terça-feira, 15 de novembro de 2011

Você pode

Você pode
curtir ser quem você é,  do jeito que você for,
ou viver infeliz por não  ser quem você gostaria.

Você pode
assumir sua  individualidade,
ou reprimir  seus talentos e fantasias,  tentando
ser o que os outros  gostariam que você fosse.

Você pode
produzir-se e ir se divertir, brincar, cantar e dançar,
ou dizer em tom amargo que  já passou da idade  ou que  essas coisas são fúteis  sérias e bem situadas como  você.

Você pode
olhar com ternura e respeito  para si próprio
e para as outras  pessoas,
ou com aquele olhar de censura, que poda, pune, fere e  mata, sem nenhuma consideração  para com os desejos, limites  e dificuldades de cada um,  inclusive os seus.

Você pode
amar e deixar-se amar de maneira incondicional,
ou ficar se lamentando pela a falta de gente à sua volta.

Você pode
ouvir o seu coração  e viver aproximadamente
ou agir  de acordo com o figurino da  cabeça, tentando
analisar e  explicar a vida antes de vivê-la.
Meus amigos desejo a todos um ótimo Dia cheio de Paz.
Abraços a todos
Claudio Pacheco

Nenhum comentário:

Postar um comentário