domingo, 11 de março de 2012

As páginas da vida

As páginas da vida

são cheias de surpresas...

Há capítulos de alegria, mas também de tristezas, Há mistérios e fantasias, Sofrimentos e decepções...

Por isso, não rasgue páginas e nem solte capítulos, Não se apresse a descobrir os mistérios.

Não perca as esperanças, Pois muitos são os finais felizes.

E nunca se esqueça do principal:



Quando você julga alguém, na verdade está julgando a si mesmo. Aquela coisa ruim que você vê na outra pessoa é o reflexo das coisas "ruins" que você tem dentro de si. O que o incomoda no mundo externo normalmente é uma deficiência interna. Portanto, toda vez que você julga, está se machucando internamente e, o que é pior, quando você emite julgamentos sem base, torna-se uma pessoa não confiável. Todo aquele que julga sem conhecimento sólido, torna-se o que os taoistas chamam de "traidor da alma".

Todos nós somos feitos da mesma massa e do mesmo pó. Normalmente temos em nós o reflexo da qualidade e do defeito que vemos nos outros. Não emita julgamentos porque você está se colocando na mesma linha de tiros de quem está sendo julgado. A Lei do Retorno não perdoa, quem julga será julgado. Também existe um outro fator, quando você emite julgamentos, você se torna responsável pela pessoa que esta julgando. Com isso, ela se torna uma criança e você o tutor. Você paga pelo julgamento que faz. Seja sábio, não julgue a ninguém.
Meus amigos(as) a todos uma otima tarde de muita Paz
Força Sempre
Abraços
Claudio Pacheco

Nenhum comentário:

Postar um comentário