segunda-feira, 19 de maio de 2014

Ame a Si Mesmo



Para amar é preciso conhecer. Daí que a meditação é primária e o amor, secundário. Como o Sol irradia luz sem foco, a meditação irradia amor sem foco.

Amar a si próprio é meditação, é ser autêntico, aceitar-se com é. Isso é oração, é gratidão. O amor começa com o amor próprio, com a aceitação de si, de tudo e de todos. A aceitação cria o ambiente onde o amor desabrocha.

Também a confiança começa na autoconfiança, que é independência. Quem é independente, aprende, amadurece e se transforma com as mudanças.

O amor é o fenômeno mais mutante da vida: é como uma flor que se abre a cada manhã. Só os independentes podem amar e ser amados.
Diante de um problema o que mais importa é saber exatamente qual é problema e não sua solução.

Osho
Meus amigos(as) desejo a todos uma ótima Noite.
Muita Paz para todos.
Força Sempre
Claudio Pacheco

2 comentários:

  1. Olá Cláudio, boa noite. Estou amando os seus textos!!! Parabéns...
    Segue uma linha de raciocínio igual a minha.
    Estou iniciando meu blog com o que venho praticando da lei da atração. Gostaria de pedir que desse um pulinho por lá. Abraço!
    http://umoceanodepossibilidades.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Ruan este e o caminho muito belo que vc esta trilhando.
    Tenha certeza passarei em seu blog e seguirei vc estamos aki um para ajudar o outro.
    Abs:Claudio Pacheco

    ResponderExcluir