quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

Não ponha seus sonhos onde suas mãos não poderão alcançá-los

Não ponha seus sonhos em lugares altos demais onde suas mãos não poderão alcançá-los.
Mesmo se a vida parece ilimitada, nós possuímos nossos limites e esperar por algo que está muito além pode nos impedir de olhar à nossa volta.
Buscamos longe flores que poderíamos encontrar em nosso jardim, porque o que está distante sempre parece encoberto por uma neblina que elimina toda imperfeição.
Não nos prepararam para aceitar as coisas ou as pessoas como elas chegam, com muita ou pouca bagagem, com força ou sem muita vontade. Então desenhamos na nossa mente e fotografamos no nosso coração algo que só pode existir atrás da linha da realidade.
E nos pomos a esperar...
Nos tornamos assim culpados de uma solidão da qual culpamos a vida ou os demais.
Nos negamos a aceitar, pedindo ainda que aceitem a nós, e continuamos esperando pelo que o amanhã vai nos trazer.
Envelhecemos sem sair do lugar, sonhando ainda e além, mas sem provar da vida nesses mínimos detalhes, nem sempre coloridos e perfeitos tais raios de arco-íris, mas reais o bastante para nos fazer sentir vivos.
Não... não ponha seus sonhos além do que os seus braços alcançam.
Aprenda que ser feliz é buscar o contentamento do prazer de cada instante.
Aprenda a ser flexível e menos exigente.
Ria de bom coração quando tiver que rir e não permita que as mágoas te impeçam de viver o
minuto seguinte.
Preciosa é a vida e preciosos são os que amamos.
Preciosos ainda são aqueles que nos amam, os que cativamos.
Precioso é o hoje, é o que temos, é o que tocamos. É essa realidade, nem todo o tempo bonita, mas ainda assim a nossa contribuição para a história do mundo.
(Letícia Thompson)
Meus amigos(as) desejo a todos uma ótima Noite De Paz.
Abraços a todos
Claudio Pacheco

4 comentários:

  1. Usei o Euro como imagem, vejo q muitas pessoas deixa o Brasil, e ir para fora atrás do seu sonhos.
    Poucos consegue realmente realizar esse sonho, com muito esforço lá fora.
    A maior parte ver a mão de obra escrava e acabam voltando para Casa.
    Eu penso se a pessoa poder ter 3 empregos lá fora, quando digo 3 empregos não é numa sala com ar condicionado não e na construção, e como Pintor de parede, e muitas vezes lavando banheiro, essas mesma pessoas com muito esforço tb podem ter esse sonho aki no Brasil e sem tanta humilhação, as vezes nossos sonhos estão tão perto, mas não conseguimos vê-los
    Abs a todos
    Claudio Pacheco

    ResponderExcluir
  2. Amigos vcs podem tirar exemplos por esse Filme
    O filme acompanha as experiências de diversos brasileiros que, em busca do sonho de uma vida melhor, arriscam viver longe de seu país, contando não apenas com seus próprios esforços, mas, principalmente, com a alegria e criatividade - características marcantes do povo brasileiro. A história dessa comunidade é contada a partir de Jean Charles (Selton Mello), eletricista brasileiro assassinado em 2005 pela polícia britânica por ter sido confundido com um terrorista.
    Fonte:http://www.cineclick.com.br/filmes/ficha/nomefilme/jean-charles/id/15846

    ResponderExcluir
  3. Caro Pacheco, sem duvida de muita valia e muito oportuno seu artigo, o hoje com os pés no chão esta norteado para que possamos realizar o amanha.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  4. bom dia é eu tenho amigos fora é assim mesmo lá tem 3 empregos aqui mal trabalhava,porque agora diz que ganha dinheiro.

    ResponderExcluir