
Fazê-la nos outros, sadismo
Alimentá-la em si mesmo, masoquismo.
Revoltar-se, imprudência
Compreendê-la, amaciá-la em aceitação é sabedoria, fortaleza, redenção

A dor aí está. Não adianta fugir.
Prazeres grosseiros e baratos, venais e efemêros, são usados como analgésicos.
Analgésico é fuga.
Os analgésicos viciam, condicionam e iludem.

O bem e o mal são efetivamente relativos.
Para o dono da casa funerária, por exemplo, uma epidemia que mate muitos é tão rendosa como uma boa safra para o agricultor.

É bem tolo aquele que, iludido, procura suprir a ausência do Bem, acumulando muitos bens.
No fim... desilusão.

Do livro "Mergulho na Paz", do Prof. Hermógenes
 Meus amigos(as) desejo a todos uma ótima Noite.
Muita Paz para todos.
Força Sempre
Claudio Pacheco

Nenhum comentário:

Postar um comentário