sábado, 7 de janeiro de 2012

A mente é criador onipotente

Não importa a tua idade, idealiza um grande sonho,
tão grandioso como o céu!
Que o teu sonho transcenda o teu corpo, que suba e cresça e se expanda além;
Como resplendor, preencha o Universo e se transforme em asas misteriosas que te levem a um mundo bem mais alto.
Nas asas do sonho, os jovens avançam e os velhos se renovam.
Não retenhas as asas do teu sonho. Imagina a tua grandeza.
Não receies subir demasiado alto, não hesites, não retrocedas, não diminuas a ti próprio.
Ao abrires as asas do sonho, ultrapassas os limites do corpo.
Ainda que o teu corpo seja tão pequeno quanto o pó da terra, através do sonho tens o poder de te unires
à imensa energia criadora do Universo.
Não permitas que a tristeza te domine; mas, se te sentes dominado, ergue-te de novo.
Ainda que o teu sonho seja desfeito, tens o direito de sonhar de novo.
Imagina que em ti ainda resta a grandiosa energia.
Para aquele que sonha, este mundo é sempre um novo mundo.
Não te permitas cair, mas, se caíres, levanta-te de novo.
Ainda que percas a confiança, ainda que fracasses naquilo que tentas, não te permitas cair totalmente.
O sonho é o viveiro da esperança.
No imenso viveiro do sonho nascem tenros rebentos de esperanças, e os brotos crescem alimentados pelo sonho.
O sonho é o viveiro da esperança.
Desenha na tua mente o mais brilhante e mais grandioso sonho.
Não te imagines um ser triste e sombrio.
Sabes que a mente é criador onipotente,
e tu serás exatamente como te fizeres em tua mente.
Se te imaginares um ser brilhante e poderoso, assim tu serás,
pois a mente é o criador onipotente!
(Masaharu Taniguchi)
Meus amigos(as) desejo a todos uma ótima noite de Paz.
Abraços a todos
Claudio Pacheco

Nenhum comentário:

Postar um comentário