segunda-feira, 25 de junho de 2012

A essência do yoga na sua vida

A essência do yoga é: Ame-se, se aceite da maneira que você é.
Isto não significa cruzar os braços e dizer: “Eu sou assim mesmo. Nunca vou mudar”. Quando você se aceita verdadeiramente, você muda para melhor. Você se liberta de cobranças e do perfeccionismo. Você é mais autentico e feliz.
A vida sem amor é superficial, vazia e sem sentido. É o amor que nos motiva a fazer tudo com entusiasmo e boa vontade. Quando descobrimos o amor interior, a vida tem significado e propósito.
Liberte-se da ideia que tem de ser perfeito ou fazer tudo com perfeição.
A maioria das pessoas nem pensa em se amar. Elas se diminuem, se culpam, ficam apenas procurando seus defeitos, sem enxergar suas próprias qualidades. Pensam que devem amar apenas os outros. Acham que amar a si mesmo é egoísmo. Não entendem que esse amor deve começar dentro de si mesmas, por elas mesmas.
Quando alguém tem baixa-estima, se diminui, o verdadeiro problema da vida dele é este. Todos os outros problemas surgem desse sentimento de não aceitação, de depreciação.
Muitas vezes as pessoas se sentem inferiores, pois ficam se comparando a outras. Acham que são incompetentes, sem talento, sentem-se rejeitadas,que ninguém seria capaz de amá-las.
Quando se olham no espelho, não gostam do cabelo, só procuram defeitos e rugas no rosto. Não veem o brilho dos próprios olhos, nem a beleza do sorriso, nem se olham sentindo amor e aceitação por si mesmas.
Um bom exercício para melhorar a auto-imagem é se olhar no espelho e fazer afirmações positivas. Olhe bem dentro dos seus olhos e afirme: “Eu me amo. Eu me aceito da maneira que eu sou”.
Deixe que esta experiência se intensifique. Sorria olhando em seus olhos, se acolhendo, se aprovando, enviando amor para você mesmo.
Esta vivência é muito significativa. Alguns sentem muita dificuldade em se olhar bem nos olhos. Não conseguem sentir alegria, alguns se sentem desconfortáveis, ficam com os olhos cheios de lágrimas, outros se criticam ou têm medo.
Se você acha que é feio, alto ou baixo demais, tímido demais, que não é suficientemente bom; a causa básica de seu sofrimento, de seus problemas é: Você não se ama. Você não se valoriza.
Por exemplo, se você estiver precisando de dieta para emagrecer, comece fazendo uma dieta mental. Evite pensamentos negativos. Comece a se amar mais, descubra seu valor. Atrás do excesso de peso, está um problema interno maior: você acha que “não é bom o bastante”, se sente inseguro, com medos e carências. Enquanto não lidar com este problema, com esta falta de aceitação de si mesmo, você fica fazendo dietas e mais dietas, desistindo e engordando mais, se culpando.
Você reeduca seus hábitos alimentares sem fazer disso um sacrifício, ou tortura. Com alegria, motivação e discernimento, você se alimenta sentindo amor por você mesmo, pensando em qualidade de vida e em seu bem-estar.
Não fique se julgando ou se cobrando. Pare de se criticar o tempo todo, e logo você conseguirá seus objetivos. Procure se libertar desta ideia que tem de ser perfeito ou fazer tudo com perfeição.
Estamos no planeta Terra para aprender e evoluir. Aprenda com seus erros, se permita errar e aprender. Seja bondoso com você.
Lembre-se de se amar e se respeitar. Descubra suas qualidades, valorize-se. Fique em paz.
Meus amigos(as) a todos um otimo Dia de muita Paz
Força Sempre
Abraços
Claudio Pacheco

2 comentários:

  1. Claudio
    Como praticante de Yoga só posso te agradecer por palavras tão inspiradoras.
    Uma boa semana e um forte abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Antonio muito obrigado, lhe desejo uma semana de muita Paz em seu caminho
      Abs
      Claudio Pacheco

      Excluir